Lynda Carter diz que não se incomoda em ser lembrada como Mulher Maravilha

Veja, Lynda Carter diz que não se incomoda em ser lembrada como Mulher Maravilha confira também tudo o que acontece no BBB13.

  • Divulgação

    A atriz Lynda Carter, que viveu a Mulher-Maravilha na série

    A atriz Lynda Carter, que viveu a Mulher-Maravilha na série

Mais de 40 anos após o lançamento da série da “Mulher Maravilha”, Lynda Carter ainda é lembrada por sua interpretação da guerreira dos quadrinhos. Mas ela garantiu que não se incomoda com o legado da personagem, que completa 75 anos de existência.

“Não, eu amava isso”, disse ao E!. “As pessoas sempre me perguntam isso tentando conseguir tirar algo de mim. Muito, muito tempo atrás, uma pessoa escreveu que eu odiava ser um símbolo sexual. Isso é uma bobagem, nunca disse isso. Ele inventou e isso grudou em mim”.

Em seguida, a atriz disse que nunca encarou a personagem como um símbolo sexual, apesar do figurino que deixa decote e pernas à mostra. “Quando eu filmava, eu não pensava que ela era sexy. Nunca pensei na Mulher Maravilha como um símbolo sexual. Se algum homem adulto diz ‘quando eu era adolescente…’, eu digo ‘pare’. Não é quem ela é para mim. Eu entendo, mas não quero ouvir”.

“Eu amo a personagem”, continuou. “Amo. Acho que ela representa muita coisa. Ouvi tantas histórias. Ela se tornou mais do que a série, o quadrinho ou o filme, ela se tornou um símbolo da beleza, da força, da bondade e da sabedoria das mulheres… e dos homens gays”.

Carter ainda afirmou que a orientação sexual da personagem, que recentemente foi alvo de polêmica, não importa. “Não muda nada em termos de quem ela é ou quem ela representa. Ela não está representando a comunidade gay mais do que ela representa outras coisas. Ela representa uma mulher, ok? Supere isso”. 

O artigo Lynda Carter diz que não se incomoda em ser lembrada como Mulher Maravilha foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/10/22/lynda-carter-diz-que-nao-se-incomoda-em-ser-lembrada-como-mulher-maravilha.htm

Deixe uma resposta