Francesa se torna caso raro de remissão de HIV

Veja a matéria completa sobre Francesa se torna caso raro de remissão de HIV e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Uma jovem francesa de 18 anos, infectada com o vírus da Aids no nascimento, é o primeiro caso mundial de regressão do HIV, após ficar 12 anos sem tratamento antiretroviral, anunciou esta semana o Instituto Pasteur de Paris.

De acordo com o médico Asier Saez-Cirion, que apresentou um estudo na 8ª Conferência sobre Patogênese do HIV em Vancouver, no Canadá, o caso mostra que é possível obter uma “remissão prolongada após um tratamento precoce em uma criança”.

Nascida em 1996, a jovem quis preservar sua identidade, mas, de acordo com o médico pedriata Pierre Grande, do Hospital Necker, ela sabe que “é uma situação excepcional da medicina”.

Apesar de não ser considerada uma paciente curada, a jovem está em ótimo estado de saúde.

“Podemos detectar o HIV nas células, mas não visualizamos a replicação viral no plasma”, disse Saez-Cirion.

A garota, que foi tratada até os seis anos de idade, faz parte de um pequeno grupo de infectados que conseguiu a remissão do vírus, ao menos temporariamente, depois de tratamentos precoces.

>> Veja quem são as pessoas mais vulneráveis à infecção pelo HIV:

Estão vulneráveis ao HIV metade dos brasileiros que admitem transar sem camisinha logo na primeira vez com o parceiro. Foto: Getty ImagesTambém correm riscos os 135 mil que têm aids e desconhecem e 60% da população que nunca fez o teste do HIV. Foto: Getty ImagesSão faces da epidemia atual os jovens gays, que eram 40% dos novos casos e hoje são 50%  . Foto: Getty ImagesTambém fazer parte da epidemia atual meninas com menos de 20 – única faixa etária em que o sexo feminino supera o masculino em contaminações. Foto: Getty ImagesFazem parte do perfil da epidemia mulheres com mais de 60 que eram 8% dos novos casos femininos e hoje são 15%  . Foto: Getty ImagesTambém estão no alvo dos novos casos homens com mais de 50 – eles voltaram à vida sexual ativa com ajuda dos medicamentos para impotência, mas sem camisinha. Foto: Getty ImagesTambém exemplificam os casos os usuários de crack. A pedra é gatilho para o comportamento sexual de risco e que 12% dos usuários admitem trocar sexo por droga. Foto: Alan Sampaio / iG Brasília


Leia mais no Saúde

O artigo Francesa se torna caso raro de remissão de HIV foi originalmente publicado em http://ig.saude.feedsportal.com/c/33518/f/637141/s/484f7946/sc/14/l/0Lsaude0Big0N0Bbr0Cminhasaude0C20A150E0A70E210Cfrancesa0Ese0Etorna0Ecaso0Eraro0Ede0Eremissao0Ede0Ehiv0Bhtml/story01.htm

Deixe uma resposta