Ultraformer: meu antes e depois do procedimento de lifting facial

Até alguns meses atrás, eu nunca tinha feito nenhum procedimento estético no rosto. Comecei com uma aplicação de botox (e contei a experiência aqui) e, depois de alguns meses, fiz também uma sessão de Ultraformer. E gostei MUITO do resultado! Então vou compartilhar com vocês aqui minha experiência. Lembrando que além das informações que estão nesse post, lá no Instagram do Coisas de Diva tem mais um destaque só sobre isso, com outras dúvidas que minha médica respondeu, ok? Recomendo que assistam!

Em primeiro lugar, é preciso lembrar vocês dos lemas do Coisas de Diva, que desde sempre são “Use o que te faz feliz” e, agora, “Seja quem te faz feliz”. Desde sempre a gente incentiva quem nos segue e nos assiste a se cuidar da forma que preferir. Então, não, ninguém é obrigada a aplicar botox ou fazer outros procedimentos quaisquer para se sentir bonita ou para ser feliz. O que a gente sempre incentivou é que cada pessoa faça suas escolhas com base em informações. E nesse caso aqui, em conjunto com um médico dermatologista de confiança. Então estou aqui para dividir isso com vocês e jamais para impor alguma escolha. Se você não gosta e não quer, ótimo. Se você quer ou tem vontade, ótimo também. É isso. 

O que é Ultraformer?

Basicamente, o Ultraformer é um protocolo de tratamento que ajuda a compactar gordura, fazer uma espécie de lifting e estimular a produção de colágeno. Para esse efeito, o aparelho do Ultraformer aceita diversos tipos de ponteiras que emitem ultrassom – é ele que vai atuar nas camadas mais profundas ou mais superficiais da pele. Nas camadas mais profundas, o ultrassom ajuda a compactar a gordura e no efeito lifting. Já nas camadas mais superficiais, ele ajuda a estimular a produção de colágeno.

E pode ser feito tanto no corpo quanto no rosto. No rosto em específico, pode ser feito no rosto todo ou em regiões localizadas (eu, por exemplo, só fiz no terço inferior da face). Existem vários tipos de combinações que podem ser feitas de acordo com o resultado desejado – isso deve ser discutido com seu médico dermatologista. Ah, claro, além do Ultraformer, existe uma série de outros tratamentos que também estimulam o colágeno, eu fiz esse justamente por indicação da minha médica.

Para quem quiser o contato da minha aqui em Curitiba, a Dra. Marina Guerini, é só clicar aqui. Na bio do Instagram dela vocês encontram o link para agendar as consultas.

Minha experiência – antes x depois

Como comentei aqui em cima, minha sessão de Ultraformer foi no terço inferior da face. Isso porque procurei minha dermatologista em busca de uma solução para a flacidez nos cantinhos da boca – o efeito que normalmente a gente chama de “bulldog” ou “marionete”. Essa flacidez acontece normalmente porque, com o passar dos anos, vamos perdendo o colágeno da pele. Dependendo do tipo de rosto de cada pessoa, isso fica mais ou menos evidente. Eu, por exemplo, tenho o rosto mais redondo e sou bochechuda – então isso fica mesmo mais visível.

Foto da esquerda em fevereiro, antes do procedimento. Foto da direita em maio, três meses depois.

A minha sessão durou mais ou menos 20 minutos. A sensação é um pouco desagradável, não vou mentir – mais pro final, dói um pouco. Eu achei suportável – nada que me impediria de fazer novamente. E também tomei um anestésico antes que ajuda também. O pico do efeito do Ultraformer é três meses após a aplicação – por isso as imagens aqui em cima foram tiradas com esse intervalo.

Eu fiquei muito satisfeita com o resultado! Achei que realmente atenuou a fracidez e deixou o rosto com contorno mais definido. Além disso, por conta do estímulo de colágeno, a textura da pele fica ótima. É como se eu unisse o colágeno dos meus 20 anos com a minha disciplina pro skincare de hoje, sabe? Eu adorei!

Dura quanto tempo?

O Ultraformer é um procedimento que tem ação e duração diferentes de uma aplicação de botox, por exemplo. Enquanto o botox é absorvido pelo corpo depois de alguns meses – ou seja, o efeito simplesmente passa depois de um tempo – os procedimentos de estímulo de colágeno criam o que se chama de “poupança de colágeno”. Isso significa que você está “adicionando” colágeno na pele ao mesmo tempo em que vai perdendo esse elemento com o passar dos anos. Ou seja, você consegue atenuar essa perda, mantendo a pele mais elástica e firme.

Isso significa que se você fizer uma aplicação de botox e depois nunca mais reaplicar, daqui dez anos sua pele estará da mesma forma que estaria se você nunca tivesse aplicado. Já se você faz um procedimento de estímulo de colágeno (mesmo que uma vez só), sua pele estará melhor daqui dez anos do que estaria se você nunca tivesse feito nada. Pois você “adicionou” mais colágeno, entende? Por conta disso, não tem como especificar um tempo de duração.

Quanto custa?

Isso, como vocês devem imaginar, varia muito. Varia de cidade para cidade, de médico para médico, de região do rosto para região do rosto… O procedimento que eu fiz custa por volta de R$ 1.200 a sessão. Os resultados que aparecem nesse post são após uma sessão.

O post Ultraformer: meu antes e depois do procedimento de lifting facial apareceu primeiro em Coisas De Diva – Resenhas sinceras e experiências da mulher adulta!.

Deixe uma resposta