Meningite B: preço da única vacina disponível assusta pais

Veja a matéria completa sobre Meningite B: preço da única vacina disponível assusta pais e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

O Dia

Lançada em abril, a vacina contra a meningite B surgiu como um alívio aos pais das crianças, principalmente abaixo de cinco anos. No entanto, as famílias têm encontrado dificuldade em obter a injeção, já que o medicamento não está disponível no Sistema Único da Saúde (SUS). Quem quiser prevenir o filho da doença, precisa pagar as duas doses, que custam cerca de R$ 1.200, em clínicas particulares.

A ocorrência da doença em duas crianças em abril no Rio levou pais a optarem pela vacinação particular

Divulgação

Apesar de a meningite B ser considerada altamente agressiva pelos médicos, alguns especialistas afirmam que a vacina contra essa doença não é a prioridade do programa oferecido pelo SUS, por não ter tantos casos quanto a do tipo C.

Segundo o Ministério da Saúde, no ano passado 17 mil pessoas foram contaminadas com qualquer tipo da patologia, mas apenas 146 com a do grupo B. Já a C seria responsável por 70% dos casos da doença meningocócica no país, segundo a presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Isabella Ballalai. Por isso, há maior necessidade em prevenir a transmissão deste tipo, afirma a especialista.

Leia também: Meningite: os mistérios da doença que pode matar em 24 horas

“O melhor seria se proteger contra as duas doenças, claro. Mas devemos pensar em saúde pública e qual delas daria mais impacto na população”, afirma Isabella, ressaltando que não há epidemia no país, apesar de terem sido registrados casos específicos em algumas cidades recentemente. No Rio, por exemplo, duas estudantes foram contaminadas em abril. “A meningite é endêmica. Por isso, é normal que atinja de 1,5 mil a 3 mil pessoas anualmente”, explica.

>> Veja 10 sintomas da meningite:

Febre. Foto: Thinkstock PhotosIrritabilidade, no caso de bebês. Foto: Getty ImagesPerda do apetite. Foto: Thinkstock/Getty ImagesVômitos e náuseas. Foto: Thinkstock/Getty ImagesDor de cabeça. Foto: Thinkstock/Getty ImagesCansaço e prostração. Foto: Thinkstock/Getty ImagesRespiração ofegante. Foto: Thinkstock/Getty ImagesRigidez na nuca. Foto: Getty ImagesManchas arroxeadas na pele. Foto: Getty ImagesSensibilidade à luz. Foto: Thinkstock/Getty Images

O pediatra Luiz Nigri, por outro lado, lembra que a meningite B é a mais fatal de todas as classes da patologia. Com isso, seria fundamental colocá-la no SUS. “Não podemos esperar uma epidemia ou surto para começarmos a vacinar”, alerta.

Causas

A meningite é uma inflamação de uma das membranas que envolvem o cérebro e costuma atingir crianças menores de 5 anos. Essa doença pode ser surgir por bactérias (como o meningococo), a mais grave, ou por vírus. Entre os tipos de meningite meningocócica estão a A, B, C, W e Y. A patologia costuma ser transmitida por meio do contato direto com pessoas contaminadas, seja por beijo, tosse ou espirroe passa de uma garganta para a outra.

Sintomas

Os pacientes costumam ter febre alta, dor de cabeça, vômitos, rigidez no pescoço, manchas na pele, desânimo e moleza no corpo.

Tratamento

O ideal é que a doença seja diagnosticada logo, já que os sintomas podem ser confundidos com os de outro mal. Diagnosticada, a patologia é tratada com antibióticos e os pacientes precisam ser internados. No SUS, é possível se vacinar contra os tipos A, C, W e Y.

Leia também: Veja quais são os sintomas e como se proteger da meningite

Leia mais notícias de saúde

O artigo Meningite B: preço da única vacina disponível assusta pais foi originalmente publicado em http://ig.saude.feedsportal.com/c/33518/f/637141/s/48b2e58c/sc/19/l/0Lsaude0Big0N0Bbr0Cminhasaude0C20A150E0A80E0A40Cmeningite0Eb0Epreco0Eda0Eunica0Evacina0Eassusta0Epais0Bhtml/story01.htm

Deixe uma resposta