Garota de 16 anos que usava vape escondida da mãe sofre parada cardíaca

Veja a matéria completa sobre Garota de 16 anos que usava vape escondida da mãe sofre parada cardíaca e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Samantha Hatten-Ford, de 16 anos, foi hospitalizada na cidade Phoenix, nos Estados Unidos. Segundo Betty Hatten-Ford, mãe da adolescente, ela estava no quarto com algumas amigas quando o grupo de convidadas gritou por socorro. Ao chegar no cômodo, Betty encontrou a filha já em estado inconsciente, com muito sangue e muco saindo pela boca. 

Leia mais: Com casos fatais nos EUA, vape é ainda mais perigoso no Brasil


adolescente de cabelo cacheado

arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Após tentativas ineficazes de primeiros socorros, Samantha foi levada ao hospital pediátrico de Phoenix, onde os exames acusaram que ela havia sofrido parada cardíaca em decorrência de uma hemorragia pulmonar, relacionada ao uso do vape
. Além disso, seu coração estava funcionando com apenas 30% do potencial.

Após uma vistoria no quarto da menina, policiais encontraram diferentes tipos de vaporizadores, os cigarros eletrônicos
 associados a pelo menos 26 mortes apenas nos Estados Unidos. De acordo com os exames, acredita-se que Samantha fumava escondida há pelo menos dois anos.

Leia mais: Uso de cigarro eletrônico deixa jovem com ‘pulmão de 70 anos’

“Me senti um completo fracasso por não ter percebido antes que ela fumava”, disse Betty ao portal DailyMail. “Eu espero que a gravidade do que aconteceu com Samantha sirva para que seus amigos acordem para o perigo desse hábito”. 

Após alguns dias na UTI dos hospital, Samantha foi conduzida à enfermaria e, na última segunda-feira, os tubos respiratórios foram retirados, permitindo que a adolescente se comunicasse com os médicos pela primeira vez. A expectativa, porém, é de que ela permaneça no hospital por pelo menos mais cinco semanas. 

Os uso de cigarros eletrônicos é assunto frequente nos últimos meses. Popular nos Estados Unidos e com enorme venda clandestina no Brasil, os vapes estão relacionados a dezenas de mortes e mais de 450 internações notificadas nos EUA. Por aqui, os primeiros casos de doença pulmonar
ainda são de difícil diagnóstico. 

Leia mais: Publicitário é internado em SP após uso de cigarro eletrônico e faz alerta

Por ser um produto utilizado há muitos anos que só agora apresenta casos de doenças atribuídas ao seu uso, a principal suspeita é de que haja uma nova substância entre as inaladas com o vape
. Até o momento, as entidades acreditam que seja o acetato de vitamina E, muito usado em essências – ou juices – de THC. 

O artigo Garota de 16 anos que usava vape escondida da mãe sofre parada cardíaca foi originalmente publicado em https://saude.ig.com.br/2019-10-16/garota-de-16-anos-que-usava-vape-escondida-da-mae-sofre-parada-cardiaca.html

Jovem que teve câncer de mama aos 20 anos defende importância do autoexame

Veja a matéria completa sobre Jovem que teve câncer de mama aos 20 anos defende importância do autoexame e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

A australiana Bianca Innes, de 23 anos, foi diagnosticada aos 20 com câncer de mama, doença que mata 12 mil mulheres por ano no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). “Encontrei um nódulo na mama direita, que se tornou bastante doloroso e comecei a sentir dor embaixo do braço direito”, diz ao canal 7NEWS
.

Leia também: Comentário desagradável do marido faz mulher descobrir câncer de mama



Bianca Innes


arrow-options
Reprodução/Facebook/Bianca Innes

Após o diagnóstico, a jovem, que vive no estado de Queensland, passou por nove meses de quimioterapia, 30 rodadas de radiação e fez quatro cirurgias. “Durante esse tempo, lutei pela minha vida”, diz ela, que luta para que mais mulheres estejam cientes do risco do câncer de mama
 e realizem exames preventivos. 

Leia também: 5 pontos essenciais sobre câncer de mama que você precisa saber agora

“Quero alertar as mulheres
não apenas para terem consciência das mamas e do corpo no mês de outubro, mas em todos os meses do ano”, pontua. Vale ressaltar que, de acordo com o INCA, 60 mil novos casos da doença são diagnosticados por ano no Brasil. Diante disso, as ações de conscientização são importantes. 



Bianca Innes


arrow-options
Reprodução/Facebook/Bianca Innes

Leia também: Homens representam 1% dos casos de câncer de mama no Brasil; veja sintomas

Innes, por sua vez, diz que o autoexame
salvou sua vida e pede que todas as mulheres o realizem regularmente. Por aqui, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) indica, para mulheres a partir dos 40 anos, a realização anual da mamografia. O objetivo é ter o diagnóstico ainda nos estágios iniciais e, assim, reduzir o índice de mortalidade do câncer de mama
.

O artigo Jovem que teve câncer de mama aos 20 anos defende importância do autoexame foi originalmente publicado em https://saude.ig.com.br/2019-10-16/jovem-que-teve-cancer-de-mama-aos-20-anos-defende-importancia-do-autoexame.html

Médico retira barata ainda viva de ouvido de paciente e filma procedimento; veja

Veja a matéria completa sobre Médico retira barata ainda viva de ouvido de paciente e filma procedimento; veja e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.

Uma  barata no ouvido
causou muitos problemas para uma paciente que mora no Vietnã, cuja identidade não foi revelada. Após sentir dores insuportáveis, ela foi atrás de ajuda médica e teve de aguentar um procedimento de dois minutos para conseguir retirar o inseto, ainda vivo, de dentro de sua orelha.



Barata entalada no ouvido da mulher


arrow-options
Reprodução/Daily Mail/Newsflare

Segundo o tabloide britânico Daily Mail
, a mulher já suspeitava que tinha um bicho dentro da orelha quando acordou à noite com dor de ouvido, mas não suspeitava que fosse encontrar uma barata lá.

O médico que a atendeu no Hospital Can Tho, Dr. Trinh, capturou todo o procedimento de retirada da barata no ouvido
em vídeo. Segundo ele, o inseto havia entrado no canal auditivo
da mulher para abrigar-se do clima úmido. Os danos causados à  orelha interna
da paciente podem levar vários dias para cicatrizarem.

Confira abaixo um trecho do vídeo da retirada do inseto:

Leia também: Barata é retirada de ouvido de americana após ficar dez dias presa no local

Por que foi encontrada uma barata no ouvido da paciente?



Médico usando equipamento para retirar a barata no ouvido


arrow-options
Reprodução/Daily Mail/Newsflare

Em entrevista ao  Daily Mail
, o presidente da Sociedade Britânica de Otologia, Philip Robinson, constatou que casos de insetos na orelha interna como o da mulher são muito raros.

Segundo ele, acredite-se que os pelos e cera de ouvido sirvam como uma barreira contra insetos e dejetos. “O canal auditivo tem seu próprio sistema de limpeza [e] normalmente transportaria qualquer poeira ou dejeto para fora do ouvido em uma ou duas semanas”, explicou.

Leia também: Excesso de cera de ouvido pode causar diminuição da audição

No entanto, alguns insetos vivos podem ficar presos dentro do canal e não encontrarem uma maneira de sair, como no caso da barata no ouvido
da paciente, causando complicações como as dores de ouvido que ela relatou a seu médico.

O artigo Médico retira barata ainda viva de ouvido de paciente e filma procedimento; veja foi originalmente publicado em https://saude.ig.com.br/2019-10-16/medico-retira-barata-ainda-viva-de-ouvido-de-paciente-e-filma-procedimento-veja.html