Como Me Livrei da Acne

A matéria Como Me Livrei da Acne você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.


Bom, não é fácil escrever este artigo e saber que estou prestes a revelar algo muito pessoal e de certa forma, doloroso. Só quem tem acne sabe como a doença pode afetar a auto estima e causar sérios danos psicológicos. Eu sofro com acne desde os 13 anos de idade e posso dizer que finalmente me livrei deste mal depois de uma longa batalha.

Eu nunca tomei antibióticos ou isotretinoína, ou nunca fiz nada que fosse muito drástico. Nunca usei laser ou cremes prescritos por dermatologistas, eu nem sequer tive acompanhamento médico. Quero esclarecer que não sou nenhuma especialista e quero apenas dividir a minha história e os produtos que funcionaram no meu caso.

Na adolescência minha acne era mais contida, só tinha espinhas na testa e no nariz. Eu as espremia sempre, pois não aguento ver espinha amarela, e na maioria das vezes machucava a minha pele mais ainda por causa disso. Eu nunca tive crateras ou cicatrizes profundas por causa da minha acne, as marcas eram sempre temporárias. No entanto, estava sempre com o rosto marcado, pois sempre tinha espinhas.

Eu nunca considerei meu caso muito sério, afinal eu não tinha uma cara de pizza como muitos colegas de escola, então nunca nem considerei ir ao médico resolver meu problema. Minha mãe me assegurava que minha acne logo ia passar e que era coisa normal da idade… nada disso.

Aos 20 anos minha acne piorou! Comecei a ter espinhas no rosto todo, além de ter muitos cravos no nariz e na testa. Eu continuava espremendo como louca e notei que algumas marcas começaram a ficar mais profundas e não cicatrizavam! Como sempre, eu tentava lidar com o problema eu mesma, lavando o rosto bastante e usando cremes e gel de farmácia a base de ácido salicílico e peróxido de benzoila. Eu nunca vi muitos resultados com esses produtos.

Minha acne sempre voltava, eu sempre tinha pelo menos umas 5 espinhas no meu rosto 100% do tempo! Geralmente eu tinha bem mais do que isso. Este ano de 2012, eu passei pela minha pior época! Veja as fotos tiradas no meio do ano. A foto está desfocada, então imagine que a situação da minha pele estava bem pior – meu rosto todo estava coberto de espinhas e marcas e eu estava super deprimida com isso.

Nossa! Quantas vezes eu deixei de sair para me divertir por causa das minhas espinhas… Uma vez até deixei de ir em uma entrevista de trabalho por causa da minha acne! Muitas pessoas podem achar que acne é algo fútil e superficial, mas pode ser mentalmente e fisicamente debilitante. Minhas espinhas geralmente ficavam inflamadas e pelo fato de eu sempre espremê-las eu constantemente sentia dor no meu rosto.

Eu nunca tive muitas espinhas no busto ou nas costas, mas as do rosto já bastavam para me fazer me sentir um lixo. O pior de tudo é que todos os produtos que eu usava não adiantavam nada! É tão frustrante! Tive algum sucesso com o tônico de aspirina e ácido salicílico em geral, mas as mudanças realmente aconteceram quando eu finalmente pude combinar certos produtos.

Eu descobri que a fórmula mágica para curar minha acne não existe! Mas há outra coisa, ou melhor coisas, que finalmente deram um fim nas minhas espinhas:

  1. Vitamina B5
  2. Esfoliação e Peelings
  3. Óleo de Tamanu
  4. Gel Facial de Aspirina

Eu já falei de alguns desses produtos no PB, todos eles estão com links para os artigos que explicam detalhadamente como funcionam. A Vitamina B5 deixou minha acne mais sob controle, no começo eu tomei superdoses da vitamina, mas agora só tomo 2 cápsulas por dia, ás vezes fico até sem tomar por uns dias, mas o tratamento foi muito válido.

Esfoliação e peeling foram tremendas descobertas para mim! Minha pele é grossa (o que é comum em peles oleosas) e por isso eu tenho um excesso de pele morta que se acumula diariamente e isso leva á bactérias que se alimentam da pele morta e também a obstrução dos poros. Por isso esfoliação tanto física (com grânulos), quanto química (com peelings) é essencial para combater a acne. Eu esfolio meu rosto com um esfoliante físico todos os dias e sigo com um peeling diariamente. Minha pele aguenta e responde muito bem a esses métodos, mas isso pode ser destrutivo para certos tipos de pele. Eu não recomendo que qualquer pessoas que sofra com acne ou pele oleosa faça isso. Comece esfoliando 3 vezes por semana e fazendo peeling uma vez por semana e veja como sua pele responde. Minha pele não é sensível e como disse antes, é bem grossa, por isso eu posso tomar certos riscos com esfoliação e peelings, mas tenha muito cuidado!

O óleo de tamanu foi uma bênção! É com certeza um produto milagroso! Eu uso todas as noites e ás vezes pela manhã antes de usar maquiagem e ele trata as marcas de espinha e cicatrizes e também trata inflamação e a acne ativa. Ao mesmo tempo, ele hidrata a minha pele e ajuda a combater rugas (eu não as tenho ainda, mas é bom prevenir!).

Finalmente, o gel de aspirina, que é uma mistura caseira que ajuda a secar as espinhas rapidamente, combate cravos e também promove a cicatrização. A mistura caseira tem uma quantidade concentrada de ácido acetilsalicílico que acelera a regeneração da pele, desentope poros e controla a oleosidade.

Acima, estão os produtos que estou usando no momento. Para lavar o rosto, eu uso o sabonete líquido Go 360 Clean da L’oreal, o esfoliante á base de sílica da Idná Borges (marca da minha mãe) diariamente, o esfoliante e peeling á base de papaína ExfoliKate dia sim, dia não e o peeling Micro Delivery Peel da Philosophy 3 vezes por semana – nos dias que não uso ExfoliKate. Antes de usar esses peelings, estava usando meu peeling caseiro, que é muito eficiente, quando ele acabou eu tive a oportunidade de testar os produtos acima e estou gostando muito deles. Quando esses acabarem, eu voltarei a usar o peeling caseiro, que sai muito mais em conta.

Os resultados da combinação desses produtos foram rápidos e muito eficazes. Em outubro minha pele já estava bem melhor.

Finalmente em novembro, minha pele está com apenas marcas bem clarinhas, a diferença é incrível e eu estou extremamente satisfeita com o tratamento.

Eu ainda tenho muitos cravos no nariz e ainda tenho uma espinha ou outra. Há também marcas e poros grandes típicos de pele oleosa e acnoleica. Minha pele nunca será perfeita, mas o progresso que eu fiz é quase milagroso, levando em consideração todos os anos que sofri com acne.

Eu queria dividir as minhas fotos sem maquiagem e a minha história para poder ajudar muitas pessoas que como eu, sofrem com acne. É difícil para mim me expor desta forma, afinal, as blogueiras por aí projetam uma imagem quase perfeita delas mesmas, sendo essas verdadeiras ou alteradas em photoshop. Eu sou longe de ser perfeita tanto na minha aparência, quanto em outros aspectos da minha personalidade. A maquiagem ajuda a manter a ilusão de perfeccionismo, eu me escondo muito por trás do véu da base e blush, eles me trazem conforto e me fazem sentir mais segura e confiante. Acho que a maquiagem na minha vida tem um papel importante, de esconder as minhas imperfeições e me fazer sentir normal, finalmente eu posso me sentir assim sem maquiagem e isso é simplesmente maravilhoso!

O artigo Como Me Livrei da Acne foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/como-me-livrei-da-acne.html

Deixe uma resposta