6 erros comuns na musculação – em Treino na academia

Você pratica musculação e não tem o resultado esperado? Isso pode estar relacionado diretamente na forma que você executa os exercícios. Conheça os 6 erros mais comuns que acontecem no treino e aprenda a evitá-los

Por Nathália Henrique



6 erros comuns na musculação

Foto: Caio Mello

Ao praticar a musculação, uma das queixas mais comuns da é sobre a demora para o resultado esperado aparecer. Segundo Leonardo Lima, professor da Smart Fit, o problema pode estar na maneira de executar o treino, por isso, é importante aprender a evitar os erros. De acordo com ele, é fácil encontrar alunos que praticam exercícios de forma incorreta. “Isso acontece tanto com os iniciantes como também com os mais experientes. Os erros variam desde a execução da atividade, excesso de carga, forma de segurar os equipamentos, até mesmo na velocidade do movimento e má postura corporal”, explica Leonardo, que também aponta as consequências: os surgimentos de lesões nos músculos e articulações.  

1. Apressar as repetições nas séries.

A velocidade moderada nas séries contribui para um trabalho mais eficiente, enquanto a rapidez descontrolada pode fazer com que o atleta tenha fadiga muscular tendo dificuldades para terminar o treino. Segundo Leonardo Lima, o trabalho de hipertrofia, por exemplo, só terá resultados se a execução do exercício acontecer em uma velocidade mais baixa. 


2. Passar mais tempo que o necessário se exercitando

Para um treino de musculação, 50 minutos são mais que suficientes. Existem vários problemas ao passar muito tempo por dia treinando, o pior deles é o risco maior de lesão se o treino for muito intenso. Evite treinar o mesmo grupo muscular mais que três vezes por semana De acordo com o especialista, os músculos podem precisar de 24 a até 72 horas de intervalo de descanso após o treino. “Por isso, respeite esse espaço, eles são tão importantes quanto o próprio exercício para obtermos os resultados desejados”, reforça. 

3. Não colocar a carga ideal em cada exercício

O processo de desenvolvimento requer um ajuste contínuo da intensidade do trabalho que está sendo executada. “Para isso, você deve ir, gradualmente e com a orientação do profissional adequado, aumentando a carga. Seu organismo pede que esta progressão ocorra quando você está executando o exercício e não sente os resultados desejados”, comenta o professor. O indicado é que se eleve a intensidade da carga até que esteja ideal para as repetições. 

4. Executar movimentos incorretos

É sempre muito importante a orientação de alguém com experiência para evitar movimentos incorretos e incompletos. Às vezes, pequenos detalhes na postura ou na finalização dos exercícios fazem toda a diferença e podem causar uma lesão ou ainda anular o resultado final da prática. 

6. Abrir mão do aquecimento e alongamento

O aquecimento prepara o corpo, aumenta a vasodilatação e a oxigenação das células musculares, preparando-as para a atividade. Já o alongamento, estica as fibras musculares, melhorando a flexibilidade e possibilitando também um melhor aproveitamento dos treinos. É importante alongar antes e depois de cada treino.

O artigo 6 erros comuns na musculação – em Treino na academia
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/fitness/fitness/treino-na-academia/6-erros-comuns-na-musculacao/8475

Deixe uma resposta