Ministério da Saúde regulamenta no Samu remédio que diminui mortes por infarto

Veja a matéria completa sobre Ministério da Saúde regulamenta no Samu remédio que diminui mortes por infarto e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Agência Brasil

O Ministério da Saúde publicou na edição de hoje (19) do Diário Oficial da União portaria que regulamenta, no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o uso do medicamento trombolítico Tenecteplase, que pode diminuir o número de mortes por infarto.   

O medicamento poderá ser usado nas seguintes unidades móveis de suporte avançado:  Vida Terrestre, Unidade de Suporte Avançado de Vida: Equipe Embarcação, Veículo de Intervenção Rápida e na Equipe Aeromédico do Componente Móvel Samu.

Para ofertar o medicamento, o ente federado deverá cumprir requisitos como ter habilitação no Ministério da Saúde de, no mínimo, uma das unidades móveis de suporte avançado do Samu e pactuar a oferta na Comissão Intergestores Bipartite ou no Colegiado de Gestão da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Veja sinais de que você pode estar infartando:

Dor no peito: sIntoma clássico, a dor também pode irradiar-se para o lado esquerdo do corpo e ombro, além das mandíbulas. É uma dor de pressão no peito. Foto: Thinkstock/Getty ImagesNáuseas ou vômitos: o infarto libera os sinais aminérgicos, que colocam a pessoa em alerta e causa dor no estômago. Foto: Thinkstock/Getty ImagesPalpitações: esse sintoma às vezes acompanha um infarto, por conta das arritmias provocadas por ele. Foto: Getty ImagesFalta de ar: o mau funcionamento do coração afeta os pulmões, que leva à falta de ar. Foto: Getty ImagesSudorese: esse sinal é causado pelos sinais aminérgicos, de alerta, quando uma pessoa está infartando. A sudorese sempre vem acompanhada de outros sintomas. Foto: Getty ImagesFraqueza excessiva e repentina: nem todas as pessoas que infartam tem esse sintoma, mas uma pequena porcentagem apresenta esse sinal. Foto: Getty ImagesTontura: Calvilho explica que somente algumas pessoas relatam que sentem tonturas, sempre acompanhadas por outros sinais. Foto: Getty ImagesDesmaio: pessoas podem ter uma síncope, decorrente de uma arritmia ou parada cardíaca. Foto: Getty ImagesTosse seca: com os pulmões afetados por conta do infarto, a pessoa pode ter tosses. A tosse sempre é acompanhada de outros sintomas. Foto: Thinkstock/Getty ImagesAnsiedade: um recente estudo canadense mostrou que, nas mulheres, o infarto também pode ser confundido com ansiedade e agitação . Foto: Getty Images

O ente federado precisa ainda encaminhar documentos definidos na portaria à Coordenação-Geral da Força Nacional de Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) para formalizar a habilitação.

Também está publicada no Diário Oficial da União portaria que aprova diretrizes gerais, amplia e incorpora procedimentos para a atenção especializada às pessoas com deficiência auditiva no SUS.

O texto define que o estabelecimento de saúde habilitado para esse tipo de serviço deve contar com responsável técnico, médico otorrinolaringologista, com título de especialista da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial.

Leia mais notícias de saúde

O artigo Ministério da Saúde regulamenta no Samu remédio que diminui mortes por infarto foi originalmente publicado em http://ig.saude.feedsportal.com/c/33518/f/637141/s/419cdc35/sc/14/l/0Lsaude0Big0N0Bbr0Cminhasaude0C20A140E120E190Cministerio0Eda0Esaude0Eregulamenta0Eno0Esamu0Eremedio0Eque0Ediminui0Emortes0Epor0Einfarto0Bhtml/story01.htm

Deixe uma resposta