Beijar é bom, mas vá com calma: veja 5 doenças transmitidas pela troca de saliva

Veja a matéria completa sobre Beijar é bom, mas vá com calma: veja 5 doenças transmitidas pela troca de saliva e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Getty Images

Os batimentos cardíacos chegam a 150 por minuto, cerca de 29 músculos são movimentados e, em média, 12 calorias são perdidas em um beijo caprichado. Mas nem só de benefícios para o corpo é feito esse encontro entre os lábios. Em época de Carnaval, em que o clima de paquera é mais intenso, Mariana Volpe Arnoni, infectologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, de São Paulo, alerta para o problema. “Temos, pelo menos, cinco doenças relevantes que podem ser transmitidas pelo beijo.”

No entanto, de acordo com a especialista, não é o beijo em específico o responsável pela transmissão. “Quando as pessoas se beijam, acontece uma troca de salivas, o que permite o contato com a doença”, explica. O vírus ou a bactéria, presentes na saliva e na secreção respiratória da pessoa infectada, entra então em contato com quem está saudável, contaminando seu organismo. “A própria tosse com gotículas de saliva do doente também pode contaminar.”

Leia também: Cáries podem ser contagiosas

Para evitar problemas, a médica orienta os foliões. “É importante que as pessoas se alimentem da forma correta, ingerindo as vitaminas adequadas para que o corpo esteja prevenido e resista a possíveis infecções.”

Caso alguém note alguma alteração no corpo, como febre, dor de garganta e a presença de gânglios no pescoço, entre outras características típicas de doenças virais e bacterianas, a recomendação é procurar atendimento médico para fazer o tratamento adequado.

Conheça cinco doenças que podem ser transmitidas pelo beijo:

Mononucleose  popularmente chamada de “a doença do beijo”, ela tem como vírus responsável o Epstein-Barr, da família Herpesviridae. Os sintomas são febre, dor de garganta, gânglios no pescoço e até alterações no fígado e no baço.

Herpes simples – os vírus de tipo 1 (oral) e 2 (genital) provocam lesões bolhosas em pele e mucosas, que podem reativar periodicamente;

Meningites – ocorre quando, por alguma razão em específico, bactérias e vírus vencem as defesas do organismo e atingem as meninges, membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Causa febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço;

Hepatite A –  causada pelo vírus VHA, a doença tem como sintomas: febre, dores musculares, cansaço, mal-estar, inapetência, náuseas, urina escura e vômito. Além da via oral-fecal, pode ser transmitida por meio de alimentos ou água contaminados;

Gripes e resfriados – a gripe ocorre quando organismo é infectado pelo vírus influenza, enquanto o resfriado pode ser causado por vários tipos de vírus, como o rinovírus ou coronavírus. Provocam febre, dores de cabeça e no corpo, tosse, coriza, mal-estar e fraqueza.

Leia mais notícias de saúde

O artigo Beijar é bom, mas vá com calma: veja 5 doenças transmitidas pela troca de saliva foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/minhasaude/2014-02-21/beijar-e-bom-mas-va-com-calma-veja-5-doencas-transmitidas-pela-troca-de-saliva.html

Deixe uma resposta