Cotonete preso há dois anos em ouvido é retirado com procedimento delicado

Veja a matéria completa sobre Cotonete preso há dois anos em ouvido é retirado com procedimento delicado e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


A presença do cotonete causava muitas dores e deixava a audição do britânico

Reprodução/Shutterstock

Os ouvidos são partes muito delicadas do corpo humano. Por mais que nossa primeira ação sempre seja limpá-los, é preciso tomar muito cuidado com as medidas de higiene, porque alguns acidentes nada agradáveis podem acontecer. Um exemplo de limpeza que deu muito errado aconteceu em 2016, quando um morador do Reino Unido ficou com um pedaço de cotonete preso no canal auditivo. E ele só foi removido dois anos depois.

Leia também: Ao publicar foto fofa do avô em seu Instagram, neta descobre câncer de pele

De acordo com o portal Daily Mail
, o paciente foi até a clínica do audiologista Neel Raithatha se queixando de muitas dores e uma “audição abafada”, como explicou o profissional. O homem também relatou que, dois anos antes, um cotonete
ficou preso em sua orelha, mas ele não tentou retirá-lo porque imaginou que “sairia sozinho” e não causaria problemas.

Para resolver a situação, Raithatha realizou um procedimento muito delicado e conseguiu retirar o pedaço da haste, que continha o algodão. “Foi um procedimento delicado porque o objeto estava encostado no tímpano”, detalhou, “eu tive que garantir que não exerceria força durante a remoção, porque isso poderia facilmente ter perfurado o tímpano”.

No fim, a remoção foi simples: demorou cerca de um minuto e não danificou nenhuma parte do ouvido
. Agora, o paciente voltou a escutar normalmente – e não deve colocar nada parecido com um algodão perto da orelha tão cedo.

O uso de cotonete pode ser perigoso

Os cotonetes não só podem ficar presos na orelha, mas também podem causar outros problemas, como otite externa. “A cera e a gordurinha que existe na entrada do canal do ouvido servem para proteger. Se são removidas, permite-se que a sujeira entre com mais facilidade”, explica o otorrinolaringologista Paulo Bedê Miranda
.

Além disso, como a caixinha pode ficar aberta durante muito tempo no armário do banheiro, os cotonetes também podem estar contaminados
com fungos ou bactérias e levar esses microorganismos ao ouvido. 

Leia também: Você sabe o que é lúpus? Conheça a história de mulheres que vivem com a doença

Para quem sente que precisa do objeto para secar os ouvidos, uma saída é mudar para uma arma mais inofensiva: o secador de ouvido. “Em vez de usarem o cotonete
para secar a água, pode-se usar o secador com o mesmo resultado, sem piorar ainda mais a qualidade da pele”, explica Miranda.

O artigo Cotonete preso há dois anos em ouvido é retirado com procedimento delicado foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/minhasaude/historiasdemedico/2018-05-11/cotonete-preso-ouvido-dois-anos.html

Deixe uma resposta