Dieta antiestresse: controle a ansiedade e perca 5kg em um mês – em Dieta de emergência

Com uma dieta balanceada e alimentos escolhidos a dedo é possível driblar o nervosismo e a irritabilidade e ainda afinar a cinturinha em um vapt-vupt, sem sofrimento. Aposte!

 

Reportagem: Rita Trevisan



dieta-antiestresse

A dieta antiestresse evita compulsão, controla ansiedade e
afina 5 kg
Foto: Shutterstock 

Pressão no trabalho e contratempos na vida pessoal tiram qualquer uma do sério e fa­zem a tensão ir às alturas. Aí, para aliviar tantas sensações desagradáveis, alguns maus há­bitos se instalam. “O estresse causa desordens hormonais e interfere nos mecanismos de fome e saciedade. Por isso, nessas situações, é comum que você coma mais do que o necessário”, expli­ca Mariana Ribeiro, nutricionista (RJ). Os nervos à flor da pele provocam uma descarga de adrenali­na, noradrenalina e cortisol no sangue, hormônios que deixam o corpo em estado de alerta. “Para se manter assim, o organismo pede mais energia, ou seja, comida”, afirma Janete Neves, nutricionis­ta da Clínica Esportiva (SP). Além disso, estudos mostram que alterações nos níveis de cortisol in­terferem na produção de leptina, hormônio da sa­ciedade. Para piorar o quadro, a estressada não se satisfaz com refeições balanceadas: ela quer doces e massas. E não por acaso. “Essas opções propor­cionam uma sensação de prazer e bem-estar que é sedativa e calmante”, explica Camila Borduqui, nutricionista da Clínica Dr. Alan Landecker (SP). Mas o alívio provocado pelo açúcar e pela gordu­ra é passageiro. “Logo depois de abocanhar aquela delícia, os níveis dessas substâncias se estabilizam e a vontade de atacar a geladeira reaparece”, alerta Thais Pillotto Duarte, nutricionista (SP).

Contra-ataque

 Os efeitos nocivos do estresse não se restringem apenas ao desentendimento com a balança. Quando a ansiedade é crônica, o corpo todo padece. Para manter-se em estado de alerta, o organismo consome boa parte do nosso pique, retirando energia até dos músculos. Aí, até a flacidez aumenta. Com o tempo, o desgaste crônico torna a mente e o corpo mais suscetíveis a problemas de saúde. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo menos sete entre as dez principais doenças modernas estão associadas ao nervosismo. Para se ter uma ideia, crises de asma, reações alérgicas, acne, gastrite, depressão e síndrome do intestino irritável são apenas alguns dos exemplos que podem ilustrar o dia a dia de quem sofre com o estresse. “Não podemos descartar o risco de desenvolver insônia e compulsões”, comenta Paula Fernandes Castilho, nutricionista e diretora da Sabor Integral Consultoria em Nutrição (SP).


Felizmente, existem estratégias que podem ajudá-la a passar bem longe dessas complicações. Uma delas é contar com um cardápio balanceado, rico em substâncias que regulam os níveis de serotonina no cérebro, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar. “Aumente o consumo de triptofano, aminoácido fundamental para a produção desse benfeitor”, sugere Camila Borduqui, nutricionista que desenvolveu, para você, leitora, um cardápio especial com propriedades antiestresse e que conta com apenas 1.300 calorias diárias. “Inclua alimentos fontes de ômega-3, vitamina B6 e minerais na dieta, que modulam a ação da serotonina no organismo”, complementa a especialista. O menu possibilita a perda de 5 quilos em um mês sem que você tenha de passar fome e dá aquela acalmada nos nervos. Então, aproveite!

 

 

O artigo Dieta antiestresse: controle a ansiedade e perca 5kg em um mês – em Dieta de emergência
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/dieta/dieta-de-emergencia/dieta-antiestresse-controle-a-ansiedade-e-perca-5kg-em-um-mes/3129

Deixe uma resposta