Entenda porque o rendimento do treino cai nos dias quentes e saiba como evitar este problema – em Treino sob medida

Treinar nos dias de maior calor exige ainda mais do nosso corpo. Para evitar problemas e garantir um bom desempenho, aposte em 6 dicas!

Por Ana Paula Ferreira | Foto Shutterstock

Você já sentiu que não teve um bom desempenho ao treinar em um dia muito quente? Saiba que isso não acontece por acaso. Aquela sensação de moleza, típica do verão, se trata de uma resposta do organismo ao precisar usar diversos mecanismos para regular a temperatura corporal diante do calor – e essa sensação se agrava principalmente na hora de se exercitar.

De acordo com Raffael Fraga, cardiologista do Alta Excelência Diagnóstica, no Rio de Janeiro, é comum nosso rendimento cair porque há o desvio do fluxo de sangue para a pele e a perda de líquidos pelo suor. “Esses eventos são necessários para que o corpo perca calor e reduza sua temperatura. É algo essencial para a vida”, explica. “Com isso, o coração precisa bater mais vezes e a oferta de sangue, oxigênio e energia para o organismo fica prejudicada em comparação com o clima mais ameno”, completa.


A sensação de preguiça também se deve a essa demanda cardiovascular e metabólica aumentada, provocada por qualquer esforço físico no calor. “Temos a impressão de que estamos mais fracos, menos resistentes e mais cansados, já que o coração precisa bater mais vezes e o resultado das reações metabólicas gera maior acúmulo de ácido lático, substância que provoca a sensação de fadiga muscular e cansaço físico”, completa ele.

Abaixo, Fraga listou 6 dicas para treinar durante o verão e afastar a sensação de cansaço:

1. Beba cerca de 200 ml de água 40 minutos antes da atividade física e mais 200 ml a cada 20, 30 ou 60 minutos de prática.

2. Utilize roupas leves e de cores claras.

3. Dê preferência aos horários do início e final do dia para se exercitar, quando as temperaturas ficam mais adequadas.

4. Alimente-se bem e ao longo do dia, evitando jejum prolongado; descanse bem.

5. Os alimentos mais indicados são aqueles de fácil digestão, sem muita gordura ou condimentos, de preferência frutas, verduras e legumes, que são ricos em vitaminas, sais minerais e água, principais substâncias perdidas pela transpiração.

6. Alimentos que contêm cafeína e taurina, como os energéticos, podem ser estimulantes e melhorar a disposição, mas deve-se ter cuidado com o aumento ainda maior da frequência cardíaca.

O artigo Entenda porque o rendimento do treino cai nos dias quentes e saiba como evitar este problema – em Treino sob medida
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/fitness/fitness/treino-sob-medida/entenda-porque-o-rendimento-do-treino-cai-nos-dias-quentes-e-saiba-como-evitar-este-problema/12395

Deixe uma resposta