Mulheres têm cerca de 3 vezes mais chances de contrair vírus da aids – em Mulher de Corpo

Entenda porque as mulheres correm mais risco do que os homens de serem infectadas!

Texto Livia Valim | Adaptação Ana Paula Ferreira 



Falta de informação sobre a aids ainda é uma grande aliada

da disseminação do vírus na ala feminina / Foto Shutterstock

Um estudo apontou que 35% dos casos de aids registrados entre 1980 e 2014 são de mulheres. Esse número, que cresce ano após ano, tem alguma explicação. A principal é que quem faz sexo passivo, seja vaginal ou anal, é mais propenso a receber o vírus. “Em relações heterossexuais, as mulheres têm cerca de três vezes mais chances de serem infectadas do que os homens”, explica David Salomão Lewi, médico infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein (SP). 

A falta de informação e o excesso de confiança no parceiro ainda são os maiores aliados da disseminação do vírus entre a ala feminina. Não existem dados concretos que comprovem, mas a experiência dos infectologistas que consultamos demonstra que a maioria das mulheres é infectada ao fazer sexo com seus parceiros fixos sem proteção. Estes, por sua vez, trazem o vírus para casa depois de terem relações extraconjugais desprotegidos. “Claro que a liberação sexual e a troca frequente de parceiros sem o uso de preservativo também ajudou nesse aumento”, completa David. 

O artigo Mulheres têm cerca de 3 vezes mais chances de contrair vírus da aids – em Mulher de Corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/blogs/blogs/mulher-de-corpo/mulheres-tem-cerca-de-3-vezes-mais-chances-de-contrair-virus-da-aids/10973

Deixe uma resposta