Campanha de vacinação contra febre amarela chega ao fim no estado de São Paulo

Veja a matéria completa sobre Campanha de vacinação contra febre amarela chega ao fim no estado de São Paulo e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Vacina contra febre amarela já foi aplicada em mais de 7 milhões de paulistas de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde

Rovena Rosa/Agência Brasil

Acaba nesta sexta-feira (16) a campanha de vacinação do governo do estado de São Paulo contra a febre amarela em 53 cidades, exceto na capital, que vai ampliar a ação para todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) a partir da próxima segunda-feira (19).

De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde no último dia 9, neste ano foram imunizados 7 milhões de paulistas contra a febre amarela
. Apesar de não ter batido a meta da campanha iniciada no dia 25 de janeiro
, que era de vacinar 9,2 milhões de pessoas, o número atual é praticamente igual ao das 7,4 milhões de doses aplicadas ao longo de todo o ano de 2017.

Considerando a vacinação
no estado desde 2007, mais de 21 milhões de pessoas já estão protegidas. Por enquanto, não há informações sobre a possibilidade de a campanha ser prorrogada novamente.

A campanha utilizou doses fracionadas para imunizar a população, de acordo com a recomendação do Ministério da Saúde. A pasta informou que até o momento, 6,9 milhões de doses fracionadas já foram administradas. A dose padrão também continua sendo oferecida, porém, apenas para crianças menores de 2 anos, gestantes que moram e áreas de risco e pessoas que vão viajar para locais que exigem a vacina
.

Leia também: Pesquisa detecta febre amarela em outro tipo de mosquito em Minas Gerais

São Paulo

Já a capital irá estender o mutirão até o dia 30 de maio. Antes, a ação atingia 54 distritos, mas agora será realizada em 96 distritos da cidade. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, mais de 50 unidades de saúde irão fazer o plantão de vacinação neste sábado (17).

Só na cidade de São Paulo, de setembro do ano passado até quinta-feira (15), 5,8 milhões de pessoas foram imunizadas. A secretaria afirma que a cobertura vacinal é de 49,9% da população. Até o momento, oito pessoas tiveram a doença, contraída na capital.

Casos

Entre julho de 2017 a 13 de março deste ano, o Brasil confirmou 920 casos e 300 mortes. No mesmo período do ano passado, foram registrados 610 casos e 196 mortes. Ao todo, foram notificados 3.483 casos suspeitos, sendo que 1.794 foram descartados e 769 permanecem em investigação. Os maiores números de mortes foram registrados em Minas Gerais, que notificou a morte de 130 pessoas, São Paulo, com 120 casos e Rio de Janeiro, com 49.

Áreas verdes

O Zoológico de São Paulo, o Zoo Safári e o Jardim Botânico, na zona sul da capital, foram reabertos nesta quinta-feira (15). Os parques fecharam em 23 de janeiro, após a constatação da morte de um bugio por febre amarela.

Avisos nas entradas dos três parques orientam o público sobre a importância de estar vacinado contra a febre amarela, no mínimo dez dias antes da visita.

A decisão de reabertura ocorreu depois que as secretarias da Saúde e do Meio Ambiente  classificaram a presença do vírus na área como um fato isolado e restrito, com baixo risco para a transmissão em humanos. Atualmente 29 parques na capital continuam fechados por precaução contra a febre amarela.

Leia também: Casos de febre amarela no país aumentam 25,5%, segundo Ministério da Saúde

*Com informações da Agência Brasil

O artigo Campanha de vacinação contra febre amarela chega ao fim no estado de São Paulo foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2018-03-16/febre-amarela-sao-paulo-campanha-vacina.html

Deixe uma resposta