Fita no cabelo é supertendência para o outono-inverno; saiba como usar! – em Penteado

O detalhe sutil e elegante roubou a cena nos últimos desfiles das semanas de moda mundo afora. Confira como usar adotar a nova tendência!

Por Isabela Leal | Foto Fotosite | Adaptação Ana Paula Ferreira

Os últimos desfiles de Milão, Nova York e Londres comprovaram uma supertendência para o outono-inverno: as fitas nos cabelos. O detalhe sutil e elegante roubou a cena dos looks. 

Com várias espessuras e estilos, o acessório agora desponta pra valer na beleza e ganha espaço no dia a dia. “Além de ser uma ótima alternativa para quando o cabelo não está muito disciplinado, a fita é o acessório da vez. E nessa onda podem entrar também os lenços e gravatas finas”, destaca Celso Kamura, cabeleireiro do salão C. Kamura, de São Paulo  (SP). “Ela é um supercuringa, mas deve combinar com o look total e seguir um determinado estilo para não cair no lugar-comum. E, claro, vale a atenção para não ficar infantil. A ideia é ser um detalhe sofisticado”, complementa. 

Vai aderir? Então, veja a seguir as dicas de uso e estilo:

Rabo baixo

Pode ser uma fita de veludo, gorgorão, cetim ou tafetá ou uma gravata fina. Se a espessura for mais grossa, dê só um nó simples; se for mais fina, pode dar um laço e deixar as pontas caídas. Vai muito bem nos cabelos enrolados ou lisos texturizados, com ou sem volume. 

Quando usar: no trabalho ou numa ocasião não muito formal, como um coquetel.

Como tiara

Nesse caso, a fita pode ser larga, com um tecido mais fino como gorgorão ou cetim; ou uma gravata fininha, de até 4 cm. O laço de acabamento pode ficar para trás, com um ar mais despojado, ou pra frente, um pouco mais formal e feminino. Fica lindo em todos os tipos de cabelos: lisos, enrolados, crespos, com muito ou pouco volume.

Quando usar: no trabalho, numa festa ou num evento descontraído à noite.

No limite da testa com os cabelos

Celso Kamura destaca que o segredo é nunca deixar aparecer a raiz dos cabelos, mas também não avançar tanto no limite com a testa. A espessura pode ser de média a larga e o ideal são as fitas de tafetá, gorgorão e veludo que aderem à pele. Fica uma graça nos fios curtinhos, mas arrasa também nos médios e longos, lisos ou não.

Quando usar: principalmente em festas e eventos noturnos, mas pode circular no trabalho também, com muito charme.

Semipresos

A ideia é prender metade dos cabelos em um rabo de cavalo e deixar o restante solto. Para esse estilo, fitas mais finas têm um caimento melhor, em um laço com as pontas caídas; as mais grossas, apenas com um nó simples (sem laço) por cima do elástico resolvem qualquer bad hair day e dão um charme para o rabo baixo desconstruído, com parte dos fios. Também cai bem em todos os tipos de cabelos, enrolados, lisos, escovados, texturizados finos. 

Quando usar: no happy hour, em eventos informais e no trabalho.

Quer conferir mais tendências de outono-inverno? Então, corra para as bancas ou garanta a sua Corpo a Corpo aqui!

O artigo Fita no cabelo é supertendência para o outono-inverno; saiba como usar! – em Penteado
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/cabelos/cabelo/penteado/fita-no-cabelo-e-supertendencia-para-o-outonoinverno-saiba-como-usar/11663

Deixe uma resposta