"Walking Dead" retorna com 2 mortes e vilão mais produtivo da história

Veja, "Walking Dead" retorna com 2 mortes e vilão mais produtivo da história confira também tudo o que acontece no BBB13.

  • Divulgação/AMC

    Negan (Jeffrey Dean Morgan) faz uni-duni-tê para escolher suas vítimas em cena da sétima temporada de "The Walking Dead"

    Negan (Jeffrey Dean Morgan) faz uni-duni-tê para escolher suas vítimas em cena da sétima temporada de “The Walking Dead”

ALERTA DE SPOILER: SE VOCÊ NÃO QUER SABER O QUE ACONTECEU NO PRIMEIRO EPISÓDIO DA SÉTIMA TEMPORADA, NÃO PROSSIGA!

São poucas as séries da atualidade que conseguem equilibrar expectativa versus realidade como “The Walking Dead” fez neste domingo (23). Ao retornar para sua sétima temporada, a atração, exibida pela AMC nos EUA e simultaneamente no Brasil pelo Canal Fox, não só cumpriu a promessa de dilacerar um personagem querido de sua trama, como fez isso em dose dupla. E ainda aproveitou para estabelecer o vilão que tem tudo para ser o mais tenebroso de sua mitologia.

Já esperada pelos fãs, a morte de Glenn (Steven Yeun), personagem que também morreu nos quadrinhos em que “The Walking Dead” é inspirada”, não chegou a ser surpreendente. O que fez muita gente perder o fôlego foi o modo pesadíssimo como Negan (Jeffrey Dean Morgan) conduziu sua primeira carnificina.

Não foi só uma questão de desferir golpes de Lucille, o taco de beisebol carinhosamente chamado de “minha menina”, mas também do tom macabro que o vilão trouxe para a história. “Seu olho até pulou para fora”, divertiu-se, destruindo o cérebro de Glenn, com os gritos de agonia de Maggie (Lauren Cohen), a namorada grávida do personagem, como trilha sonora.

Menos impactante, a despedida de Abraham (Michael Cudlitz), também com pauladas, cumpriu seu papel: mostrar que Negan veio para acabar até mesmo com o mais macho alfa dos sobreviventes. Nesse sentido, foi interessante ver a impermeabilidade do vilão ao ouvir um “chupa meu pau” de sua vítima com a cabeça recém atacada. Ali soubemos que Negan não é qualquer bad boy. O sadismo está acima da maldade e do poder, e, nas palavras dele: “Bem-vindos a um novo começo, seus desgraçados”.

O artigo "Walking Dead" retorna com 2 mortes e vilão mais produtivo da história foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/10/24/walking-dead-retorna-com-2-mortes-e-vilao-mais-produtivo-da-historia.htm

Deixe uma resposta