Resenhando um clássico: Iluminador Touche Éclat YSL

Meu Deus, tô me sentindo muito em 2008 com esse post! hahahaha Fato é que o Iluminador Touche Éclat YSL era o queridinho da época. Eu sonhava em ter um e, quando finalmente deu, fiquei toda feliz! Aí anos se passaram, as maquiagens Yves Saint Laurent saíram do mercado nacional e agora, em 2021, estão de volta!

Iluminador Touche Éclat YSL

Fato é que o Touche Éclat nunca foi um corretivo, mas um iluminador para ressaltar áreas do rosto. Porém, eu mesma usava como se fosse um e lembro de, apesar de achar a cobertura leve, ter ele como um bom aliado antiolheiras. Para desfazer essa confusão, a YSL tem hoje o Touche Éclat Radiant Touch, que é meu resenhado de hoje, e o Touche Éclat High Cover, esse sim um corretivo.

O que diz a marca:

A Caneta Iluminadora Touche Éclat ajuda instantaneamente a iluminar suas melhores características faciais, dando um acabamento natural e luminoso. Aplicar em áreas onde haja sombra natural ou profundidade para iluminar e reduzir os sinais de fadiga. Faz seu rosto parecer mais vibrante e saudável – considere sua arma secreta para conquistar a arte da pele.

Modo de usar:

Aplique após a base ou diretamente na pele nua para uma tez luminosa e com o rosto fresco. Para aplicação direta no rosto, use a ponta da caneta para aplicar o produto diretamente na pele e misture batendo suavemente com os dedos limpos.

Características e cartela de tons

Atualmente, estão disponíveis seis tonalidades para o produto. A que tenho aqui é a 2.5 – Luminous Vanilla. Cada caneta vem com 2,5 ml, botão para dar vazão ao conteúdo e uma ponta em forma de pincel, para facilitar a aplicação. Como você pode ver abaixo, ele tem diversas funcionalidades na maquiagem iluminadora:

OLHOS:
Aplique no canto interno do olho para uma aparência bem acordada.
Aplique ao redor da área dos olhos para adicionar luz e ajudar com o aparecimento de opacidade ou olheiras.
BOCA:
Aplique o produto nas linhas do sorriso da base do nariz para baixo para trazer luz natural para as rugas escuras ao redor da boca.
LÁBIOS:
Aplique uma pequena quantidade no meio do arco do cupido para adicionar luz ao topo dos lábios, dando a aparência de maciez e volume.
ROSTO:
Aplique o produto no ponto mais alto das maçãs do rosto e sobrancelhas para adicionar luz às suas feições e obter um efeito natural de escultura.

O que achei do produto

Em primeiro lugar, queria dizer que fazia tempo que eu não usava produtos em caneta como esse – teve uma fase da minha vida em que eu amava muito! De fato, a ponta de pincel, embora não sirva para dar acabamento, é perfeita pro tipo de aplicação sugerido pela marca. Encaixa com praticidade em qualquer lugar, sabe?

Falando sobre o tom, achei que é um pouco amarelado pra minha pele, mas esfumando com uma esponjinha pequena tipo gota fica tudo certo. A textura do iluminador é fininha, porém adiciona um certo nível de cor, o que pode funcionar super bem caso você não tenha muita olheira!

A minha é média – nem muito clara, nem muito escura – e vejo que rola bem, especialmente pra iluminar o canto interno dos olhos, perto do canal lacrimal. Além disso, é uma maravilha pra dar aquela arqueada na sobrancelha com um tom mais clarinho. Usando tanto em cima de um corretivo propriamente dito ou base, funciona sem pesar. Contudo, em dias muito quentes, acumula nas dobrinhas, especialmente das pálpebras superiores.

Veredito, fórmula e onde comprar

Continua sendo um produto bem interessante, mas é uma frescurinha luxuosa, vamos dizer assim. Se você tá podendo e gosta muito de maquiagem, sobretudo dos fundamentos do contorno facial, vai que vai! O iluminador Touche Éclat YSL custa DU-ZEN-TOS E NO-VEN-TA E NO-VE realidades – esses itens premium são geralmente caros, mas fiquei impressionada dessa vez! Alta absurda do dólar é meu palpite pro valor. Tem na Sephora.

O post Resenhando um clássico: Iluminador Touche Éclat YSL apareceu primeiro em Coisas De Diva – Resenhas sinceras e experiências da mulher adulta!.

Deixe uma resposta