South Park, o desenho mais malcriado e querido do mundo estreia sua 20ª temporada

Veja, South Park, o desenho mais malcriado e querido do mundo estreia sua 20ª temporada confira também tudo o que acontece no BBB13.

De fama mundial, “South Park” é o segundo desenho mais antigo em “atividade”, somente atrás de “Os Simpsons” (1989). Lançado em 1997, já são 267 episódios em 19 temporadas. O próximo vai ao ar nesta segunda (26), quando estreia a 20ª temporada, pelo canal pago Comedy Central.

Mas “South Park” tem vários recordes a mais que seu “rival”. É uma espécie de recordista em processos judiciais, está no Guinness Book como desenho com maior número de palavrões e foi considerado blasfemo pelo Vaticano.

Não é para menos: em um episódio, uma estátua de Nossa Senhora soltava sangue pelo ânus. O ex-papa Bento 16 é chamado para verificar o fenômeno, mas ele conclui que o sangue não saía do ânus, e sim da vagina da estátua, e que, por isso, não havia milagre algum: “É comum uma mulher sangrar” decide o papa.

Ninguém é poupado pelos criadores

A produtora de “South Park” não revela o número exato de processos, mas eles começaram cedo: logo no segundo ano de exibição uma mãe canadense entrou com uma ação para que os criadores, Matt Stone e Trey Parker, trocassem o nome do personagem Kenny. Seu filho se chamava Kenny e estava sofrendo bullying por causa da animação. O processo foi arquivado.

Católicos, cientólogos, mormons e muçulmanos odeiam o desenho e seus criadores. Alguns atores, como Mel Gibson, Barbara Streisand e Tom Cruise também já ameaçaram com ações.

“South Park” é exibido hoje em 130 países, dublado em 30 diferentes línguas e já contou com a “participação” especial de pelo menos 283 celebridades.

Saiba mais sobre o desenho mais politicamente incorreto do mundo neste especial que o UOL preparou para você.

O artigo South Park, o desenho mais malcriado e querido do mundo estreia sua 20ª temporada foi originalmente publicado em http://www.uol/tvefamosos/especiais/south-park-20-temporadas.htm#south-park

Deixe uma resposta