Começa nesta segunda-feira a campanha de vacinação contra gripe pelo SUS

Veja a matéria completa sobre Começa nesta segunda-feira a campanha de vacinação contra gripe pelo SUS e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Campanha de vacinação contra a gripe deste ano inclui idosos, gestantes, crianças até 5 anos, professores e outros

Thinkstock/Getty Images

A partir de segunda-feira (17) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe já entrará em vigor. A mobilização, que costuma acontecer no fim de abril ou início de maio, agora vai começar mais cedo para reforçar a prevenção da doença.

Leia também: Campanha de vacinação contra gripe será em abril; veja se você pode participar

Com a chegada do outono e mudança climática, que vai desde o tempo seco e quente à temperaturas mais baixas e com nevoeiros, o índice de registros de doenças como a gripe
, pneumonia e coqueluche aumentam. E é por isso que este ano a disponibilização das doses será feita mais cedo para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Como de praxe, os primeiros a receberem as doses da vacina são as pessoas que fazem parte do grupo prioritário, os profissionais da área da saúde. Para essas pessoas, a proteção já está disponível desde o dia 10 de abril.

Saiba quem pode se vacinar

Já os que não são prioridade, mas têm direito à vacina pelo SUS terão até o dia 26 de maio para se dirigir a uma unidade básica de saúde. E, dessa vez, os professores também foram incluídos ao grupo de pessoas que as doses são garantidas.

“Os professores sempre solicitaram inclusão no grupo preferencial, pelo fato de terem contatos com dezenas de alunos diariamente e estarem mais expostos à contaminação”, explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Além dos educadores, Idosos, crianças de seis meses até cinco anos, gestantes, mulheres no período pós-parto, indígenas, população privada de liberdade- inclusive, os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa-, e pessoas com doenças crônicas continuam como público-alvo da vacinação.

O Ministério da Saúde anunciou que pretende vacinar cerca de 55 milhões de pessoas, 90% da população considerada de risco para as complicações da gripe. Com base em estudos, a pasta também alegou que a imunização é capaz de reduzir entre 32% a 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe.

Leia também: 7 razões para se vacinar contra a gripe

Proteja-se

A vacina protege contra os três principais tipos de vírus que circularam no ano passado em países do hemisfério sul. A duração da imunização é de um ano. O ministério ressalta que as reações adversas são leves e que a única contraindicação é para pessoas alérgicas a ovo.

Além de buscar a proteção, o Ministério da Saúde também recomenda à população que adote cuidados simples para evitar a transmissão do vírus. Entre elas, lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto, não compartilhar objetos de uso pessoal, manter os ambientes bem ventilados e evitar a permanência em locais com aglomeração, são alguns cuidados que podem ser tomados.

Lembrando que quem não está incluído ao público alvo da campanha de vacinação oferecida pelo SUS, poderá recorrer às redes particulares, onde as doses da proteção já estão disponíveis.

Gripe teve maior incidência no ano passado

Desde 2009, quando teve início a epidemia de gripe, a maior incidência foi em 2016. O ministério lembrou que, nessa época, houve uma antecipação da ocorrência de infecções, a partir de janeiro, e mais de 2.200 pessoas morreram por problemas relacionados à gripe.

Leia também: Redes sociais comprometeram vacinação da gripe H1N1

 *Com informações da Agência Brasil

O artigo Começa nesta segunda-feira a campanha de vacinação contra gripe pelo SUS foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2017-04-13/campanha-gripe-comeca.html

Deixe uma resposta