Café da manhã: aprenda a montar o seu de acordo com suas necessidades – em Nutrição

Aumentar o pique, reforçar as defesas ou até controlar a ansiedade antes de um acontecimento importante. Aprenda a montar o seu café da manhã de acordo com as suas necessidades

Reportagem: Rita Trevisan e Thaís Macena



cafe da manha

Os especialistas afirmam que quem toma o café da manhã logo que acorda tem mais

facilidade para manter o peso

Foto: Xico Buny

Tomar um bom café da manhã é a chave para passar o dia todo disposta, evitar as compulsões e acelerar a perda de peso. Mas isso não é tudo. É possível montar um cardápio para essa refeição de acordo com as suas necessidades: seja aumentar o pique, reforçar as defesas ou até controlar a ansiedade antes de um acontecimento importante.

Não é por acaso que o desjejum é a refeição mais importante do cardápio. É ele que fornece a energia para as atividades que serão desempenhadas pela manhã e que geralmente pedem um esforço mais intenso, físico ou intelectual, do que nos outros momentos do dia.


E a questão vai além: o metabolismo de quem fica 12 horas ou mais sem comer também passa a funcionar em ritmo lento, péssimo negócio para quem quer se livrar das gordurinhas. Isso sem falar na queda do rendimento e no mal-estar que pode aparecer na sequência. “É muito comum que, por conta da hipoglicemia, a pessoa que não come de manhã sinta enjoos, sudorese e tonturas”, avisa Raquel Maranhão, nutricionista (RJ).

Mas não adianta comer o que der na telha. O menu do café da manhã pede qualidade. Quem come sem muito critério, enfatizando, por exemplo, os carboidratos simples, tem uma tendência maior a beliscar guloseimas ou a exagerar no almoço, por conta da queda brusca de glicose que esses alimentos proporcionam e que abre o apetite.


Idealmente, a primeira refeição do dia deve conter carboidratos integrais (pães, torradas ou bolachas), que garantem energia e são ricos em fibras; frutas, fontes de vitaminas, minerais e antioxidantes; e pelo menos uma porção de proteína (clara de ovos, queijos ou iogurte), que ajuda no desenvolvimento e na reparação muscular. Porém, essa regrinha básica também pode ser modificada de acordo com a sua necessidade.  

Vanessa Portella, nutricionista funcional (RJ), elaborou algumas sugestões de cardápios para ajudar em situações específicas, quando a preocupação é proteger o coração, os ossos ou mesmo os músculos. Há também opções de cardápio para baixar a ansiedade, fortalecer a imunidade, aumentar a energia e acelerar o metabolismo. É só escolher o que casa certinho com os seus objetivos e aproveitar!

Bom apetite e um excelente despertar!

*Produção Janaína Cabral / Louças: Preçolândia

O artigo Café da manhã: aprenda a montar o seu de acordo com suas necessidades – em Nutrição
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/dieta/nutricao/cafe-da-manha-aprenda-a-montar-o-seu-de-acordo-com-suas-necessidades/2530

Deixe uma resposta