Homem vai ao hospital depois de chorar sangue e descobre condição rara; entenda

Veja a matéria completa sobre Homem vai ao hospital depois de chorar sangue e descobre condição rara; entenda e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Chorar sangue pode ser um sintoma de alguma condição grave, como câncer, pressão alta ou alguma lesão

Reprodução/New England Journal of Medicine

Médicos na Itália revelaram o caso de um homem que procurou um hospital depois de ter dito chorar sangue pelos dois olhos. Sem revelar a identidade do paciente, os médicos contaram que o homem não havia machucado o rosto e também não sentia nenhuma dor: o sangue simplesmente escorreu pelos seus olhos sem nenhum motivo aparente.

Leia também: Novo exame de sangue poderá detectar câncer de pulmão, segundo OMS

O paciente contou que começou chorar sangue
duas horas antes de chegar ao hospital, localizado na cidade italiana de Messina, no nordeste da Sicília, e que o fenômeno durou apenas alguns minutos. No entanto, os especialistas puderam ver o líquido vazar dos olhos do homem, quando aconteceu novamente, enquanto ele estava na sala de espera.

Depois de realizar diversos exames minuciosos, os médicos descobriram que ele tinha hemolacria, uma condição rara que leva as pessoas a produzirem lágrimas contendo sangue.

Segundo os resultados dos exames, tumores não cancerosos estavam se desenvolvendo sob as pálpebras do paciente, conhecidos como hemangiomas, o que teria causado o sangramento. O caso foi relatado no New England Journal of Medicine
.

Quando chegou ao hospital, o homem não conseguiu explicar o motivo do sangramento,  e afirmava não ter machucado nem o olho, nem o nariz ou qualquer outra parte da cabeça. A situação nunca havia acontecido com ele antes, e não havia indícios de hemorragias nasais, sangramento nas gengivas ou hematomas fáceis.

O que os médicos puderam constatar é que ele já estava tomando medicação para pressão alta e, apesar de sua pressão arterial ser normal no hospital, era alta em seus olhos, de acordo com o que os testes revelaram.

Para o tratamento, foi indicado o uso de colírio contendo uma substância ativa conhecida como Maleato de Timolol, usada ​​para tratar o glaucoma e reduzir a pressão intraocular elevada.

Depois que de usar o colírio, o paciente afirmou que não houve outro incidente com lágrimas de sangue
por um ano, quando ele voltou ao hospital para realizar um check-up.

Segundo a publicação do caso, o sangue nas lágrimas tem sido relatado em revistas médicas no passado e várias podem ser as causas do sintoma. Pode ocorrer como resultado de infecção, lesão, inchaço, tumores ou até efeito colateral de hemorragias nasais.

Uma mulher de 56 anos sofreu o fenômeno depois de beliscar o nariz por duas horas para tentar conter o nariz sangrando, por exemplo. No caso relatado no British Journal of Opthamology
, em 2003, a mulher que beliscou o nariz fez o sangue fluir para trás e vazar.

O sangue foi absorvido com uma esponja até o sangramento do nariz cessar e ela fez uma recuperação “sem incidentes”.

Leia também: Mãe trata acne neonatal de bebê com óleo de coco e resultado é instantâneo

Hemolacria: condição que faz chorar sangue


Ao chorar sangue, a mulher afirmou aos médicos, em 2003, que havia beliscado o nariz antes, ocasionando a lesão

Reprodução/British Journal of Opthamology

A hemolacria
é uma condição rara em que o corpo mistura sangue com lágrimas, devido algum problema no aparelho lacrimal. Apesar de esse poder ser o sintoma para várias condições, não está claro quantas pessoas são afetadas pela condição, nem há explicações para todos os casos.

De acordo com a literatura médica, infecções oculares, lesões faciais, tumores nos olhos ou ao redor dos olhos, inchaço ou hemorragias nasais podem causar hemolacria.

O sangue pode vir de um ferimento que já está sangrando e se misturar com lágrimas, pode ser empurrado através dos tubos que conectam os olhos e o nariz, ou de vazar vasos sanguíneos dentro dos canais lacrimais.

Médicos relatam caso de mulher que suou sangue


Além de chorar sangue, também é possível suar: condição é extremamente rara, e afeta apenas uma pessoa a cada 10 milhões

Reprodução/Canada Medical Association Journal

Outro caso envolvendo sangue que também chamou a atenção de médicos de todo o mundo também aconteceu na Itália e envolveu uma mulher de 21 anos, que foi admitida em um hospital na cidade de Florença.

Suando sangue pelo rosto e pelas palmas das mãos, a italiana chocou os médicos responsáveis pelo seu caso. 

Surpresos com a situação, os especialistas decidiram investigar os sintomas que, segundo a paciente, começaram há três anos e podem durar até cinco minutos, dependendo do fluxo do sangue . De acordo com o portal britânico Daily Mail
, o caso foi divulgado no ano passado, no Jornal da Associação Médica Canadense (CMAJ).

Após relatar aos médicos que os episódios são mais frequentes quando fica estressada, a mulher foi submetida a uma série de exames. Assim, a italiana foi diagnosticada com hematidrose , uma doença que afeta apenas uma pessoa a cada dez milhões.

Tratada com propanolol – uma medicação que consegue reduzir os sintomas, mas não paralisa completamente o sangramento – a paciente foi liberada algumas horas depois.

Extremamente rara, a condição afeta apenas uma pessoas a cada dez milhões e ainda é desconhecida por muitos médicos. A hematidrose é conhecida como a “doença de Jesus”, já que poderia ser a explicação para a passagem bíblica em que supostamente apresenta sangramentos no suor antes de ser crucificado.

De acordo com o Daily Mail
, um estudo publicado no Jornal Indiano de Dermatologia explica que a causa da doença ainda é desconhecida. Entretanto, acredita-se que ela é o resultado de episódios extremos de medo ou estresse, que fazem com que as veias ao redor das glândulas sudoríparas sejam dilatadas ao ponto de serem rompidas.

Dessa forma, passa-se a impressão de que a pessoa está suando sangue. Ainda não há cura para a condição, apenas tratamentos com os chamados bloqueadores beta-adrenérgicos, que ajudam a controlar os episódios de crise ao minimizar a ansiedade e estresse do paciente.

Leia também: Quando ir ao médico? Descubra a frequência de acordo com a sua idade

Assim como a hematidrose, a hemolacria – que faz a pessoa chorar sangue
– parece pior do que é e, geralmente, pode ser tratada atacando a infecção subjacente ou outra causa, que pode ser pressão alta, câncer ou uma lesão grave – por isso deve ser examinado por um médico.

O artigo Homem vai ao hospital depois de chorar sangue e descobre condição rara; entenda foi originalmente publicado em https://saude.ig.com.br/minhasaude/2018-11-02/chorar-sangue-hemolacria-o-que-e.html

"Ele já disse que engoliu uma pilha", conta Evandro sobre Rafael Ilha

Veja, "Ele já disse que engoliu uma pilha", conta Evandro sobre Rafael Ilha confira também tudo o que acontece no BBB13.

Na madrugada desta segunda-feira (5), Evandro Santo e Nadja Pessoa conversaram sobre Rafael Ilha. O humorista fez uma análise do comportamento do colega, dizendo que o confinamento está trazendo lembranças do passado, e contou à Nadja sobre o episódio em que Rafael teria ingerido uma pilha durante uma crise de abstinência.

“Por que ele está inseguro?”, questionou Nadja. “O Rafa está em um momento muito assim. É muita saudade da família. Eu acho que na vida pessoal dele ele viu muita injustiça e a família dele é a proteção que ele tem. É difícil construir uma família depois da história dele. Talvez ficar confinado possa trazer lembranças antigas. E ele já foi confinado de dois jeitos, como adicto e como outra coisa. Eu já fui internado por quatro meses, mas eu não sei o que é viver em uma prisão”, disse Evandro.

“E ele sabe”, comentou a empresária. “E isso porque ele é uma pessoa pública desde os doze anos. Então imagina o que esse menino foi julgado, xingado. Ele era chamado de Rafael Pilha, porque já disse que engoliu uma pilha. Por isso que, às vezes, ele tem uma mistura de malandro com paizão, mas é uma pessoa sensível que sobreviveu a muita coisa. É a pessoa mais sensível aqui, por isso que eu não desisto dele. Pode falar o que for, ele pode ter altos e baixos e ser bipolar, mas enquanto ele estiver nessa casa ele vai ter meu apoio”, declarou o comediante.

O artigo "Ele já disse que engoliu uma pilha", conta Evandro sobre Rafael Ilha foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/11/05/ele-ja-disse-que-engoliu-uma-pilha-conta-evandro-sobre-rafael-ilha.htm

Gorete do "Pânico" reaparece sem dente, 10 anos após transformação na TV

Veja, Gorete do "Pânico" reaparece sem dente, 10 anos após transformação na TV confira também tudo o que acontece no BBB13.

Quase dez anos depois de ter sua imagem explorada no “Pânico”, a figurante Gorete da Silva reapareceu no “Domingo Show” e passou por uma nova transformação.

Geraldo Luis lembrou um pouco da história de Gorete, que participou do reality do “Pânico”, “Gorete quer ser Gisele”, entre 2009 e 2010, surpreendeu na época com a mudança no visual. Desta vez, ela reapareceu novamente sem dentes, e o dominical da Record transformou seu visual.

Na entrevista, Geraldo Luis explorou a mágoa que a ex-figurante do “Pânico” guarda dos seus pais biológicos, que foi humilhada e espancada na infância. Gorete contou que a mãe colocava todos os irmãos para comer na mesa e ela comia no chão, diante de todos.

“Nunca desejei mal para ela, mas mágoa tenho sim, se eu falar que não, estou mentindo pra mim mesma”.

Ela não conteve o choro ao falar das dificuldades que passou na infância e das lembranças tristes dos pais.

“Vejo como se não fossem nada pra mim. É como seu eu não tivesse família”.

A mãe de Gorete explicou que deixou a filha aos nove meses com a mãe porque não podia trabalhar com ela e reencontrou Gorete na matéria exibida no programa.

“Vim de São Paulo, ela estava grandinha e dizia que a mãe dela era sua avó. Ela deixou minha mãe aos 14 anos e foi embora”.

O programa mostrou a conversa de mãe e filha relembrando as mágoas do passado.

“Você vai continuar sendo minha mãe. Se estou hoje com 40 anos, independente do que passei, trancos e barrancos, não vou viver do passado. Quero mudar minha vida daqui pra frente”.

“Espero que as duas se aceitem, se acertem, porque a vida é uma chance eterna enquanto nós estivermos vivos…É bonito ver isso, valeu a pena”, concluiu Geraldo Luis no final da matéria.

O artigo Gorete do "Pânico" reaparece sem dente, 10 anos após transformação na TV foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/11/05/gorete-do-panico-reaparece-sem-dente-10-anos-apos-transformacao-na-tv.htm