Pós-parto: como se livrar dos pneuzinhos após a gravidez – em Cuidados com o corpo

Conheça algumas técnicas para se livrar daquelas gordurinhas localizadas após dar à luz

Por Fabiana Gonçalves/ Realização Tomaz Souza Pinto/ Adaptação Rebecca Nogueira Cesar



Linda (de novo) depois da gravidez

Linda (de novo) depois da gravidez

Foto: Ella Dürst

 

Voltar à forma de maneira rápida depois da gravidez é um sonho de dez em cada dez mulheres. E não é à toa, afinal, a mudança no corpo é muito grande, quando não drástica, dependendo de quantos quilos a futura mãe engordou durante a gestação. Mas esse não é o único problema. Até porque, existem mulheres — muitas, por sinal — que nem aumentam tanto o peso durante os nove meses ou o eliminam rapidamente logo depois de dar à luz. Por outro lado, sofrem com a flacidez aparente, as estrias que se espalharam pelo corpo, as manchas no rosto que se intensificaram nessa fase ou até mesmo as marcas de cicatrizes que não suavizaram com o tempo, como era previsto. “Em primeiro lugar, a paciente tem de ter paciência para o corpo ir retornando aos poucos ao que era antes da gravidez. Ficar ansiosa é pior. Seguir uma dieta balanceada e fazer ginástica é um bom começo”, adianta Silvia de Mello, dermatologista do Núcleo de Beleza e Saúde da Clínica Ivo Pitanguy (RJ).

Pensando em como atender especialmente às suas necessidades, conversamos com médicos que detalharam os procedimentos mais seguros e eficazes para combater os problemas que tanto afligem a mulher após a chegada do rebento, sem ter de partir para a cirurgia plástica. Aliás, as únicas ressalvas aqui são quanto aos seios flácidos e à queda de cabelo. Com relação aos seios, os especialistas são unânimes em afirmar que a melhor solução para devolver a textura, o tônus e dar um up nos mamilos é, sem dúvida, a cirurgia. “Mas se ainda não é possível, a prática de exercícios físicos para melhorar o tônus do músculo peitoral ajuda a sustentar a glândula mamária e o tecido subcutâneo local”, indica Claudia Marçal, dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e diretora da Clínica Dermatológica Espaço Cariz (SP).Já a queda de cabelo, infelizmente, é normal. Mesmo depois de fortalecidos durante a gestação, eles devem cair. E essa queda geralmente se intensifica entre o terceiro e o sexto mês depois do parto. Mas se não houver nenhuma predisposição, o cabelo para de cair após esse período.

Adeus, Pneuzinhos!

Não tem jeito, infelizmente não podemos dizer que você foi a única sorteada com as gordurinhas localizadas. “Elas aparecem na gravidez mesmo quando a paciente engorda pouco, isto é um fato!”, admite Luciana Lourenço, dermatologista e professora doutora pela USP (SP).

Crio Redux

Para Luciana Lourenço, as gordurinhas podem ser tratadas com uma intervenção como a criolipólise, que não é invasiva. “Esse é um tratamento aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA) e que realmente traz bons resultados. Com uma única aplicação é possível eliminar de 20% a 25% da gordura”, garante a médica. “O Crio Redux utiliza um resfriamento intenso e localizado, cujas células de gordura são destruídas com o frio (daí o nome criolipólise), sem causar danos aos tecidos em volta. Uma vez ‘congelada’, a gordura não volta à sua forma normal, sendo eliminada pelo organismo”, afirma Denise Lage, dermatologista do Hospital Israelita Albert Einstein (SP). O organismo reage com uma resposta inflamatória que leva à destruição e eliminação dessas células, determinando uma melhora no contorno corporal, pela redução de medidas. São indicadas de uma a três sessões mensais.

Liposonix

“É o equipamento mais potente que existe no mercado”, garante Karla Assed, dermatologista (SP). “O tratamento com ultrassom focado atinge o tecido gorduroso de forma não invasiva e causa uma efetiva destruição das células de gordura na área tratada”, afirma Cláudia Magalhães, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (PE). “Com apenas uma sessão, a paciente perde medidas o suficiente para diminuir o manequim em um número”, garante. A sessão dura de 30 a 60 minutos. O desconforto do tratamento é leve, com uma sensação de formigamento e/ou calor no local. “O resultado aparece entre oito e 12 semanas após a primeira aplicação, considerando que nesse período a gordura destruída será metabolizada e eliminada”, afirma a médica. São indicadas de duas a três sessões mensais.

Todos esses tratamentos devem ser feitos apenas depois de uma avaliação médica especializada e seguidos à risca para conseguir o resultado desejado.

 

O artigo Pós-parto: como se livrar dos pneuzinhos após a gravidez – em Cuidados com o corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/corpo-e-rosto/corpo-e-rosto/cuidados-com-o-corpo/posparto-como-se-livrar-dos-pneuzinhos-apos-a-gravidez/3801

Deixe uma resposta