Você tem pré-diabetes? Esses 4 sinais mostram que sim, veja quais – em Mulher de Corpo

Ser magra não quer dizer que você está livre da pré-diabetes. Entenda a gravidade deste mal e descubra se você se encaixa neste quadro

Texto Amábile Reis | Adaptação Ana Araujo



Sintomas da pré-diabetes

Ser magra não livra você da pré-diabetes. Descubra os sintomas deste mal

Foto: Shutterstock

O Brasil é o quarto país com maior número de diabéticos do mundo, atrás apenas de China, Índia e Estados Unidos. E, para piorar o quadro, as mulheres estão no topo dos diagnósticos, representando a maior proporção de pacientes: já somos 5,4 milhões. Mas antes de ser diagnosticada com diabetes, muitas apresentam o chamado pré-diabetes, quando a glicose, elevada, fica entre 100 mg/dl e 125 mg/dl em jejum (na diabetes, esse número é acima de 126 mg/dl). Apesar de perigoso, esse quadro é capaz de ser revertido. O problema é que se trata de um mal silencioso. “Com o tempo e sem diagnóstico, a pré-diabetes pode acarretar doenças renais e cardíacas, danos aos olhos, aos nervos periféricos e ao intestino, que pode ficar preso ou solto, e, claro, evoluir para diabetes do tipo 2”, ressalta a endocrinologista Mariana Farage, do Rio de Janeiro.


E como você chega a um estado desse? “Com a correria do dia a dia, a mulher tende a comer mais produtos industrializados, que são ricos em açúcar. A má alimentação aliada ao sedentarismo e possível sobrepeso multiplicam a chance de desenvolver o problema”, pontua a especialista. Por isso, atenção aos quilinhos a mais na região da cintura! “A gordura abdominal gera mais gordura visceral, aquela que fica entre os órgãos. Assim, ficamos mais resistentes à ação da insulina e temos dificuldade de usar esse hormônio, que metaboliza o açúcar. Com o tempo, isso pode progredir para um quadro de diabetes.”

Apesar de a pré-diabetes ser silenciosa, há alguns sinais para prestarmos atenção, de acordo com Mariana. Dê uma olhada e veja se está passando por estas situações:

1. Visão borrada: após a alimentação, o nível de glicose aumenta e isto pode alterar a refração da luz de dentro dos olhos. Isto pode deixar a vista embaçada por até 2 horas depois da refeição.

2. Cortes e machucados demoram a cicatrizar: a microcirculação fica comprometida, havendo diminuição de chegada de nutrientes nesta região. Logo, há dificuldades com a comunicação desta área e as veias e artérias menores.

3. Neuropatia: causa dormência, formigamento ou dor nas mãos e nos pés.

4. Nefropatia: é uma lesão renal inicial e que, com o tempo, pode gerar uma insuficiência do órgão.

Revista Corpo a Corpo | Ed. 329

Assine já a CORPO e garanta 6 meses grátis de outro título

O artigo Você tem pré-diabetes? Esses 4 sinais mostram que sim, veja quais – em Mulher de Corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/blogs/blogs/mulher-de-corpo/voce-tem-prediabetes-esses-4-sinais-mostram-que-sim-veja-quais/10375

Deixe uma resposta