Tire suas dúvidas sobre a cirurgia de redução de estômago – em Pergunte ao especialista

Reportagem: Monique Zagari Garcia



reducao-de-estomago

A cirurgia bariátrica pode resultar em perdas equivalentes a 

30% do peso em seis meses
Foto: Danilo Borges 

A cirurgia bariátrica, também conhecida popularmente como redução de estômago, reúne técnicas de manipulação cirúrgica do estômago e/ou intestino visando o tratamento da obesidade e das doenças associadas ao excesso de gordura corporal ou agravadas por este. O Dr. Sérgio Barrichello, cirurgião geral, especialista em emagrecimento do HC-FMUSP e médico da Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso (SP) tirou nossas dúvidas sobre o procedimento

Em que casos é indicada a cirurgia para reduzir o estômago? Qualquer pessoa cheinha pode fazer?

As indicações precisas da cirurgia bariátrica propriamente dita são para pessoas com  índice de massa corporal (altura/peso²) acima de 40 ou acima de 35 com doenças associadas à obesidade. Para as pessoas gordinhas (sem indicação de obesidade mórbida), a melhor opção é escolher um método restritivo puro, menos invasivo como, por exemplo, o Balão Intragástrico, que é uma alternativa não cirúrgica com perdas próximas a 20% do peso corporal

Quais são as vantagens da cirurgia de redução de estômago?

– Perdas de grande quantidade de peso (em seis meses o paciente pode apresentar perdas equivalentes a 30% do seu peso) devido à diminuição do aporte alimentar e da absorção de alguns nutrientes;
– Melhora de doenças associadas com a obesidade, como diabetes e hipertensão arterial;
Reintegração social do indivíduo, que aumenta o convívio com outras pessoas, diminuindo o constrangimento inerente a pacientes obesos mórbidos e facilitando o acesso a determinados lugares;
– Viabiliza a realização de atividades físicas aumentando tônus muscular e o bem-estar dos pacientes, além da otimização da resistência para atividades diárias e melhora do desempenho cardiovascular;
– Aumento da autoestima e autoconfiança; o que influi diretamente na vida pessoal e profissional.


Existe a chance de a pessoa voltar ao seu peso anterior?

Não existe método de emagrecimento milagroso e eterno. Se o paciente não passar pelo processo de reeducação alimentar e reintegração aos exercícios físicos ele tende a ganhar peso, como em muitos casos de pessoas que tiveram ganhos semelhantes a perda de peso conseguida após a cirurgia

Quais cuidados devem ser tomados para evitar o ganho de peso novamente?

Evite alimentos gordurosos e com grandes quantidades de açúcar, como sorvetes e leite condensado. A sensação de saciedade deve ser respeitada; desta forma o estômago sofrerá menos distensões e seu volume terá pouca alteração com o passar dos anos. A prática de exercícios físicos é fundamental para o sucesso da manutenção do peso. O acompanhamento regular do nutricionista especializado e do cirurgião é essencial.

Existem contraindicações para a cirurgia?

O maior problema é não respeitar as indicações formais! Doenças psiquiátricas descompensadas, alcoolismo crônico, vício em drogas ilícitas, doenças clínicas crônicas como insuficiência hepática, discrasias sanguíneas, entre outras doenças clínicas não compensadas são contraindicações, algumas relativas e outras absolutas.

 

 

 


 

 

O artigo Tire suas dúvidas sobre a cirurgia de redução de estômago – em Pergunte ao especialista
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/blogs/blogs/pergunte-ao-especialista/tire-suas-duvidas-sobre-a-cirurgia-de-reducao-de-estomago/3046

Deixe uma resposta