Marcelo Adnet diz que faria mais sucesso se educação do país fosse melhor

Veja, Marcelo Adnet diz que faria mais sucesso se educação do país fosse melhor confira também tudo o que acontece no BBB13.

(Foto: Reprodução)

Estamos vivendo um intenso momento de convulsão social. Para discutir os rumos desta fragata tão desleixada, é importante nos guiarmos pelo pensamento vivo de grandes vultos brasileiros. Figuras sensíveis, criativas e engajadas socialmente podem ajudar a refletir sobre nossa condição coletiva.

A série Conversas Republicanas trará o ponto de vista dos mais célebres artistas para enriquecer o debate político. Na estreia, tive a satisfação inenarrável de sabatinar Marcelo Adnet, astro da Rede Globo e diplomata do bairro Humaitá, zona sul do Rio de Janeiro.

Leia a seguir qual é o Brasil que o humorista quer para o futuro.

A educação sempre foi um grande problema no país. Cerca de 80% dos nossos conterrâneos não são plenamente alfabetizados. O senhor acredita que sua arte teria mais sucesso em uma nação com menos analfabetismo funcional? 

Sim. Olha, Francisco, em um país mais instruído a comédia e a cultura ganham espaço e camadas mais profundas e disruptivas. Em um quadro de maior efervescência intelectual, teríamos mais espaço e menos padrões para o experimento artístico.

O senhor considera a ausência de uma nova temporada do “Adnight” culpada pela elevação do número de desempregados no Brasil?   

Indiretamente, sim. São bailarinos, músicos, chefes de caravana envolvidos naquilo ali. Talvez você, Francisco, faz piadinha com isso pois mantém um trabalho centralizador e acumulador de funções. Creio, então, que seria hora de você levar a mão à cabeça e pensar: “poxa, eu não gero emprego”.

Existe a chance do programa voltar ou ainda depende de quem será o próximo presidente?

Depende do próximo presidente. O Amoêdo falou que vai terceirizar para uma produtora e sugeriu naming rights. O Ciro quer levar para Sobral e botar uma galera do SPC pra comandar a parte musical. Estamos aguardando.

Quem seria seu Ministro da Cultura em um eventual governo Adnet? E o vice?

Meu Ministro da Cultura seria Alceu Valença e meu vice Paulo Coelho.

Adnet já homenageou seu ministro na TV (Foto: Reprodução)

O senhor acha razoável que as igrejas não paguem impostos? Ou concorda com a máxima libertária de que imposto é roubo? 

Acho razoável caso não tenham fim lucrativo. A partir do momento em que se torna um negócio, deveria pagar impostos e passar por regulações e fiscalizações. Claro que imposto não é roubo; é furto, pois não tem ameaça violenta.

O senhor é um grande estudioso, notório poliglota e artista sensível. Já chegou a elaborar teorias sobre o fracasso da União Soviética? Qual sua opinião sobre a queda da Pátria Mãe? 

A União Soviética foi uma construção muito penosa e frágil, uma pátria de dimensão imperial em tempos de abertura democrática. Era uma espécie de Programa do Datena, sabíamos que em algum momento iria ficar menor.

Quem você levaria para orar e jejuar no alto do monte?

Fernando Rocha, do Bem Estar. Seria divertido, com direito a tremelique da mala, ovo e bolo.

Direito de resposta

O Blog do Chico Barney concede direito de resposta ao Blog do Chico Barney.

Ao acusar este que vos escreve de não gerar empregos, Marcelo Adnet foi impreciso. Os textos deste blog estão entre os mais pirateados do país, com direito a cópias na íntegra em outros portais e também à voz do Google recintando-os no YouTube. A economia está girando, e é ao redor do meu umbigo.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

O artigo Marcelo Adnet diz que faria mais sucesso se educação do país fosse melhor foi originalmente publicado em http://chicobarney.blogosfera.uol.com.br/2018/08/19/marcelo-adnet-diz-que-faria-mais-sucesso-se-educacao-do-pais-fosse-melhor/

Deixe uma resposta