Dicas para melhorar o desempenho do cérebro – em Mulher de Corpo


Reportagem: Monique Zagari Garcia



dicas-para-melhorar-desempenho-cerebro

A leitura é uma das atividades recomendadas para estimular o funcionamento do cérebro
Foto: Shutterstock 

Que tal melhorar o desempenho da fascinante “máquina” que é o cérebro? Nunca é tarde para mudar os hábitos e trabalhar duro para ser uma pessoa mais criativa, concentrada, saudável… “Para tirar o melhor dessa estrutura, é preciso aparar inúmeras arestas comportamentais e exercitar no dia a dia cada complexa função cerebral”, ressalta o neurologista Leandro Teles (SP). Pensando nisso, experts no assunto selecionaram algumas dicas para dar aquela turbinada no cérebro. Confira: 

Cuide dos ambientes

O ambiente é fundamental para a relação entre o cérebro e os estímulos. Para que exista concentração, foco e boa memorização é importante que não haja competição de estímulos, excessos visuais, bagunça, ruídos, temperatura inadequada etc. “O rendimento mental, em termos de produtividade, criatividade, memória e raciocínio lógico, é superior em ambientes estruturados, pensados e inteligentes, com as coisas relevantes expostas e organizadas e o irrelevante longe da percepção”, afirma Leandro.

Descanse o suficiente

O sono e o descanso são fundamentais para a atividade intelectual em alto nível. De acordo com Leandro Teles, ninguém consegue exercer toda sua capacidade intelectual se não está com o corpo adequadamente descansado. “Os momentos de descanso prolongado ou uma boa noite de sono (principalmente durante o sono REM, que é a fase reparadora do mesmo), é quando o cérebro reorganiza todas as informações recebidas, consolida o aprendizado e normaliza emoções”, revela Edson Issamu, neurologista do Hospital São Camilo (SP). Além do sono, Leandro Teles também considera fundamental o período de férias, os finais de semana, feriados e tudo o que possa ajudar na organização e recuperação da “overdose mental” que é a rotina.

Alimente-se bem

De acordo com o neurologista, a relação entre alimentação e funções cerebrais superiores é intensa e complexa. O sistema nervoso é sensível à alimentação muito calórica, rica em gorduras de má qualidade e em grandes porções. As dicas do médico são consumir alimentos de fácil digestão, fontes de gordura de boa qualidade (ômega 3, por exemplo), bastante líquido e evitar álcool e estimulantes, como a cafeína em excesso. “As escolhas devem priorizar verduras, legumes, grãos, carnes magras e frutas (ricos em nutrientes e vitaminas do complexo B).  Em médio e longo prazo devemos controlar o peso e evitar distúrbios do colesterol, que podem levar a aterosclerose, danificando os vasos cerebrais. Outra substância que deve ser evitada é a nicotina. O cérebro é bastante sensível às nossas escolhas alimentares”, garante.


Organize seu tempo

Segundo Edson Issamu, a organização do tempo faz com o cérebro trabalhe de maneira organizada, sólida, tranquila, sem sobressaltos ou “acidentes de percurso” que provocam situações emocionalmente desfavoráveis – o que altera o nível de atenção, raciocínio e capacidade de tomar decisões da pessoa. “As pessoas acumulam seus afazeres, querem fazer tudo de uma vez e isso também resulta em uma queda brutal na qualidade das atividades cotidianas. Por isso, procure fazer seu dia render mais, estabeleça uma agenda com lógica interna e prioridades e faça uma coisa de cada vez”, orienta Leandro Teles. 

O artigo Dicas para melhorar o desempenho do cérebro – em Mulher de Corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/blogs/blogs/mulher-de-corpo/dicas-para-melhorar-o-desempenho-do-cerebro/3205

Deixe uma resposta