Mulher faz transplante de rosto que foi "cultivado" em seu peito

Veja a matéria completa sobre Mulher faz transplante de rosto que foi "cultivado" em seu peito e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Depois te ter o rosto desconfigurado por conta de uma complicação depois de uma febre, mulher recebe transplante

Shutterstock/Divulgação

Por conta de uma febre alta, uma chinesa, que se identifica como Ye Lv Zi, teve o nariz, lábios e bochechas destruídos quando ela tinha apenas dois anos de idade. Agora, com 27 anos, ela pode voltar a ter um rosto comum, com a ajuda de médicos especialistas. Porém, a técnica para fazer o transplante é um tanto ousada: o “novo rosto” será cultivado no peito dela!

Leia também: Primeiro transplante de cabeça do mundo deve acontecer em dezembro

O processo deve durar cerca de um ano até que o transplante
seja feito, conforme foi divulgado pela imprensa da China. A operação, que deve custar cerca de 500 mil yuans (mais de 220 mil em reais), pode dar à mulher uma “nova vida”.

Desde que Ye Lv Zi ficou doente, ela teve problemas para comer, conversar e viver em sociedade na aldeia remota da província de Hubei, onde vive. Com a complicação no rosto
, ela também perdeu os dedos da mão direita. Segundo o Hospital Popular de Shangai essa desfiguração pode ter sido causada por um caso raro de sepsis, infecção generalizada
.

A história dela foi compartilhada em um post nas redes sociais no ano passado. O texto conta o drama que ela vem vivendo desde então, e como sua vida tem sido sofrida por conta de sua condição.

A publicação chamou muita atenção da população e muitas pessoas simpatizaram e quiseram ajudar e vários profissionais médicos se propuseram a colaborar na reconstrução de seu rosto.

Leia também: Transplante transforma vida de homem que tentou se matar com tiro no rosto

Cirurgia envolve “cultivar” o rosto da chinesa em seu peito

Até que uma equipe do hospital de Shangai, liderada pelo renomado cirurgião ortopedista chinês Li Qingfeng, elaborou um plano médico pioneiro para ajudar Ye Lv Zi a ganhar um novo rosto. A equipe inclui médicos de cirurgia oral, cirurgia oral-crânio-maxilo-facial e outras competências médicas.

De acordo com o plano, os profissionais querem utilizar a pele que será retirada da coxa da mulher, e implantá-la em seu peito, usando a técnica de expansão do tecido.

O Dr. Li Qingfeng disse ao Shanghai Dragon TV que as características faciais da mulher não se desenvolveram completamente e isso a torna diferente das outras pessoas.

“A reconstrução da estrutura interna do nariz e da boca é mais difícil do que a dos pacientes normais queimados e feridos”, concluiu o médico.

Com a ajuda da tecnologia de impressão 3D, a equipe fez modelos em tamanho real dos recursos faciais atuais e potenciais da paciente, o que facilitou bastante o plano médico.

Assim que as partes do rosto estiverem totalmente crescidas, ele será então transplantado para a cabeça da mulher. Serão quatro estágios da cirurgia, que devem durar cerca de um ano.

A primeira etapa já foi concluída

Ye Lv Zi passou pela primeira fase da cirurgia no início de abril. A operação, que durou mais de 12 horas, tratou da remodelagem facial inicial. Para a recuperação completa, deve levar de dois a três anos.

Empolgada, ela postou em suas redes sociais: “eu aprecio cada oportunidade para uma mudança na vida. Eu quero experimentar mais – coisas boas ou ruins. Talvez seja esse o melhor presente que a vida me deu”.

A chinesa também disse que o hospital havia dito a ela para não se preocupar com o custo antes da cirurgia.

O novo método de crescimento tecidual já foi utilizado em outros pacientes, e foi desenvolvido pelo doutor Li Qingfeng e sua equipe. Por conta disso, ele já ganhou pela segunda vez o Prêmio Nacional de Progresso da Tecnologia Científica da China em 2016 e foi classificado como “o estilo chinês de mudança de rosto” pela mídia.

Leia também: Células-tronco são esperança contra rejeição de transplante de órgãos no futuro

O artigo Mulher faz transplante de rosto que foi "cultivado" em seu peito foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2017-04-12/chinesa-rece-transplante-de-rosto.html

Deixe uma resposta