Drenagem manual x drenagem com aparelhos – em Cuidados com o corpo

Será que os aparelhos hiper modernos vão superar a drenagem linfática manual?
Alguns defendem que não. Veja o que dizem os especialistas!



Drenagem linfática

Os aparelhos não substituem a drenagem linfática manual,
mas dão uma boa enxugada nas medidas
Foto: Danilo Borges

Em muitas clínicas, aparelhos modernérrimos substituem o trabalho manual de drenagem linfática. Apesar da tecnologia empregada, nem sempre eles são capazes de superar o contato humano.

“Não há aparelho capaz de substituir adequadamente a ação manual. A drenagem linfática eficaz deve estimular e redirecionar o líquido estagnado através de capilares, vasos e gânglios linfáticos. A pressão deve ser alternada, rítmica, e a sensibilidade manual de quem executa é fundamental, além de seu conhecimento sobre a anatomia e o funcionamento orgânico. Qualquer aparelho, por mais sofisticado que seja, não possui essas qualidades”, defende Marcia Colliri Camargo, fisioterapeuta, analista bioenergética e precursora da drenagem linfática no Brasil (SP).


Orlando Sanches, diretor técnico da clínica PósOp – Sistema de Pós-Operatório Especializado (SP), concorda: “Nenhum equipamento consegue substituir o toque humano. Principalmente pela necessidade absoluta do tato durante a realização da massagem.” De acordo com ele, alguns angiologistas sugerem o uso de aparelhos baseados em botas pneumáticas, porém esses equipamentos conseguem muito mais realizar um efeito vascular venoso do que uma drenagem.

Existem também aparelhos que poderiam ser utilizados como auxiliares e/ou complementares, como os que realizam massagem orbital (por exemplo, o Sculptor). Porém, o mais indicado, mesmo, são os lasers de baixa potência, pois são equipamentos com diversos trabalhos científicos publicados, respaldando sua função drenante. E como são lasers “frios”, não causam dor ou desconforto.

O artigo Drenagem manual x drenagem com aparelhos – em Cuidados com o corpo
foi originalmente publicado em http://corpoacorpo.uol.com.br/corpo-e-rosto/corpo-e-rosto/cuidados-com-o-corpo/drenagem-manual-x-drenagem-com-aparelhos/2129

Dicas para tornar as fotos do seu casamento mais divertidas

fotos casamento divertidas Dicas para tornar as fotos do seu casamento mais divertidas

O dia mais esperado da vida de uma mulher é a data do seu casamento. Para que tudo esteja perfeito, as noivas passam meses à procura dos melhores profissionais para realizar a cerimônia e a festa. E claro, para eternizar esse momento único não apenas na memória, as fotografias são indispensáveis. Mas, com celebrações cada vez mais modernas, o tradicional álbum de fotos tornou-se coisa do passado.

As fotos de casamento devem transmitir a felicidade dos noivos, da família e dos amigos. Para isso, uma ou outra foto “posada” é aceitável. Mas, se a intenção é realmente registrar a ocasião, as fotos descontraídas e espontâneas, com largos sorrisos e momentos de união entre os convidados, são as mais indicadas e as preferidas dos fotógrafos. “Todo profissional adora registrar cenas únicas, que acontecem nos momentos de descontração. O álbum fica bem mais bonito e gosto de ver”, diz o fotógrafo João Carlos da Silva.

Além de ter fotos diferentes através de “técnicas” como a descontração, é possível ter um álbum de casamento divertido, com fotos não convencionais e não apenas da festa.

A ideia pode parecer ousada, mas, para fugir do convencional, as noivas podem mesclar romantismo, modernidade e, até mesmo, tradicionalismo com criatividade. Ficou curiosa? Confira 4 dicas para tonar as suas fotos mais divertidas.

1. Escolha um local que você e o seu futuro marido gostam, de preferência, um lugar que represente algo para a história de vocês. Pode ser um parque, uma praia, fica a critério dos noivos. Convide todos os padrinhos e faça um “teatrinho”. Abuse da criatividade e use os convidados para tornar a foto mais divertida. Lembre-se de que o local escolhido deve ser próximo ao local da festa, já que todos terão que voltar para a comemoração.

2. Para animar os convidados, você pode montar um mini estúdio fotográfico com apetrechos divertidos, como máscaras, óculos e chapéus, por exemplo. Quem entrar na brincadeira, será orientado pelo fotógrafo para que tudo fique bem divertido. Se preferir, distribua esses apetrechos durante a festa para que todos usem na pista de dança. Eles com certeza renderão fotos incríveis.

3. Se a festa for temática, algo bastante comum entre as noivas modernas, os elementos da decoração podem ser usados para dar mais charme às fotos. Por exemplo, nesse caso, a tradicional foto atrás do bolo não precisa ser excluída do álbum. Com um bolo diferente, quem for tirar fotografias atrás dele, pode ousar e torná-lo um elemento importantíssimo da brincadeira.

4. Molduras digitais dão um ar completamente descontraído e moderno às fotografias. Hoje, existem máquinas que tiram fotos com molduras que podem ser alugadas para festas de casamento. O mais legal em contratar esses equipamentos é o que o convidado poderá interagir com a moldura, que pode ser uma fotografia dos noivos em uma situação inusitada, por exemplo. A outra opção para as molduras é pedir aos convidados que façam “caras e bocas” e, na hora da edição, inserir imagens, desenhos, etc.

O fotógrafo João Carlos da Silva explica que, hoje, a preferência dos casais é fazer uma festa inteira divertida. “Os noivos que me procuram para fazer algo inusitado, geralmente, planejaram a festa inteira com detalhes divertidos e querem apenas registrar essa criatividade através das fotografias. Mas, o que digo a todos eles é que as fotos também devem ser criativas e divertidas.”

O artigo Dicas para tornar as fotos do seu casamento mais divertidas
foi originalmente publicado em http://www.dicasdemulher.com.br/dicas-para-tornar-as-fotos-do-seu-casamento-mais-divertidas/

Tipos de chapinhas para os cabelos

tipos chapinha Tipos de chapinhas para os cabelos

Nem toda prancha para os cabelos é igual. Para as adeptas ao efeito liso nos fios, existem diversos tipos de chapinhas para os cabelos. Cada uma delas com revestimentos diferentes, tudo para garantir um ótimo acabamento e deixar os cabelos sempre com o aspecto chapado e natural, mas sem danificá-los. E se você tem dúvidas na hora de escolher, confira algumas opções de modelos e saiba qual a função de cada uma.

Cerâmica

Quando aquecida, a chapinha de cerâmica libera raios infravermelhos que penetram nos fios com maior frequência evitando o ressecamento e demais danos. Sua temperatura é estável e garante o processo de alisamento com mais facilidade.

A chapinha de cerâmica ajudar a alcançar o efeito chapado sem precisar passar o aparelho várias vezes na mesma mecha e o melhor, sem causar agressão aos fios.

Íons

A chapinha com íons tem a função de quebrar as moléculas de água em finas partículas possibilitando a penetração nas cutículas abertas dos fios mantendo a hidratação natural, energizando e neutralizando a eletricidade dos cabelos de dentro para a fora. Isso garante os cabelos ainda mais sedosos, brilhantes e sem aquele efeito arrepiado.

Infravermelho

A chapinha com infravermelho penetra na fibra capilar através de ondas infravermelhas fechando as cutículas dos fios com maior eficiência. Esse processo movimenta as móleculas de água ajudando a desintoxicar o fio.

Ou seja, o infravermelho garante fios mais bonitos, sedosos, macios e com acabamento liso, principalmente para quem possui procedimentos químicos nos fios, como escova progressiva ou tem fios mais delicados.

Turmalina

O revestimento de turmalina nas pranchas de cabelo nada mais é que uma camada do mineral que, quando aplicado nos fios, sela suas cutículas garantindo o efeito liso, com brilho e sem frizz. Tudo isso graças à potencialização dos íons negativos que quando em contato com as cargas poisitivas dos fios, ajudam a neutralizar a sua eletricidade.

A chapinha de turmalina garante proteção extra para os cabelos não expondo diretamente ao alumínio do aparelho. Esse tipo de prancha é indicado principalmente para quem tem os cabelos muito ressecados ou possui algum tipo de química nos fios. O efeito liso é imediato e garante os cabelos muito mais brilhantes e macios.

Nanotecnologia de titânio

A nanotecnologia de titânio é a função mais eficiente para os aparelhos, pois o titânio é um ótimo condutor de calor e mantém o aparelho com uma temperatura estável, garantindo proteção aos fios.

Além disso a chapinha com nanotecnologia de titânio ajuda a reduzir a ação de radicais livres, fungos e bactérias garantindo a higienização e proteção dos fios.

Modelos de chapinhas

Para facilitar ainda mais, separamos alguns modelos de chapinhas para os cabelos para manter você por dentro das novidades e escolher o tipo ideal para seus fios.

prevnext

1. Chapinha com Infravermelho

O artigo Tipos de chapinhas para os cabelos
foi originalmente publicado em http://www.dicasdemulher.com.br/tipos-de-chapinhas-para-os-cabelos/