Nova vacina promete proteger até 91% contra as cepas de meningite B

Veja a matéria completa sobre Nova vacina promete proteger até 91% contra as cepas de meningite B e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Vacina contra meningite B servirá para pessoas de todas as faixas etárias, incluindo crianças, afirmou o estudo

vacina, vacinação criança

Uma nova vacina contra a meningite B foi desenvolvida para proteger o organismo de nove das 10 cepas – ou estirpes, que são as linhagens de um mesmo microrganismo – da doença. De acordo com os criadores do imunizante, a proteção é garantida em até 91% dos casos desta variação da inflamação.

Leia também: “Olá, sou a Harmonie sem mãos”: recuperação de menina após meningite surpreende

A meningite
B é a forma mais comum de meningite bacteriana e, de longe, a mais difícil de se prevenir porque existem muitas cepas a serem alvo. No entanto, os cientistas afirmam que a vacina, chamada de MenB-4C, poderá agir com a maior chance de eficácia na imunização de crianças e adultos.

A substância ainda está passando por alguns testes nos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e na empresa farmacêutica GlaxoSmithKline, fabricante da vacina.

Como funciona

O imunizante possui quatro componentes: três proteínas principais, encontradas na superfície da maioria das bactérias meningocócicas, combinadas com a membrana externa de uma estirpe de meningite B.

Juntos, esses constituintes estimulam o sistema imunológico para proteger contra futuras exposições a bactérias meningocócicas.

O estudo, publicado no mSphere, usou um teste de laboratório chamado Sistema de digitação de antígeno meningocócico (MATS) para analisar seu potencial.

A meningite é uma grande preocupação para os pais. Os adolescentes estão particularmente em risco porque propensos a encontrarem mais tipos de bactérias. As mudanças hormonais também podem torná-los mais suscetíveis.

Leia também: Depois de ser beijada por alguém com herpes, recém-nascido morre de meningite

Estudo

Em 2015, as cepas B da bactéria foram responsáveis por 40% dos casos de meningite em todas as faixas etárias, e mais de 60% dos casos em lactentes com idade inferior a um ano.

Os pesquisadores testaram amostras coletadas entre 2000 a 2008, e chegaram à conclusão de que 91% das cepas bacterianas seriam cobertas pela vacina.

“Estamos muito satisfeitos por ver que a vacina tem o potencial de cobertura da maioria das cepas de bactérias meningocócicas do grupo B atualmente circulando nos EUA”, afirmou o Dr. Gowrisankar Rajam, cientista da saúde no CDC.

No entanto, o especialista ressalta que é importante continuar a análise. “Estamos confiantes de que a técnica utilizada para verificar a cobertura será muito útil para detectar quaisquer alterações na expressão bacteriana desses antígenos”.

Meningite

A meningite é uma doença que pode ser letal, pois é capaz de infectar a corrente sanguínea e o revestimento que envolve o cérebro e a medula espinhal.

A bactéria pode ser transmitida de pessoa para pessoa, através de um contato próximo ou prolongado com secreções respiratórias ou da garganta – como tossindo, beijando ou vivendo de perto.

Outras vacinas contra meningite B já foram aprovadas e são utilizadas, mas até então, nenhuma oferecia uma cobertura tão alta. Os outros grupos da doença, como meningite A, C, Y e W também já têm seus imunizantes circulando pelo mundo.

Leia também: “Olá, sou a Harmonie sem mãos”: recuperação de menina após meningite surpreende

O artigo Nova vacina promete proteger até 91% contra as cepas de meningite B foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2017-11-23/meningite-b-vacina.html

Deixe uma resposta