China confirma 24 mortes por H7N9

Veja a matéria completa sobre China confirma 24 mortes por H7N9 e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Reuters

Um homem morreu nesta segunda-feira em Xangai, em decorrência da gripe aviária. É a mais recente morte causada pelo vírus H7N9, um novo tipo de gripe aviária descoberto pela primeira vez em humanos no último mês de março. O total de mortes confirmadas chega a 24.

Saiba mais sobre a gripe aviária na Enciclopédia da Saúde

O homem de 89 anos morreu após 12 dias de tratamento médico, informou a agência estatal de notícias Xinhua, citando autoridades saúde de Xangai. Casos do vírus, confirmados em bem mais de 100 pessoas, se espalharam para mais províncias nos últimos dias, incluindo as de Fujian e Hunan.

Na semana passada houve o primeiro caso de gripe aviária fora da China continental, em Taiwan. Um homem foi infectado durante uma viagem à China.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) chamou o vírus de “um dos mais letais”
, dizendo que esta cepa do H7N9 é transmitida mais facilmente do que a anterior, que matou centenas de pessoas em todo o mundo desde 2003.

Os cientistas chineses confirmaram que esta cepa da gripe aviária foi transmitida aos seres humanos por meio do contato com as aves, mas as autoridades informam que ainda não há evidências de transmissão do vírus de pessoa para pessoa.

* Por Michael Martina

Leia mais notícias de saúde

O artigo China confirma 24 mortes por H7N9 foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/minhasaude/2013-04-29/china-confirma-24-mortes-por-h7n9.html

Deixe uma resposta