Excesso de cera de ouvido pode causar diminuição da audição

Veja a matéria completa sobre Excesso de cera de ouvido pode causar diminuição da audição e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Cera de ouvido acaba fazendo a limpeza natural do ouvido, e médico aconselha usar toalha para limpar região externa

Pexels

Mesmo tendo uma função muito importante para a saúde auricular, a cera de ouvido continua não sendo bem vista pela maioria das pessoas. Seja pela cor, pelo cheiro ou textura, sempre há uma pessoa tentando tirar qualquer resquício do cerúmen que apareça. Mas se isso for feito de forma errada, pode causar grandes problemas.

LEIA MAIS: Assistir TV de perto faz mal: mito ou verdade?

O uso indevido de hastes flexíveis pode machucar a região e até provocar o acúmulo de cera de ouvido. Isso pode obstruir o conduto auditivo externo, causando sensação de ouvido tampado, diminuição da audição e, em alguns casos, até dor. O problema também ocorre quando o organismo produz o cerúmen em excesso, o que pode ser provocado pelo uso de aparelho auditivo e outras condições ambientais.

“Não é necessário realizar tratamento para esse tipo de condição. Vale lembrar que, se surgir a sensação de ouvido tampado e/ou diminuição da audição, o indivíduo não deve usar qualquer tipo de medicamento em gotas ou mexer no conduto auditivo externo, pois podem piorar o problema”, afirmou o otorrinolaringologista Gustavo Barros, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. Apenas um especialista pode fazer a limpeza correta para retirar o acúmulo.

LEIA MAIS: Menino com perna quatro vezes maior que o normal se vê como super-homem

O cerúmen protege o conduto auditivo externo, que é a porção do ouvido que vai da entrada do canal auditivo até o tímpano. De acordo com o especialista a cera ajuda a prevenir acúmulo de umidade e a limpar impurezas que podem estar dentro do conduto.

Uso incorreto de hastes flexíveis pode acabar produzindo efeito indesejado, que é o acúmulo de cera de ouvido

Pixabay

Limpeza

A verdade é que o ouvido é autolimpante, sendo desnecessária a preocupação com a parte mais interna do órgão. O próprio cerúmen acaba migrando para fora do corpo levando restos de descamação e impurezas. Dr. Gustavo Barros aconselha que apenas a parte externa seja limpa após o banho e com o uso de uma toalha.

Outros hábitos ruins

O otorrinolaringologista alerta que a exposição excessiva a ruídos, seja por conta de um trabalho ou uso intenso de fones de ouvido em alto volume também podem ocasionar perda auditiva.

“Além disso, o ouvido é um órgão muito sensível e muitas vezes funciona como um sensor, indicando que outras doenças podem estar acontecendo no organismo.”

Problemas como diabetes, hipertensão arterial, alterações do colesterol e da tireoide podem causar sintomas como perda auditiva, zumbido e tonturas, que podem ser os primeiros sintomas de que algo não vai bem com o organismo. Seja por um simples acúmulo de cera de ouvido ou por uma irritação maior, o melhor é sempre procurar um médico.

O artigo Excesso de cera de ouvido pode causar diminuição da audição foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2016-10-22/cera-de-ouvido.html

Deixe uma resposta