Testei: Elséve Óleo Extraordinário

A matéria Testei: Elséve Óleo Extraordinário você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.

Olá pessoal!

Estive sumida em mais uma das minhas aventuras pelo mundo fora do PB, dessa vez eu fui madrinha de casamento e tive uns zilhões de coisas pra fazer no escritório, além de contar com breves moléstias nesse período…rs

Cá estamos novamente, estou viva, com um pouco mais de tempo e saudável novamente…então bora escrever para vocês (morro de saudade).elseve oleo

Não estive 100% sumida, estava conversando com vocês principalmente pela nossa página do Facebook e pelos comentários dos posts. Dentre outras coisas que me perguntaram/sugeriram e que eu vou comentar nos próximos dias temos a sugestão da querida leitora Renata Piovani: óleo extraordinário Elséve.

Primeira coisa: é óleo mesmo?

oleo extraordinarioA fórmula é essa aqui:

  • Ciclopentaxilosane, dimethiconol (dois silicones emolientes bem levinhos, mas que NÃO são hidrossolúveis)
  • extrato de camomila, óleo de coco, óleo de girassol
  • extrato de flor de lótus (ótimo emoliente e cheiroso!),
  • álcool benzílico (preservante, é extraído de uma mistura de óleos essenciais de jasmin, jacinto e ylang-ylang e não estraga o cabelo conforme visto aqui
  • Cinamal (um extrato amarelo aromático comum no óleo essencial de canela)
  • linalol (fixador de fragrância)
  • óleo e extrato de flor de linho (as florzinhas da linhaça, a sementinha amiga!)
  • triglicerídeos de ácido caprílico (extraído do coco, mas é um óleo mais leve e diluente para os óleos da fórmula, pra deixar homogêneo)
  • extrato de gardênia (ou cártamo, um emoliente e colorante)
  • extrato de rosa mosqueta (bom para conferir brilho ao cabelo)
  • bisabolol (conservante e fragrância, uma espécie de óleo)
  • óleo de soja
  • perfume.

Olhando a mistureba aí em cima: é um composto de óleo e silicones insolúveis. Tem bastante óleo? SIM. Mas também tem silicone, então nada de pesar muito a mão. Conseguiram equilibrar a fórmula de um jeito que ela não é pegajosa, é fluida na medida certa.

A embalagem diz que é de uso universal. Discordo. Não faz nenhuma diferença no cabelo úmido ou molhado, perda de tempo. Bom mesmo é passar no cabelo seco!

Eu não aliso muito o cabelo nem faço chapinha, mas fiz esses dias por causa do casamento (pra fazer penteado, vai entender) e é um ótimo finalizador antifrizz. Uma pequena quantidade deixa o cabelo com um brilho lindo sem pesar.

No cabelo sem alisar eu uso também com ele seco, para aquele dia em que eu não vou lavar. Dá uma boa ajuda na rebeldia capilar, mas não é nenhum milagre.

Pra quem tem cabelo liso ou alisado, pela facilidade em aplicar sem descabelar e tal, deve valer mais a pena pra usar sempre que secar ou escovar. Pra quem não pode manipular muito o cabelo quando está seco por conta dos cachos, ajuda a segurar mais um dia sem lavagem sem ter que prender o cabelo, abaixando os fiozinhos mais rebeldes.

Resumindo: tem um cheiro gostoso, dá um brilho bonito no cabelo e não pesa. As meninas que não usam silicones devem correr desse produto. Quem usa silicone de boa, pode experimentar que vai gostar.

Comprei um vidrinho pequenino na Ikesaki pra exprimentar e o trem rende a beça. Paguei por volta de oito reais em 30 ml, mas já faz mais de um mês,eu uso toda semana e ainda tem metade – lembrem do tamanho do meu cabelo pelamordasanta antes de dizer que dura pouco rs.

Vale o investimento. Nenhum milagre, mas é um ótimo “reparador de pontas”.

O artigo Testei: Elséve Óleo Extraordinário foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/testei-elseve-oleo-extraordinario.html

Deixe uma resposta