Emagreça da Forma Certa:Dieta Cetogênica Cíclica

A matéria Emagreça da Forma Certa:Dieta Cetogênica Cíclica
você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.

É muito chato falar sobre dieta pois cada pessoa tem uma opinião diferente sobre o que funciona e o que não funciona para si. Tem gente que acha que tudo é muito fácil, “basta beber muita água, comer legumes e frutas, fazer uma RA e caminhada diária”. Pronto!

Descobriu a América com essa informação! A verdade é que pode parecer fácil para uns, muito difícil para outros e impossível para uma minoria. Isso vai depender de muitos, muitos e muitos fatores que a moça lá da receita milagrosa do “basta beber muita água e blá, blá, blá” não vai conseguir “diagnosticar” olhando pra você.

Hoje eu queria falar sobre uma dieta muito controversa que já foi readaptada várias e várias vezes por estudiosos e, em 2011, ganhou um novo “plus”: a dieta cetogênica cíclica. O plus de 2011 ficou por conta do “cíclica”.

A dieta cetogênica, mais conhecida como dieta do Dr. Atkins, já foi sabatinada inúmeras vezes pelos adoradores de carboidratos que acreditam que um ser humano precise de muitos gramas de carboidratos por dia para ter uma alimentação balanceada e saudável. Eu não vou falar sobre isso neste post, pois, caso o faça, o post vai ficar quilométrico.

Além disso, acredito que cada pessoa tem sua fórmula. Então, vamos por partes e, desta vez, vou me concentrar em falar da dieta cetogênica cíclica.

Quando comemos menos calorias do que gastamos, acabamos por perder peso e, infelizmente, massa magra junto. Magra e flácida, de jeito nenhum, não é mesmo? Para este caso, a dieta cetogênica cíclica se torna muito eficaz. A promessa é de perder peso conservando a massa magra.

A dieta do Dr. Atkins, provava que a epidemia de obesidade tinha como causa principal a ingestão indiscriminada de carboidratos e não de gorduras, como se acreditava. Afinal de contas, a maioria da população mundial come 100 vezes mais carboidratos do que algumas décadas atrás.

Na dieta cetogênica comum a quantidade de carboidratos ingerida por dia é de 30g. Em compensação, as fibras, proteínas e gorduras (a gordura boa, claro) são liberadas. Funciona assim: o corpo usa os carboidratos como fonte primária de energia. Quando cortamos o carboidrato, o corpo passa a usar a gordura como fonte primária.

Por isso, segundo a dieta cetogênica, você precisa ingerir gordura para que o seu corpo passe a queimá-la. Parece estranho, mas é o que acontece. Se você não ingerir gordura, não conseguirá induzir o seu corpo a queimá-la. O seu corpo, esperto que é, vai tentar guardar as reservas que tem ao invés de queimar.

Quando a gordura boa começa a ser a fonte primária de energia do seu corpo (isso acontece após 3 dias de redução de carboidratos), ele vai começar a utilizar a gordura dos alimentos e das suas reservas localizadas.

Como não há mais carboidratos em grande quantidade, não há mais os picos de insulina que geram as terríveis gorduras localizadas, além de não haver mais a inibição da liberação do hormônio de crescimento que está relacionado à síntese de músculos no corpo ao fazermos os exercícios físicos.

Os 3 primeiros dias, quando o corpo sai do modo “carboidrato” para o modo “gordura”, são os mais difíceis, principalmente quando não há suplementação das vitaminas (o melhor suplemento para esse caso é o CENTRUM).

Após essa fase, o organismo começa a ficar mais disposto, o seu nível de concentração começa a aumentar e o seu cérebro agradece por não está mais consumindo açúcares, melhorando, inclusive, problemas como a depressão.

O plus da dieta cetogênica tradicional, é dado com o consumo de carboidratos a cada 5 dias para preencher os estoques de glicogênio. Como o corpo leva 3 dias para se readaptar, então consuma carboidratos bons por apenas dois dias e volte à dieta cetogênica.

Resumindo, são 5 dias comendo proteínas, fibras e gorduras boas + 2 dias comendo proteínas, fibras, muitos carboidratos e pouquíssima gordura.

Lembre-se de que frutas têm muitos carboidratos e devem ser consumidas com atenção à tabela de carboidratos que você encontra disponível na internet toda. Além disso, quando falamos em carboidratos, estamos falando dos bons carboidratos como arroz integral, macarrão integral, açúcar mascavo, etc. Nada de doces, sorvetes, açúcar branco, etc.

Nas duas primeiras semanas da dieta, não há uma necessidade de fazer a pausa de 2 dias de consumo de carboidratos. No mais, é só prestar atenção às listas de fibras, proteínas e gorduras e observar sempre a quantidade de carboidrato do alimento para não passar dos 30g permitidos diariamente.

O queijo, por exemplo, é um alimento classificado como “proteína” na dieta cetogênica, porém, possui 2 g de carboidratos por 100g de queijo. Por isso, ter uma lista de carboidratos em mãos é fundamental.

É claro que essa dieta pode não ser a ideal para você, mas é excelente para uma grande maioria, que não consegue emagrecer facilmente e nunca entendeu o motivo disso! Fica a dica…

Alguns alimentos ricos em gordura boa (ácidos graxos):

 

Peixes
Salmão
Cavala
Truta
Atum
Sardinhas
Anchovas
Bacalhau Preto
Linguado
Mexilhões
Óleos Vegetais
Óleo de Cânhamo
Óleo de Semente de Uva
Óleo de Linhaça
Azeite
Óleo de Canola
Frutas, Nozes e Sementes
Abacate
Avelã
Amêndoa
Castanha de Caju
Amendoim
Castanha do Brasil
Semente de Abóbora
Pistache
Gergelim
Semente de Girassol

Beijos da Lô

Estudante de Engenharia e futura cientista. Adoro fazer testes e fórmulas exclusivas para o PB. Amo química, neurociência e sorvete.

Artigos Relacionados:

O artigo Emagreça da Forma Certa:Dieta Cetogênica Cíclica
foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/emagreca-da-forma-certadieta-cetogenica-ciclica.html

Deixe uma resposta