Subir na balança com frequência atrapalha a dieta, diz estudo – em Nutrição

Estudo realizado na USP revela que subir na balança com frequência pode aumentar a ansiedade e atrapalhar a dieta



Neurose da balança

A balança pode ser uma inimiga na batalhar de redução de peso
Foto: SXC

Segundo um estudo realizado pela nutricionista Adriana Kachani, e apresentado no Instituto de Psiquiatria da USP, subir na balança com frequência pode deixá-la ansiosa e atrapalhar a dieta.

A nutricionista analisou 125 candidatos com e sem transtornos alimentares (bulimia e anorexia) . Os resultados mostraram que as pessoas mais insatisfeitas com o peso tendem a se pesar com mais frequência. Se o resultado não for o esperado, a pessoa pode desanimar com a dieta, achando que seus esforços são em vão. Ainda de acordo com o estudo, se pesar em excesso pode levar à depressão, distorção da imagem corporal.

E a pesagem vai além da curiosidade. Na  tese, a nutricionista pode concluir que a a consulta à balança funciona como um cartão verde para poder comer mais ou menos. Em alguns casos, a paciente buscava na pesagem, a aceitação do corpo.


A melhor maneira de se pesar

Quando você inicia uma dieta, o ideal é se pesar semanalmente ou a cada 15 dias. A parte da manhã, ao acordar, é a melhor hora, pois o corpo ainda não sofreu alterações de peso, como retenção de líquidos e comida (claro, estômago cheio, pesa mais).

Para que a comparação seja certa semana a semana, escolha sempre o mesmo dia e use a mesma roupa. Vestimentas muito pesadas podem fazer diferença de até 1 kilo.

Os resultados de pesagem podem ser diferentes de balança para balança. Por isso, o ideal é se pesar sempre na mesma. Ah, e não esqueça! Antes da TPM, o corpo incha e a diferença pode chegar até a 2 kilos.

 

O artigo Subir na balança com frequência atrapalha a dieta, diz estudo – em Nutrição
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/dieta/nutricao/subir-na-balanca-com-frequencia-atrapalha-a-dieta-diz-estudo/2206

Deixe uma resposta