Cinco dicas para se bronzear sem prejudicar a pele – em Cuidados com o corpo

Se você deseja pegar um bronze no verão, siga essas cinco dicas para não trazer riscos futuros à sua pele

Reportagem: Camila Saipp



como de bronzear sem prejudicar a pele

A exposição solar deve ser evitada entre 10h e 16h
Foto: Danilo Borges 

Com a chegada do verão e do sol forte que enfrentamos nesses dias, tudo o que a maioria das mulheres deseja é uma temporada na praia para conseguir aquele bronzeado de dar inveja. Porém, se expor sem as devidas proteções ou exagerar na dose pode resultar exatamente no efeito contrário e, ao invés de voltar das férias linda e bronzeada, você corre o risco de aparecer no trabalho com uma bela insolação ou vermelha como um camarão.  
O dermatologista Fernando Passos de Freitas é daqueles que não proíbe as pacientes de tomar sol, mas faz uma série de ressalvas e indicações: “O excesso de sol pode trazer prejuízos à saúde da pele, mas com medidas simples, muitas vezes, torna-se possível conseguir uma bela cor sem colocar a pele em risco”. Pensando nisso, ele elaborou cinco dicas de ouro, anote!

Use filtro solar sempre

Aplique o produto 30 minutos antes da exposição solar e reaplique-o de acordo com a transpiração ou após entrar na água. “Fique atento às regiões do corpo normalmente esquecidas como as orelhas, os lábios, dorso dos pés e das mãos”, ressalta o médico.

Bronzeie-se gradualmente

Não tente adquirir a cor do verão inteiro no primeiro dia de férias. O bronzeado só começa a aparecer de 48 a 72 horas após a primeira exposição solar. “Este é o período necessário para que a melanina (pigmento que dá cor à pele) seja produzida e liberada pelas células”, explica o médico. E lembre-se: evite a exposição ao sol entre 10h e 16h.

Respeite seu tom de pele

Não adianta exagerar. Dependendo do tom de pele, é quase impossível você terminar o verão com a pele dourada ou moreninha. Portanto, veja a tabela abaixo:

Tipo de pele              Descrição

Tipo I                          Pele muito clara, sempre queima, nunca bronzeia

Tipo II                         Pele clara, sempre queima e, algumas vezes, bronzeia

Tipo III                        Pele menos clara, às vezes queima e sempre bronzeia

Tipo IV                       Pele morena clara, raramente queima e sempre bronzeia

Tipo V                        Pele morena escura, nunca queima e sempre bronzeia

Tipo VI                       Pele negra, nunca queima e sempre bronzeia

Aposte na esfoliação

Para retirar todas as células mortas e garantir um bronzeado uniforme e duradouro, faça uma leve esfoliação na pele três dias antes da exposição ao sol.

Alimente-se bem

Outra dica é dar uma “mãozinha” ao organismo. Escolha alimentos ricos em betacaroteno, substância que ajuda a ativar o bronzeado.  “Nessa lista entram cenoura, abóbora, mamão, melão, batata doce, couve, repolho, espinafre, agrião e o brócolis”, ensina o médico. Além de auxiliar no tom da pele, o betacaroteno é um antioxidante que ajuda a prevenir o envelhecimento.

 

O artigo Cinco dicas para se bronzear sem prejudicar a pele – em Cuidados com o corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/corpo-e-rosto/corpo-e-rosto/cuidados-com-o-corpo/cinco-dicas-para-se-bronzear-sem-prejudicar-a-pele/3089

Deixe uma resposta