Osteoporose afeta uma em cada três mulheres em todo o mundo

Veja a matéria completa sobre Osteoporose afeta uma em cada três mulheres em todo o mundo e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

A osteoporose é uma doença silenciosa que afeta uma em cada três mulheres com mais de 50 anos, segundo dados do último relatório da International Osteoporosis Foundation (IOF). No Brasil, estima-se que dez milhões de pessoas sejam acometidas pela doença.

A fraqueza dos ossos, que atinge principalmente as mulheres, é perigosa e a principal causa das 334 fraturas de quadris diárias no País. Desse total, 20% não sobrevivem após a quebra e 45% perdem a independência.

Uma pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem em conjunto com a Unifesp identificou que 50% das paulistanas correm risco de desenvolver a doença. Para chegar a esse número, foram realizadas 8 mil exames de densitometria óssea.

Prevenção

Evitar a doença ainda é o melhor caminho. Exercícios físicos regulares e ingestão de cálcio suficiente são as principais – e mais eficazes – formas de prevenção.

A pesquisa Firme e Forte Osteoporose 2012, realizada pelo IBOPE e pela Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), revelou que, ao contrário do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, mais de 60% das brasileiras não ingerem as três porções de cálcio indicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Além disso, entre as mulheres com 45 anos ou mais, somente 39% já realizaram exame para detectar o problema. “Nunca é cedo demais para iniciar a prevenção”, alerta o ginecologista Bruno Muzzi, presidente da Abrasso.

A análise foi realizada em duas etapas, ambas quantitativas. Na primeira, foram entrevistadas 1.008 mulheres com idade a partir dos 45 anos nas principais regiões metropolitanas do País. Já a segunda, contabilizou 2.002

O artigo Osteoporose afeta uma em cada três mulheres em todo o mundo foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/minhasaude/2012-10-20/osteoporose-afeta-uma-em-cada-tres-mulheres-em-todo-o-mundo.html

Deixe uma resposta