Garoto de três anos morre com infecção que contraiu ao coçar ferida de catapora

Veja a matéria completa sobre Garoto de três anos morre com infecção que contraiu ao coçar ferida de catapora e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Bryan Lock foi diagnosticado com septicemia de estreptococo A, contraída por conta de uma catapora

Reprodução/Facebook

Uma das doenças mais comuns da infância, a catapora, ou varicela, é considerada uma condição branda, e, geralmente, não causa maiores problemas além da coceira e febre. Porém, em alguns casos, ela pode ser muito mais complicada, como aconteceu com o filho de Jasmine Shortland, que faleceu por conta da condição.

Leia também: Vírus da catapora também pode atacar na terceira idade

O pequeno Bryan Andrew Lock, de apenas 3 anos, faleceu enquanto dormia na casa de sua avó. Inicialmente, a mãe foi informada que a morte teria sido causada por uma síndrome de morte súbita infantil, mas, meses depois, foi revelado que ele havia contraído uma infecção através da catapora
.

O diagnóstico final foi de septicemia de estreptococo A, uma infecção grave do sangue, que ocorre quando outra infecção bacteriana provocada em alguma parte do corpo se espalha pela circulação sanguínea. No caso da criança, a bactéria era o estreptococo A, que pode ter contaminado o organismo do garoto por meio das feridas da catapora.

De acordo com o médico, ao coçar a ferida, o garoto pode ter aberto espaço para infecção e a bactéria conseguiu adentrar ao organismo. Segundo a mãe, Bryan não apresentou sintomas diferentes dos já conhecidos da varicela.

Leia também: Governo convoca crianças e adolescentes para atualizar caderneta de vacinação

Complicações

Apesar de ser menos agressiva na maioria dos casos, as complicações dessa doença podem ocorrer em pessoas que estão com o sistema imune mais abalado, como é o caso de pessoas com HIV/Aids ou câncer que fazem uso de medicamentos imunossupressores, quimioterapias, ou esteroides. Além de bebês e mulheres grávidas.

Entre as causas, estão as infecções bacterianas da pele e tecidos moles em crianças, incluindo infecções por estreptococos do grupo A, por pneumonia ou inflamação do cérebro (encefalite, ataxia cerebelar), problemas de sangramento, infecções de sangue (sepsis), e desidratação.

Em alguns casos, a pessoa fica tão debilitada, sendo necessária a hospitalização. A morte também pode ocorrer em crianças saudáveis, não vacinadas e adultos. Muitos dos adultos saudáveis que morreram de varicela contraíram a doença de seus filhos não vacinados.

Por ser uma doença transmitida pelo ar e altamente contagiosa, a catapora não tem outra prevenção, a não ser a vacina tetra viral e a vacina contra varicela, que fazem parte da rotina de imunização.

Leia também: Saiba como manter a rotina de remédios das crianças mesmo na escola

O artigo Garoto de três anos morre com infecção que contraiu ao coçar ferida de catapora foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2017-10-02/catapora-complicacoes.html

Deixe uma resposta