Penteados com topete: como fazer – em Penteado

Veja quais são os tipos de penteados com topetes e como apostar no look em diferentes ocasiões

Reportagem: Caroline Sarmento

De acordo com Paula Machado designer de cabelos e sobrancelhas do Espaço de Beleza Paula Machado Beauty (RJ), o topete é a aposta para o verão 2013. “O topete apareceu com tudo nos anos 80 e o sucesso perdurou até início dos anos 90. Neste ano, o look voltou às passarelas de algumas marcas, como Movimento, Triton e Iódice, mas repaginado”, conta.

A expert no assunto afirma que o topete também ajuda a afinar o rosto. “O tipo de penteado alonga o colo e deixa o look sofisticado”, acrescenta Paula.

Volume nos topetes

Quem tem os cabelos lisos, ou menos volumosos pode sofrer para conquistar aquele topete de anos 60. “Para conseguir o efeito da época e ficar com o topete volumoso, insira no meio do topete um pouco de palha de aço, ou desfie a parte interna do topete, na região do couro cabeludo“, indica a expert.


O laquê também ajuda, mas há outro truque para ficar com o topetão de anos 60: “Existe um acessório chamado bumpit, em forma de lua, que pode ser posicionado na cabeça e moldar o cabelo na hora de fazer o topete“, afirma Paula.

Tipos de topetes

“Alguns topetes são arrojados e modernos, ideais para serem usados na balada. Outros, são mais clássicos e indicados para festas formais”, conta a designer.  Dentre os diferentes tipos de topetes, Paula destaca:

Topete volumoso



topetes-volume-famosas

Hilary Duff e a atriz Kate Beckinsale investiram no look com os cabelos preso,
mas o topete volumoso pode ser usado com o cabelo solto também
Foto: Reprodução

No penteado estilo diva, o fixador é o protagonista da composição do look. “Com cada fio milimetricamente no lugar, use bastante fixador e puxe bem os cabelos para trás”, explica a designer. O penteado é indicado para investir em uma festa formal.

Topete Pin-Up



topetes-pinup-famosas

Como noss looks de Nicole Scherzinger,
Katy Perry e Gwen Stefani, o estilo Pin-Up pode ser investido
de diferentes formatos nas franjas
Foto: Reprodução

É aquele topete mais alto com coque. “O topete estilo Pin-Up é um coque com um topete bem levantado e pontudo”, reforça Paula. Para conseguir, é preciso dar volume na região do topete e firmá-lo com fixador.

“O penteado está super na moda. Com uma maquiagem marcante e um delineador bem forte nos olhos, o look fica completo para uma balada”, acrescenta a expert.

 

 

 

 

 

 

 

Topete solto



topetes-soltos

Amber Heard aderiu ao topete de lado. Já Madonna apostou no topete solto para trás
Foto: Reprodução

É um topete usual, onde os cabelos não são totalmente presos. O penteado se forma apenas na região frontal dos cabelos e dá aquele aspecto de estar meio solto. “Se tiver franja, fica mais fácil de conquistar o efeito. Prenda para trás a parte da franja com grampos e deixe o restante dos cabelos soltos”, indica a designer.

O topete solto pode ser usado no trabalho, sempre respeitando as regras do local. “Prefira topetes com volume menor, que prendem a franja para trás, deixando apenas um pequeno volume na cabeça. No dia a dia, o ideal é optar por looks mais discretos”, explica Paula.

Topete moicano



topetes-moicano-famosas

Alicia Keys e Vanessa Willians já apostaram no topete moicano, que é versátil
e pode ser investido tanto em cabelos longos, como em curtos
Foto: Reprodução

O topete moicano é parecido com o penteado moicano. “O cabelo deve estar bem esticado dos lados e a parte central deve formar um topete alto e volumoso”, afirma a designer.

“É um penteado ousado e irreverente, podendo ser exibido tanto em ocasiões formais quanto em ambientes e festas elegantes. O bacana é que esse penteado pode ser feito em qualquer tipo de cabelo, do mais liso ao mais cacheado, valorizando a beleza do rosto”, afirma Paula.

Dicas para fazer um topete para festas

A primeira dica para quem quer fazer um topete para festas, é diminuir a quantidade de condicionador, quando for lavar os cabelos para realizar o penteado. “Assim, a oleosidade dos fios fica controlada e facilita o manuseio dos cabelos“, completa a designer.


Logo após secar os cabelos, divida os fios no alto da cabeça, partindo do fim do desenho das sobrancelhas (conte a partir do risco do meio da cabeça, quatro dedos para cada lado).

“Em seguida separe o que foi dividido no alto da cabeça e prenda o resto do cabelo. Depois, com o auxílio de um pente fino, comece a desfiar os fios em direção contrária à raiz. A técnica irá dar forma ao penteado. Após desfiar os fios, modele seu topete prendendo-o para trás com a ajuda de grampos invisíveis”, explica a designer. Para finalizar, passe o spray fixador no penteado e continue modelando o topete da maneira desejada.

O artigo Penteados com topete: como fazer – em Penteado
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/cabelos/cabelo/penteado/penteados-com-topete-como-fazer/2709

Shampoos Caros Valem a Pena?

A matéria Shampoos Caros Valem a Pena?
você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.


Muita gente sempre me pergunta que shampoo eu uso, afinal de tanto eu falar de cabelos no PB, hoje em dia eu acabo sendo vista como uma expert, ou melhor (ou pior?) santa padroeira dos cabelos! RISOS – Nenhum desses títulos tem qualquer mérito e a resposta de qual shampoo eu uso é sempre: Não sei, é o que estava lá no banheiro.

Na verdade a marca do shampoo é completamente irrelevante, o que vale são os ingredientes. Eu sempre uso shampoos sem sulfato, sem álcool, com fragrâncias naturais – no meu banheiro não entra shampoos comuns, cheios de LSS (o pior dos sulfactantes), então pode ser da Organix, Philosophy, Chi, Coy ou Loccitane – sim eu tenho muitos shampoos estocados no armário do banheiro, porque testo muitas marcas e estou sempre experimentando marcas novas.

Sempre que uso produtos de marcas grandes como L’oreal, por exemplo, e suas marcas filiais – Kérastase, Garnier, Redken, Biolage e Matrix, meu cabelo fica um desastre! Isso se dá pelo fato desses produtos que vão dos mais baratos aos caríssimos, todos contém sulfatos, sais, fragrâncias artificiais, álcool e agentes adstringentes. Se eu lavar meu cabelo com detergente de lavar louça e esses shampoos, os resultados serão os mesmos: péssimos.

Outro dia, uma leitora, a Simone, nos perguntou o que ela deveria fazer com os shampoos caros que ela tinha comprado, agora que, graças ao PB, ela já sabia que eles não mais serviam para lavar os cabelos. Abaixo, vai o comentário dela:

“Olá, td bem?
Eu sou nova por aqui, esse é o meu primeiro comentário e definitivamente, eu aderi ao shampoo sem
sulfato, mas tenho uma questão: qual utilidade dar aos quase R$ 500 (pois é!), que
eu investi em shampoo da kerastase, force vector l’oreal, bed head tigi
(709ml-benza Deus!), todos uma fortuna e cheios de VENENO, sem contar
com o q a dermo me passou pra escamação – celamina ULTRA, o sulfato é o
primeiro da lista (medo!).
Eu comecei a investir nessas marcas, pq o
meu cabelo ao natural começou a
ficar ressecado e ralo, normalmente sem química isso não acontecia e
tem tudo a ver, algumas vezes eu lavava o cabelo só com a babosa batida
no liquidificador e depois condicionava e o cabelo ficava mto bom!
Oops,
voltando a questão, como reutilizá-los: sabonete líquido pra
banho (corpo)? lavar louça como detergente? lavar roupa, ou lavar roupa
íntima? em tempos de
reutilização, tem que haver algo, eu não compro mais, isso é fato, mas
também não acho justo dar pra alguém, né! então como reutilizar, até
acabar e nunca mais comprar nada do tipo, help me?
Mto obrigada por tudo!”

A melhor coisa é realmente usar esses shampoos caros para lavar calcinhas, o que é uma pena e grande desperdício de dinheiro, mas com certeza é uma decisão que vai salvar o cabelo da Simone.

Qual é a melhor marca de shampoo? Qual é o melhor shampoo no mercado?

Não vá pela marca, vá pelos ingredientes! Infelizmente, empresas no Brasil quase nunca divulgam os ingredientes dos seus shampos online, elas mencionam óleo de argan, alecrim, rosas, Vitamina B, A, D… ou seja essas coisas que não fazem muita diferença, pois afinal, o shampoo sempre acaba no ralo e o cabelo não absorve ervas cheirosinhas ou vitaminas.

Você tem que olhar o frasco e começar a se familiarizar com aqueles nomes complicados de ingredientes químicos que chegam a dar medo.

INGREDIENTES EM SHAMPOOS QUE DEVEM SER EVITADOS

Ingredientes comuns que fazem mal para o cabelo (em cerca de 90% dos shampoos no mercado)

Sodium Lauryl Sulfate
Ammonium Lauryl Sulfate
Ammonium Laureth Sulfate
Ammonium Xylene Sulfonate
TEA Lauryl Sulfate
Selenium Sulfide (em shampoos anti-caspa)

Ingredientes menos comuns que também fazem mal aos cabelos


Magnesium Sulfate
Sodium Thiosulfate
Sodium C14-16 Olefin Sulfonate
Alkyl Sodium Sulfate
Alkyl Benzene Sulfonate
TEA-Dodecylbenzene
Sodium C12-15 Alkyl Sulfate
Sodium Dodecyl Sulfonate

Ingredientes naturais que devem ser evitados (por serem adstringentes)

Menta
Balsamo
Eucalipto
Limão
Laranja
Mamão

Todos os sulfatos são ruins? Sim, mas alguns são um pouco melhores, o Sodium Laureth Sulfate, primo do grande vilão Lauryl, não é tão maldoso, mas se possível, evite sulfatos! Álcool e fragrâncias sintéticas também ressecam os cabelos, por isso aprendam a ler os rótulos dos shampoos e escolha um produto seguro e eficaz, independente do preço – SHAMPOO CARO NÃO É NECESSARIAMENTE SHAMPOO BOM.

O site www.natural-skincare-authority.com analisa todos os ingredientes em cosméticos e possui uma database enorme de produtos. Eles analisam os produtos e dão a eles uma nota de 1 a 10, allém de uma resenha detalhada.

O shampoo Kerastase Nutritive Bain Satin Nutrition 3 ganhou a nota 2,9 e foi considerado altamente tóxico, cheio de químicos que podem ser perigosos à saúde, além de danificar os cabelos. Veja a resenha completa no link abaixo:

http://www.natural-skincare-authority.com/kerastase-shampoo.html

Não acreditem nas propagandas ou nos status que certas marcas podem dar! Não importa se o shampoo é caro ou barato, há shampoos baratos que são horríveis também – aprenda sobre os ingredientes. Fique esperta, faça a coisa certa para sua saúde e sua beleza.

O artigo Shampoos Caros Valem a Pena?
foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/shampoos-caros-valem-a-pena.html

Maquiagem rosa é tendência para o verão 2013. Inspire-se – em Make

De acordo com os defiles internacionais, o cor de rosa merece destaque no make, seja nos olhos, na boca ou nas bochechas. Veja a tendência para o verão 2013

Reportagem: Camila Saipp



Make rosa

Para manter a discrição, aposte no blush rosado e se quiser ousar,  a dica  é abusar do pink

nos olhos e na boca
Fotos: Reprodução 

Terminadas as semanas de moda de Londres e Nova York, já podemos apontar uma das tendências que promete vir com tudo no verão 2013: o make rosa. Usada tanto nos olhos, quanto nos lábios e bochechas, a maquiagem cor de rosa foi presença constante nos desfiles internacionais e não deve ficar de fora dos nécessaires das brasileiras.

Para quem não tem medo de ousar, a dica é abusar do cor de rosa nos olhos, deixando o look com um ar feminino e alegre, como pedem os nossos dias quentes. A maquiagem rosa pode ser feita com a aplicação de sombra em toda a pálpebra ou apenas com lápis de olho contornando os cílios, onde também pode ser aplicado um rímel da mesma cor para finalizar o make.



Famosas com make rosa

Olivia Wilde apostou no blush rosado, o que dá um ar de saudável ao rosto. Já Emma Stone

arrasou com um batom cremoso pink
Fotos: Reprodução

As mais discretas, devem apostar nos batons cor de rosa e deixar o destaque do make somente para a boca, desde que o tom escolhido seja um rosa mais forte, quase pink. Nestes casos, o restante da maquiagem deve ser bem natural para não dividir as atenções com a cor forte.

O blush, item queridinho das mulheres brasileiras, não ficou de lado nessa história e pode ganhar um up se a tonalidade escolhida para as bochechas for rosa ao invés de alaranjado. Só tome cuidado para não exagerar na dose. Outra vantagem do make rosa: ele combina com todos os tons de pele!

O artigo Maquiagem rosa é tendência para o verão 2013. Inspire-se – em Make
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/beleza/beleza/make/maquiagem-rosa-e-tendencia-para-o-verao-2013-inspirese/2708