A volta dos conjuntinhos

A matéria A volta dos conjuntinhos
você fica sabendo todos os detalhes aqui ou veja mais notícias em Dicas de Mulher.

a volta dos conjuntinhos A volta dos conjuntinhos

Durante muito tempo a regra foi evitar looks inteiramente coordenados. Agora, na contramão, entra em cena a tendência dos conjuntos, ou seja, quanto mais combinado, melhor.

Os cojuntinhos foram febre em meados da década de 1960 e, repaginados, estiveram em destaque durante a última edição do São Paulo Fashion Week e Fashion Rio. Logo, a tendência tem seu espaço garantido no inverno 2012 e mais: traz consigo maxiombreiras e jeans delavê.

A combinação duo de peças surge apresentando muitas possibilidades. Dentre elas, se vê a opção de coordenar elementos de mesma estampa ou cor. Além do que, saias, shorts, hot pants, blazers, camisas e jaquetas estão inclusas neste jogo de combinar.

As ombreiras, símbolo dos anos de 1980, também estão presentes. Durante anos mantiveram-se reclusas para então, neste inverno, localizar volume em conjuntinhos. O diferencial, entretanto, são blazers 7/8 somados às camisas brancas. Estas, eliminam o peso que as ombreiras poderiam agregar ao visual.

Embora fossem vistos como sociais, os conjuntinhos foram repaginados para a estação. Agora, podem ser usados livremente em ocasiões diversas. Com um toque de modernidade, desde a modelagem às estampas, vale vestir a ideia tendo sempre em mente que o equilíbrio de proporções é primordial.

Como usar conjuntinhos

Para aderir ao elegante look monocromático, escolha tons terrosos e invista nos tecidos. Porém, peças de construções elaboradas, texturas e transparências sutis tornam o visual mais interessante. Logo, se optar por estampas, invista no charme do tweed.

Uma das formas mais modernas de aderir à tendência é investir na versão pijama: calça ampla e camisa com gola em “V”, em tecido de acabamento luminoso. Não menos atual, a dica é trocar a calça do look por shorts casados ao blazer. Estampas como a de paisley garantem charme extra à combinação.

Para trazer frescor ao visual, opte por modelos de conjuntinhos com textura: tweed, brocado, lurex, paetês, entre outros, e use os conjuntos com camisetas, para deixar a produção despojada.

Em dias de trabalho opte pelo mix da cor vibrante do conjunto aliado à neutralidade da camisa branca ou neutra, e vice-versa. Já as adeptas do mix de estampas, optem por elementos minimalistas e sóbrios. Porém, para coordenar uma produção elegante, o conjuntinho deve ser composto por calça e blusa ou tailleur, acompanhado de meias-calças opacas.

Nos pés, opte por sapatilhas e slippers para o dia a dia; às sandálias altas para produções menos casuais. Para finalizar o visual, invista em acessórios que também possuam características vintage e lembre-se: sapatos e acessórios devem estar em sintonia com a produção, sejam sóbrios ou no tom em evidência escolhido.

prevnext

1. Conjuntinhos monocromáticos

O artigo A volta dos conjuntinhos
foi originalmente publicado em http://www.dicasdemulher.com.br/a-volta-dos-conjuntinhos/

Cuidados com a secagem das roupas

A matéria Cuidados com a secagem das roupas
você fica sabendo todos os detalhes aqui ou veja mais notícias em Dicas de Mulher.

cuidados com a secagem das roupas Cuidados com a secagem das roupas

Costumamos nos preocupar muito com a lavagem das roupas e os cuidados que devemos tomar durante o processo todo. Pequenos descuidos podem danificar ou manchar as roupas. Entretanto, a segunda parte do processo de limpeza das roupas também deve ser feita com cautela.

Cuidados na hora de colocar as roupas para secar pode evitar manchas e aquelas rugas impossíveis de tirar ao passa-las. Sendo assim, confira as dicas a seguir e capriche também na hora de colocar as peças para secagem.

Após a lavagem, antes de estender a roupa no varal, tente esticar a peça dando a ela seu formato original, como o formato de quando está passada. Por exemplo, as camisas e camisetas podem ser chacoalhadas até perderem as rugas maiores e ficarem no formato normal.

Quanto às calças, sugere-se puxar e “bater” as pernas para desenrugar. Esse cuidado garante maior facilidade e rapidez na hora de passar a roupa, você vai perceber que muitas delas nem precisarão ser passadas.

Ao estender, prefira colocar suas roupas para secar à sombra. Assim como as peças brancas podem ficar amareladas ou manchadas, as peças com cor podem desbotar, perdendo sua beleza e diminuindo seu tempo de conservação.

Quando for pendurar as peças no varal, tome cuidado ao colocar o pregador na roupa. Escolha um local onde a marca não ficará evidente ou não será difícil de tirar passando com o ferro. Prefira também estender a roupa de maneira que ela fique mais livre para secar. Por exemplo, não pendure toalhas de banho dobradas e sim estendidas e com pregador nas duas pontas.

Outra dica para facilitar a vida de quem lava sua própria roupa é estender camisetas, blusas e camisas diretamente em um cabide. Desta forma elas secam mais rapidamente e com menos rugas. Se forem peças que não precisam passar muito, usando esta técnica é possível que nem seja necessário passa-las.

Dicas de secagem para cada tipo de tecido

Algodão: Roupas de algodão podem ficar amassadas com facilidade, sendo assim prefira pendurá-las na melhor posição para evitar que isso aconteça. Apesar de serem mais resistentes, as peças em algodão devem ser secadas preferencialmente à sombra.

Tecidos sintéticos: Por serem mais resistentes, estes tecidos podem ser pendurados no varal na vertical sem que as peças se deformem. Entretanto, sugere-se secagem à sombra.

Seda: Peças em seda devem ser secadas à sombra e penduradas com extremo cuidado. Não use pregos de madeira para não danificar os fios de seda. Prefira pendurar usando pregadores de plástico e cabides.

Lã: As peças de lã são sensíveis e se deformam com facilidade quando penduradas na vertical, por isso, o ideal é deixa-las estendidas na horizontal à sombra em um local com grande ventilação.

Couro: Roupas de couro devem ser secadas à sombra e em posições que não deixem o material desajeitado. Jaquetas, por exemplo, devem ser penduradas direto no cabide. Lembrando que se a roupa de couro secar torta será muito difícil desamassá-la.

Seguindo as dicas você poupa trabalho na hora de passar as roupas e ainda de quebra economiza energia elétrica. Outro benefício de tomar cuidado ao estender a roupa para secar é que a sua conservação se prolonga por mais tempo.

O artigo Cuidados com a secagem das roupas
foi originalmente publicado em http://www.dicasdemulher.com.br/cuidados-com-a-secagem-das-roupas/

Base Escura ou Clara Demais – O que Fazer?

A matéria Base Escura ou Clara Demais – O que Fazer?
você lê em detalhes aqui, ou confira mais notícias sobre Moda, Saúde e Beleza em Produtos de Beleza.

Acho que um dos erros de maquiagem mais comuns é comprar base da cor errada. Eu mesma já cansei de fazer isso – e olha que aqui nos EUA, você geralmente tem a oportunidade de pegar uma amostra e testar as bases antes de comprar. No entanto, muitas vezes aquela base que tem ótima textura e cobertura simplesmente não combina com seu tom de pele. Então, o que fazer?

Você já deve ter tentado misturar bases líquidas, mas às vezes isso não é suficiente. A melhor maneira é usar base mineral em pó para ajustar a cor de sua base. Este método também deixa a sua base com mais cobertura, portanto espalhe-a bem para que sua cobertura fique mais natural.

Se você achar que sua a base está muito grossa pois você teve que usar muita base em pó para acertar a cor, basta adicionar algumas gotas de água. Então fica a dica, não desista de uma base pois a cor não combina com sua pele, é possível concertá-la.

 

Maquiadora e cabeleireira nas horas vagas, blogueira e professora de inglês. Adoro o estilo dos anos 60, músicas dos Beatles, Xbox 360, política de esquerda e filmes de terror.

Artigos Relacionados:

O artigo Base Escura ou Clara Demais – O que Fazer?
foi originalmente publicado em http://www.produtosdebeleza.com/base-escura-ou-clara-demais-o-que-fazer.html