Rio de Janeiro terá vacina contra febre amarela em todo o estado

Veja a matéria completa sobre Rio de Janeiro terá vacina contra febre amarela em todo o
estado e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


No Rio de Janeiro, 4,2 milhões de pessoas já receberam a vacina contra a febre amarela, segundo o Ministério da Saúde

Shutterstock

Mesmo aquelas cidades que não registraram casos da doença irão oferecer a vacina contra a febre amarela no Rio de Janeiro. Essa é a nova norma decretada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, que anunciou nesta segunda-feira (3) que, a partir de agora, os 92 municípios deverão imunizar seus moradores.

Leia também: Saiba se você precisa e onde tomar a vacina contra febre amarela

Com a declaração, o Rio de Janeiro passa a integrar os 20 estados que vão vacinar toda a população contra a febre amarela
. A medida também prevê que quem vai viajar para a região receba a proteção.

Até o momento, 4,2 milhões de cariocas já foram vacinados, e mais 1,5 milhão de doses da vacina serão entregues pelo Ministério da Saúde. Só neste ano, a pasta já havia disponibilizado 6,9 milhões de doses para o Rio de Janeiro. Nos próximos meses, se houver necessidade, 500 mil doses serão distribuídas a cada 30 dias até que toda a população-alvo seja atingida. Depois dessa fase, a vacinação entrará no calendário regular.

“O Rio de Janeiro não fazia parte desses estados. Passa agora a ser incluído entre os que receberão esta dose inicial, de cobertura de até 90% da população, que é a meta, e depois, anualmente, receberá novas doses para manter a cobertura vacinal”, explicou o ministro.

Durante a visita a uma unidade de saúde na zona norte da capital, Barros lembrou que, no Brasil, a doença é endêmica em 19 estados, que recebem doses regularmente para manter cobertura vacinal da população.

Recursos

Na mesma ocasião, Ricardo Barros participou do anúncio de recursos para a saúde no município do Rio, totalizando R$ 120 milhões. Com esse investimento, será possível a implantação de mais 600 equipes de atenção básica e mais 3.600 agentes comunitários de saúde.

Leia também: Vírus da febre amarela no Brasil tem mutação genética inédita no mundo

Até o fim de sua gestão, o ministro declarou que espera deixar uma estrutura modernizada para o acesso à saúde, permitindo que o cidadão possa ter contato com o serviço público de saúde até mesmo pelo telefone celular.

“Eu espero informatizar todo o sistema de saúde, prontuário eletrônico para todos os cidadãos, saber o seu lugar na fila, ter o controle do andamento dela, aprovar ou avaliar todo o serviço de saúde que recebe por smartphone. Será uma economia prevista de R$ 20 bilhões no sistema SUS com a informatização”, disse Ricardo 

Vacina

Além do Rio de Janeiro, Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina também têm a vacina contra febre amarela disponível a toda população.

A imunização é feita, principalmente, em pessoas que se enquadram na faixa etária entre seis meses a 59 anos, que nunca tenham recebido a proteção contra a enfermidade.

No Rio de Janeiro, até o dia 19 de junho, 22 casos da doença foram registrados no estado. Sendo oito deles tendo a morte como consequência. Nove casos continuam sendo investigados, de acordo com a pasta da Saúde.

No inverno os casos tendem a diminuir, já que a população do mosquito diminui. Considerando todo o estado, dos 797 casos confirmados, 275 foram á óbito.

Segundo o secretário estadual de Saúde do Rio, Luiz Antônio de Souza Teixeira, a vacina contra a febre amarela estará disponível em todas as unidades de saúde a partir do próximo sábado (8), quando haverá o Dia D contra a doença.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Hemocentro no Rio de Janeiro oferece vacina contra febre amarela a doadores

O artigo Rio de Janeiro terá vacina contra febre amarela em todo o
estado foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2017-07-03/febre-amarela-rio-de-janeiro.html

Deixe uma resposta