Fotona 4D: minha experiência com o procedimento chamado de “Ferrari dos Lasers”

Vocês já ouviram falar em Fotona 4D? Esse é um procedimento super bem conceituado – tanto é que ele ficou conhecido como “Ferrari dos Lasers” (hahaha sim, é isso mesmo). E eu, que nunca tinha feito procedimento com laser no rosto, resolvi testar a convite e com recomendação da minha dermatologista, a Dra. Marina Guerini.

Ah, para quem gosta de procedimentos estéticos, já falei por aqui sobre botox e sobre Ultraformer.

Fotona 4D

O Fotona 4D é um tratamento que usa laser para tratar diversas camadas da pele. Esse é um tratamento que ajuda no estímulo de colágeno (ou seja, faz um lifting não cirúrgico) e também na textura da pele, que fica mais lisinha e viçosa. E como o próprio nome indica, o tratamento 4D é composto por quatro etapas. Em uma dessas etapas é usada uma ponteira intra-oral (por dentro da boca) que ajuda a estimular também o colágeno.

Eu fiz todas elas no mesmo dia – e fiz uma única sessão. Mas é possível também fazê-las separadamente.

Na sessão, são usados dois tipos de lasers, como dá para ver ali na tela. O ER Yag é um laser que ajuda a tratar rugas e flacidez da pele. E o NG Yag ajuda a tratar vasinhos.

Como é o procedimento?

O procedimento começa com a aplicação de um anestésico local. Depois de cerca de 20 minutos, é iniciada a sessão de laser, que dura em torno de uma hora. Totalizando, assim, por volta de 1h20 no total.

Falando em dor especificamente, as três primeiras etapas do procedimento achei muito tranquilas. Senti um calor ou uma fisgada leve eventualmente. Achei essa parte, que é a que leva mais tempo, super tranquila. Mas a última etapa, chamada de ‘véu de noiva’…. Olha, não vou mentir. Doeu, sim! E não foi pouco… Essa última etapa é a que ajuda a renovar as camadas mais superficiais da pele. Ou seja, é ela que deixa a pele mais lisinha, viçosa e bonita. E como ela é a última, a pele já está sensível das demais etapas.

Mas felizmente, ela é a mais rápida de todas. Acredito que dura cerca de dois minutos. Nunca fiz laser fracionado para comparar, mas segundo minha dermatologista, este é ainda mais dolorido.

Depois de terminada a sessão, fui para casa com a indicação de aplicar muito hidratante na pele e gelo também nos primeiros dias. Já fiz conteúdo por aqui com tudo que eu usei nesse período.

Pele pós Fotona 4D

Em tese, o período de recuperação pós-Fotona dura de três a quatro dias. Mas eu tenho a pele bem sensível – a recuperação total levou oito dias. O que acontece é que depois do procedimento, a pele começa seu processo de renovação. Então você vai ver toda a camada superficial da pele descamando.

Logo que cheguei em casa, minha pele estava com um leve ardido – que passou em algumas horas. Nos dois primeiros dias, a pele fica bem avermelhada e sensível, mas não dói mais. Depois disso, ela começa a descamar mesmo. E óbvio, não é recomendado puxar as pelinhas. Afinal, fiz todo um processo para renovar a pele, não vou ficar com marcas porque puxei as pelinhas, né? Então sim, fui paciente e esperei a pele descamar por completo.

Durante esse período, usei apenas produtos super hidratantes e adequados para peles sensíveis. Também segui usando protetor solar como de costume. Não usei nada de maquiagem.

Ao fim do processo, finalmente entendi porque o Fotona é chamado de Ferrari dos Lasers (haha). A pele fica mesmo lisinha, renovada, bonita. Os poros ficam menos aparentes e o aspecto geral é de pele mais jovem mesmo.

Um mês depois…

Cerca de um mês depois que eu fiz o procedimento, voltei ao consultório da Dra. Marina para a consulta de retorno. Nesse dia, ela me apresentou algumas imagens que fizemos no consultório com o Quantificare. Isso é uma ferramenta de análise 3D da pele. Nesse dia, notamos várias mudanças positivas na pele, como o viço e firmeza, que melhoraram bastante. Mas há dois itens em que as mudanças ficam bastante óbvias, fotografei para mostrar para vocês. As fotos à esquerda foram feitas em maio de 2021, as à direita foram feitas em setembro de 2021.

Na foto acima, as manchas mais escurecidas indicam pontos de hiperpigmentação. Na segunda imagem dá para ver como a pele ficou bem mais uniforme, né?

E nessa imagem acima, as áreas avermelhadas indicam vasinhos. Essa questão também melhorou bem!

Fotona 4D: em vídeo

Para quem quiser ver mais detalhes de como fica a pele no pós procedimento, recomendo o vídeo abaixo. Além disso, tenho um destaque no nosso Instagram onde comento sobre o Fotona também.

E, já que você está por aqui e curte nosso conteúdo, que tal dar um pulinho também no nosso canal do Youtube? Se inscreve lá! Quem sabe você não nos ajuda a chegar aos 200 mil inscritos? <3

Onde fazer? Quanto custa?

Eu fiz o procedimento na Idel Curitiba, clínica onde minha dermatologista, Dra. Marina Guerini, atende. A seção do Fotona 4D (com as quatro etapas) custa R$ 4.500. É possível, porém, fazer as etapas em separado – cada uma custa cerca de R$ 1.200.

O post Fotona 4D: minha experiência com o procedimento chamado de “Ferrari dos Lasers” apareceu primeiro em Coisas De Diva – Resenhas sinceras e experiências da mulher adulta!.

Deixe uma resposta