Testei: Paul Mitchell Super Skinny Smoothing

A matéria Testei: Paul Mitchell Super Skinny Smoothing você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.

Essa linha acabou com o meu cabelo e se não fosse a maravilhosa linha OROFLUIDO salvá-lo, eu nem ia sair de casa esse final de semana!

Eis que eu aproveitei o momento em que o meu cabeleireiro estava de folga, para fazer danação e testar um Paul Mitchell que eu estava de olho faz tempo e queria mostrar aqui no PB pra vocês.  O resultado foi o cabelo mais podre, esbagaçado e despigmentado que eu já tive na vida! Nem quando eu descolori inteirinho ele ficou tão ruim. Uma coisa que a nossa Hair Expert, a Ju, vive tentando ensinar aqui no PB  é pra gente aprender  a verificar a necessidade do cabelo antes de usar algum produto ou técnica. É assim com a pele também.

Tem um post excelente aqui no PB em que a Ju ensina a identificar a necessidade do fio. Errar nisso, é fatal! A linha foi péssima pra mim, para o MEU tipo de fio, pro seu, pode ser bom, mas há um “porém” que eu explico no final do post, pra dizer que eu realmente odiei essa linha e acho que ela “peca” na indicação. Vamos entender aos poucos os meus motivos.

Eu uso shampoos sem sulfatos no dia a dia e quando vou fazer alguma técnica de reconstrução, hidratação e etc, geralmente, eu uso a linha toda (inclusive os shampoos tendo sulfatos ou não), até por causa da questão do pH que é pensado para compor um kit profissional, dos componentes das formulações dos kits das técnicas e, também,  para poder opinar direito sobre a marca em análise.

Depois eu  volto a usar os sem sulfatos normalmente no dia-a-dia (meu último sonho de consumo é o COLOR ENDURE SULFATE-FREE SHAMPOO da Joico, mas eu não tenho coragem de pagar o preço dele).  Então, até aí, tudo bem, eu pensei: vou testar a linha do Paul Mitchell e depois faço o que sempre fiz. Nunca tive problemas e sempre obtive os melhores resultados fazendo isso.

O que eu não contava era que o Super Skinny Smoothing  do Paul Mitchell, iria arrebentar tanto assim o meu cabelo! Nem shampoo antirresíduo faz isso com ele, quando eu uso pra abrir as cutículas pra escova progressiva, por exemplo.  Tô achando que vou até comprar o bicho pra usar no lugar do antirresíduos de tão forte que ele reagiou no meu fio! Abriu as cutículas de um jeito que, quando o  meu cabeleireiro viu, só faltou ter um troço e me enfiou no lavatório pra uma hidratação com a linha OROFLUIDO (a salvação do bichinho- vou resenhar em detalhes em outro post, pois este tal de  orofluido merece dedicação total de tão bom que é).

Com a tragédia, fui ler resenhas de outras blogueiras sobre a linha. Umas afirmavam o mesmo problema que eu: na primeira e na segunda aplicação, obtiveram um cabelo tão ressecado que ficaram até com medo de usar depois. Li também algumas meninas relatando que a linha não dava certo se usar algum produto de outra linha (por isso, sempre que vou resenhar alguma linha profissional, uso todas as etapas da marca, mesmo que isso me custe a saúde dos fios, pois a cobaia tem que ser eu e não vocês). Outras meninas relataram sucesso total e cabelos muito lisos na terceira aplicação (o que não aconteceu na primeira e na segunda).

Então, com as resenhas das blogueiras na mente, fui analisar as descrições da marca pra ver onde foi a falha.

Descrição da marca:

“Kit suave de uso diário para todos os tipos de cabelo, especialmente rebeldes e com frizz. Seu uso amacia, hidrata e suaviza os fios e repara dos danos diários. Não prejudica a coloração. Combate o frizz e protege os fios.

Contém:

1-Paul Mitchell Smoothing Super Skinny Daily Shampoo 300ml: Alisa e hidrata os fios incontroláveis, tornando-os mais lisos e suaves ao toque. Ajuda a reduzir o tempo de secagem. Ideal para todos os tipos de cabelos. Limpeza e secagem rápida dos cabelos.

2-Paul Mitchell Smoothing Super Skinny Daily Treatment Condicionador 300ml: Para todos os tipos de cabelos. Suaviza e desembaraça. Ajuda a reparar e prevenir os danos superficiais. Alisa e amacia os fios incontroláveis, tornando-os mais lisos e finos, com um diâmetro menor que ajuda a reduzir o tempo de secagem.

3-Paul Mitchell Smoothing Super Skinny Serum 150ml: Serum para cabelos ondulados e cacheados. Suaviza, condiciona, protege e elimina o frizz dos cabelos, dando um brilho incrível. Proporciona uma secagem rápida e toque suave aos cabelos.

Ação:

Contém ingredientes mais finos e uma mistura ativada que proporciona brilho.

*Não é um produto agressivo, sendo completamente seguro para uso nos cabelos tingidos.

Limpeza e secagem rápida dos cabelos. Serum: contém Complexo Super Skinny único, os mais finos ingredientes protetores térmicos.”

Paul Mitchell Super Skinny composicao

Descrição da Lô:

Depois que eu li a frase “Não é um produto agressivo, sendo completamente seguro para uso nos cabelos tingidos” eu não quis nem ler o rótulo e analisar a química pra ver o motivo dele não funcionar nos meus fios. Eu acho que depois de afirmar isso, a marca deveria GARANTIR a saúde do  meu cabelo, pois ela diz explicitamente que é SUAVE e para QUALQUER tipo de cabelo, mesmo os tingidos. QUALQUER é QUALQUER. Sem mais. Não aceito explicações. Então, sendo assim, minha resenha sobre a linha acaba aqui, COM foto, que fala mais que mil palavras. Para quem conhece os meus cabelos nas fotos do facebook do PB, essa foto vai dizer tudo.

lo cabelo paul mitchell

Agora vamos ver o que salvou o meu cabelo disso tudo?

Meus fios voltando ao normal depois do tratamento com OROFLUIDO (ainda faltam as pontas hidratarem mais um pouco):

orofluido

O estado atual dele é bom, vou precisar de mais uma hidratação para reestruturar as pontas que ainda estão “puxando” um pouquinho, segundo o Edu QuaterBack, meu cabeleireiro. Mas o que o OROFLUIDO fez foi divino e mágico! Eu ia postar uma foto do meu cabelo todo assim de costas na hora de modelar, mas a cara do Edu escovando meu cabelo tava tão triste  por causa da minha danação que eu nem tenho coragem de colocar o bichinho feio desse jeito no meio do PB (risos).

lo cabelo orofluido

 

É que eu estou preparando meu cabelo pro noivado (vou usar um mega hair tic-tac, fazer escova progressiva e repigmentação dos fios no tom cobre dourado) e eu acabei de destruir a reconstrução da Joico que eu tinha feito para preparar os cabelos pra receber tudo isso com essa história de testar Paul Mitchell!

Resumindo:

Smoothing Super Skinny Paul Mitchell: não combinou com meu cabelo, ressecou demais, não dá pra mim.

OROFLUIDO: amor eterno!  *O orofluido é  mais concentrado e mais barato que o moroccan oil).

Beijos da Lô

O artigo Testei: Paul Mitchell Super Skinny Smoothing foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/testei-paul-mitchell-super-skinny-smoothing.html

Deixe uma resposta