Conheça 6 grandes erros da musculação

Veja a matéria completa sobre Conheça 6 grandes erros da musculação e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

A maioria dos homens não sabe treinar corretamente, afirma o personal trainer norte-americano Michael Matthews, autor do livro Malhar, Secar e Definir – a ciência da musculação (Editora Princípio).

Além de orientar sobre alimentação, suplementos e malhação, no livro o educador físico enumera os principais erros cometidos por quem busca crescimento muscular. Saiba quais são eles e leia dicas para evitá-los.

Leia:
5 coisas que você não deve fazer se quer eliminar gordura corporal

1 – Fazer mais sequências para ganhar mais músculos


Malhar muito pode provocar uma overdose de treinamento, o que causa esgotamento e ainda ajuda a perder massa muscular.

“Duas horas de um treino intenso levantando pesos pode fazer você encolher e ficar mais fraco”, alerta o personal.

Matthews explica que um treino exageradamente longo pode romper as fibras musculares numa intensidade muito maior do que o corpo tem condições de recuperar.


Thinkstock/Getty Images

Leia:
Malhação em excesso pode enfraquecer o corpo

No momento do treino, o corpo libera testosterona, insulina e hormônio do crescimento. Todos estimulam o crescimento muscular. Porém, ao mesmo tempo, o corpo libera cortisol, um hormônio que pode também atrapalhar a capacidade do corpo de usar a proteína de forma adequada, o que interrompe o crescimento muscular. Por isso, afirma o personal, é melhor fazer sessões breves de treinamento, de 45 a 60 minutos por dia.

2 – Achar que, para o músculo crescer, é preciso sentir que ele está “queimando”

Para obter hipetrofia muscular, muitos pensam que é preciso fazer repetições até a dor se tornar insuportável – e que é um erro. A dor sentida é causada pela liberação de ácido lático que, em pequenas quantidades, desencadeia o que é chamado de “cascata anabólica”, um punhado de hormônios que estimulam o crescimento. Quando em excesso, ele proporciona o efeito contrário, detém o crescimento e ainda causa rupturas no músculo.

“O que leva ao máximo crescimento muscular é a sobrecarga”, diz Matthews no livro.

3 – Perder tempo com exercícios errados

Os exercícios compostos, que envolvem diversos grupos musculares, são mais eficientes do que os isolados, que trabalham somente com um grupo. O agachamento, o levantamento terra e o supino reto são exemplos daqueles que envolvem vários músculos. Já a flexão de braços com halteres e extensão de pernas exercitam somente um grupo muscular.

“Não estou dizendo que flexões de cotovelo e extensões de cotovelo para tríceps sejam completamente inúteis. Alguns exercícios isolados, quando incorporados adequadamente numa rotina de tratamento, de fato ajudam a fortalecer o corpo e aumentar o tamanho dos músculos”, diz Matthew no livro.

Outro mito é achar que só mudando com frequência as sequências de treinamento se obtém hipertrofia. Segundo Matthew, executar os mesmos tipos de movimentos todas as semanas, num treino que deverá incluir exercícios de agachamento, levantamento terra, supino, uso de halteres, desenvolvimento com barra, e alguns outros, fazem a força aumentar em alta velocidade. Assim o corpo ganha massa muscular mais depressa do que o esperado.

Ele acrescenta que, se a pessoa já tem bastante experiência com levantamento de peso e quer esculpir músculos específicos, ela deverá apostar em uma rotina de treino diferente, mas sob a mesma medida: exercícios constantes de pesos e repetições, “não um cardápio variado de exercícios”, diz Matthews.

4 – Levantar peso sem respeitar os limites do corpo

Levantar peso sem limites é prejudicial. Segundo Matthews, a maioria dos levantadores de peso não tem a menor noção de qual a maneira mais adequada de fazer esse tipo de exercício.

“Fico agoniado de tanta pena e de também por antecipar a quantidade de lesões que eles podem sofrer a qualquer momento”, diz ele.

Ele acrescenta que a maioria dos homens que age assim não tem outras informações, e está mais interessado em ficar com uma boa aparência do que construir ganhos reais, o que é uma armadilha.

“Se você realizar os exercícios de uma forma perfeita, embora os pesos sejam mais leves do que os bufadores e suadores de plantão, eles acabarão se perguntando, bem baixinho, por que é que você tem uma aparência tão melhor”, revela o educador físico norte-americano.

5 – Levantar pesos como “um bebê chorão”

Matthews alerta que, para construir um corpo espetacular, é preciso esforço, disciplina e dedicação.

“Nós, humanos, instintivamente evitamos a dor e o desconforto e buscamos o prazer e o bem-estar na vida. Mas, se permitirmos que essa propensão determine o ritmo de nosso trabalho físico, estamos arruinados”, diz ele no livro.

Malhar do jeito certo é contrário ao instinto humano, por ser uma atividade intensa e desconfortável. Dores musculares, cansaço ao fazer agachamentos, articulações e tendões doloridos não são sintomas que as pessoas gostam de sentir, mas é o caminho que o corpo deve passar para atingir o objetivo.

6 – Comer para continuar pequeno ou engordar

O personal trainer afirma que o crescimento muscular acontece fora da academia, com a dupla descanso e boa nutrição.

“Muitos homens fazem essas duas coisas do jeito errado: exageram nos reinos e não comem calorias suficientes (ou comem demais), não ingerem proteínas suficientes (ou ingerem demais), comem carboidratos e gorduras ruins, e não organizam nem os horários, nem as doses corretas das refeições”, diz o personal.

Conheça alguns alimentos que ajudam a perder barriga

Se a alimentação não estiver equilibrada, não haverá o crescimento desejado. Não importa o quanto de esforço tenha sido feito, o objetivo não será atingido, afirma ele. E, sem o equilíbrio alimentar, o resultado será um aumento de massa muscular escondido sob uma capa de gordura.

“Comendo adequadamente é possível perder camadas de gordura ao mesmo tempo em que se mantém ou até se aumenta a massa muscular”, acrescenta.

Leia mais notícias de alimentação e bem-estar

O artigo Conheça 6 grandes erros da musculação foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/alimentacao-bemestar/2013-07-15/conheca-6-grandes-erros-da-musculacao.html

Deixe uma resposta