Campanha de vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira

Veja a matéria completa sobre Campanha de vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, afirma que objetivo é vacinar 100% do público-alvo da campanha de vacinação contra gripe

Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Começa na próxima segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em todo o território nacional. A ação dura até 1º junho deverá atingir 54,4 milhões de brasileiros que fazem parte dos grupos prioritários para a vacina contra gripe.

Leia também: Fake news: não existe vírus da gripe H2N3 circulando no Brasil, diz ministério

“É importante reforçar que temos vacina disponível para todas as pessoas que fazem parte do grupo prioritário. No ano passado não faltou vacina e neste ano também não faltará. Nosso objetivo é vacinar 100% do público-alvo”, ressaltou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, sobre a mobilização contra gripe
de 2018.

Quem deverá receber a vacina
são as pessoas a partir 60 anos, crianças de seis meses e menores de cinco anos, trabalhadores da área da saúde, professores, povos indígenas, gestantes, mulheres que tiveram filho em menos de 45 dias, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Além disso, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também podem receber a imunização, porém, é necessário apresentar a prescrição médica no momento da aplicação.

O grupo prioritário é definido seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que também tem o respaldo de pesquisas epidemiológicas e observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm o vírus da gripe como o principal agente.

Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, quando o grupo prioritário é protegido, as pessoas que não receberam a vacina também ficam mais seguras.

“Quando se vacina um grande grupo de pessoas como estamos fazendo, mais de 54 milhões de pessoas há uma diminuição da circulação do vírus
e as que não são vacinadas indiretamente ficam protegidas. É o que nós chamamos de imunidade de grupo ou rebanho. Por isso, a necessidade de que o público prioritário tenha elevada cobertura vacinal porque, desta forma, também estaremos protegendo aqueles que não terão acesso a vacinação”, concluiu ela.

Leia também: Ministério da Saúde antecipa campanha de vacinação contra gripe em Goiás

Vacina antes do inverno

Segundo a pasta, a vacina demora 15 dias para garantir a proteção, por isso, é importante que todos se vacinem dentro do prazo, para que a imunização seja eficaz antes do inverno chegar.

“O Brasil é o país que mais oferta vacina de gripe gratuitamente no mundo, mas é preciso alertar que a campanha não será prorrogada. Portanto as pessoas alvo da campanha devem procurar os postos de saúde até o dia 1º de junho”, informou o ministro da Saúde. “Após o término da campanha e se houver sobra, o Ministério irá, junto aos estados, definir outro público para se vacinar”, completou Gilberto Occhi.

Vacina

Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas.

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

Prevenção

A vacina é a maneira mais eficaz de prevenir a doença. No entanto, a população em geral, que não está coberta pela proteção, pode adotar algumas atitudes que ajudam na proteção contra gripe, que é transmitida por meio do contato com secreção das vias respiratórias, que são eliminadas ao falar, tossir ou espirrar.

Lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar, não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar locais com aglomeração de pessoas ajudam a evitar o contato com o vírus da gripe
.

Leia também: Vírus da gripe H3N2 matou 10 pessoas no Brasil este ano, diz Ministério da Saúde

O artigo Campanha de vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/2018-04-20/gripe-vacina-campanha.html

Síndrome do Pensamento Acelerado afeta 80% dos brasileiros; saiba como evitá-la

Veja a matéria completa sobre Síndrome do Pensamento Acelerado afeta 80% dos brasileiros; saiba como evitá-la e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Síndrome do Pensamento Acelerado faz você pensar que as 24 horas do dia não são suficientes para todas as demandas

shutterstock

Você já se pegou pensando que as 24 horas
do dia não são suficientes para atender todas as demandas da sua rotina? Pois bem, você pode estar com a Síndrome do Pensamento Acelerado.

Leia também: Entenda quando o mau humor pode ser sinal de depressão

Descoberta pelo médico e escritor Augusto Cury, a Síndrome do Pensamento Acelerado
(SPA) é uma hiper-construção de pensamentos que estressa e desgasta o cérebro, ou seja, uma dificuldade de gerenciamento das informações.

Apesar de não ser considerada uma doença, a síndrome é associada a um quadro de transtorno de  ansiedade
e, de acordo com o instituto que leva o nome do pesquisador, atinge cerca de 80% da população brasileira.

“A SPA é extremamente prejudicial para a mente e para o corpo, pois dificulta o desenvolvimento de capacidades que são essenciais para o ser humano e ocasiona perda de energia que podem dificultar ainda mais ou até impedir a criatividade, reflexão e [causar] falta de memória”, explica a psicóloga Naiara Mariotto.

Uma das principais causas desse distúrbio é o excesso de informação a que somos submetidos ao longo do dia. O que acaba desencadeando um esgotamento mental e, para dar conta de absorver todos os novos impulsos, o cérebro decide por ‘roubar’ a energia de outros músculos – o que explica o desgaste físico. Tal situação pode nos influenciar até nos objetivos pessoais.

É o que acontece com uma consultora de beleza, 24 anos, que falou com a reportagem do
iG

, mas preferiu não ser identificada. “Minha cabeça está sempre muito cheia, e sempre perco o foco nas coisas. Tive dificuldade de terminar meus projetos, justamente pela falta de foco, entrei em duas faculdades e não terminei nenhuma”, relata.

A princípio, ela foi levada ao médico por demonstrar comportamentos típicos de ansiedade, mas foi diagnosticada com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Só depois, em outro profissional, refez o diagnóstico e foi reconhecida a SPA.

Sintomas da Síndrome do Pensamento Acelerado


Alguns dos sintomas da Síndrome do Pensamento Acelerado são parecidos com os do Déficit de atenção

shutterstock

Apesar dos sintomas serem parecidos com o TDAH, é necessário ficar atento a certas ocorrências:

  • Dificuldade de atenção e concentração;
  • Dificuldade para relaxar e desacelerar os pensamentos;
  • Falta de memória;
  • Mudança de humor repentina; 
  • Irritabilidade;
  • Cansaço mental que acaba se transformando em físico;
  • Sofrimento por antecipação; 
  • Má qualidade do sono; 
  • Inquietação;
  • Intolerância ao ser contrariado.

Devido a estes sintomas, os efeitos da síndrome podem ser sentidos no corpo inteiro. “Há sintomas físicos também como dor de cabeça, dores musculares, dor estomacal, gastrite, e muitas vezes até a queda de cabelo”, afirma a psicóloga.

Tratamento

No caso desse transtorno, o paciente deve passar por acompanhamento com psicólogo e psiquiatra. O psicólogo ajuda no entendimento dos pensamentos, dos sentimentos e dos comportamentos, possibilitando, assim, reflexões que resultarão em um controle emocional e uma mente mais organizada.

O psiquiatra, por sua vez, poderá prescrever medicações, como, por exemplo, os ansiolíticos, usados para diminuir a ansiedade e a tensão, e os antidepressivos, reequilibrando o humor do paciente.

Vale lembrar que, como qualquer tipo de ansiedade, a síndrome pode desencadear em quadro de depressão. “Alguns estudos mostram que 24% dos diagnósticos de ansiedade podem ter passado para depressão, por isso é de extrema importância a procura por um profissional especializado para a avaliação em casos de dúvida quanto aos sintomas. Quanto antes [o paciente] for tratado, mais rápido terá sua saúde mental restabelecida”, analisa Naiara.

Leia também: Depressão afeta 300 milhões em todo o mundo, alerta OMS; entenda a doença

Para a consultora de beleza que sofre com a condição, o acompanhamento foi fundamental e, apesar do tratamento ser contínuo, as mudanças já foram percebidas. Segundo ela, melhorias da dicção, no foco e na paciência já foram notadas. “Hoje, sou bem mais calma, consigo me organizar e me expressar com mais facilidade. Ainda não consegui terminar nada que comecei, mas já caminhei bastante nesses anos e, cada dia que passa, estou melhor”.

Três dicas para evitar a SPA

Nos dias atuais, a rotina é corrida e o tempo é escasso, mas é preciso tirar um tempo para si mesmo. Fugir da realidade às vezes é bom, pois evita o excesso de informações, o estresse e o cansaço mental, uma das principais causas da Síndrome do Pensamento Acelerado. Pensando nisso, veja três dicas para fugir da correria diária e se acalmar.

  • Evite o excesso

Às vezes, acumular tarefas não é bom profissionalmente, pois pode prejudicar a saúde mental. Por isso, procure sempre fazer pausas diante de sua jornada de trabalho e, principalmente, evite a tecnologia. “Não se cobrar demais e nem fazer cobranças excessivas nas pessoas que te rodeiam também podem contribuir positivamente”, afirma a psicóloga.

  • Faça exercícios físicos

Manter o corpo em movimento faz o cérebro relaxar e evita o excesso de pensamentos. Pilates e ioga são exemplos de atividades indicadas para manter o equilíbrio mental e corporal.

  • Mantenha a calma

Talvez essa seja a dica mais importante: fique calmo. O contato com a natureza é sempre relaxante, pois coloca o paciente em contato com os seus sentidos. Escutar música também é ótima pedida, pois acalma. Leia livros de temas que interessam, uma vez que a leitura te coloca em um mundo paralelo e ajuda a distrair.

Leia também: Aprenda a controlar o estresse em até 3 minutos

Em suma, a melhor dica para evitar a  Síndrome do Pensamento Acelerado 
é, basicamente, relaxar. Em outras palavras, viver a sua vida e saber de suas responsabilidades. Se algo estiver incomodando você, dê um tempo e esfrie a cabeça. Dessa forma, você diminuirá a ansiedade e, assim, conseguirá viver melhor e com mais qualidade de vida.

O artigo Síndrome do Pensamento Acelerado afeta 80% dos brasileiros; saiba como evitá-la foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/minhasaude/2018-04-20/sindrome-do-pensamento-acelerado.html

Droga capaz de recuperar paralisia começa a ser testada em hospitais brasileiros

Veja a matéria completa sobre Droga capaz de recuperar paralisia começa a ser testada em hospitais brasileiros e fique por dentro de como cuidar da sua saúde.


Pacientes com lesões na medula espinhal serão testados com droga capaz de recuperar os movimentos

shutterstock

Pacientes que tiverem lesões na medula poderão ter uma chance de recuperar os movimentos, caso os testes dos pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) obtenham sucesso.

Leia também: Tecnologia ajuda tetraplégicos a mexerem o braço com a força do pensamento

Após proporcionar a regeneração de nervos danificados em estudos feitos anteriormente com animais, a polilaminina começa a ser testada em humanos com paralisia
no primeiro ensaio clínico feito em pacientes de dois hospitais do Rio de Janeiro.

A ideia é observar se o mesmo efeito visto em animais pode ser aplicado a humanos, reduzindo sequelas ou até mesmo evitando a paralisia provocadas por traumas na medula
, proporcionando uma melhora motora significativa.

Com os ratos, quanto menos grave o trauma, maior era a recuperação, que chegava a ser total em casos de compressão da medula, por exemplo. Além do uso da droga, o paciente também deve contar com acompanhamento de neurologistas e fisioterapêutas.

Leia também: Pacientes paralisados apresentam melhora após treinamento com exoesqueleto

Como vão funcionar os testes

O resultado depende também da rapidez com que a substância é administrada nos pacientes. Quanto menos tempo tenha se passado desde o trauma, maiores são as chances de recuperação. Por isso, o prazo máximo para a injeção do medicamento é de três dias.

Outros requisitos também são fundamentais para a garantia da eficácia. O paciente não pode ser politraumatizado, ou seja, ter vários ferimentos, apenas na medula; é preciso que a pessoa tenha entre 18 e 60 anos; não tenha nenhuma doença neurológica; tenha sofrido lesão entre a quinta vértebra cervical e a última vértebra torácica; e o trauma deve ser completo, o que significa que não pode haver mobilidade e nenhuma sensibilidade abaixo do local do dano da medula.

Serão 20 pacientes que derem entrada nos hospitais Sousa Aguiar, no Centro do Rio, e Azevedo Lima, em Niterói. Todos devem se encaixar nos critérios estabelecidos.

Contudo, mesmo que haja resultado positivo, ainda levará um tempo para a substância ser usada para esse fim.Os 20 pacientes deverão ser acompanhados por um ano e outras duas fases de testes ainda devem acontecer.

Além disso, após as análises de possíveis efeitos colaterais e reações indesejadas, ainda haverá a aprovação da vigilância sanitária e será necessário investimentos para a fabricação da polilaminina
.

Leia também: Equoterapia para paralisia cerebral e mais: “É possível recuperar movimentos”

O artigo Droga capaz de recuperar paralisia começa a ser testada em hospitais brasileiros foi originalmente publicado em http://saude.ig.com.br/saude.ig.com.br/minhasaude/2018-04-20/paralisia-droga-recuperacao-ufrj.html