Juíza fixa início de julgamento de Bill Cosby para 5 de junho de 2017

Veja, Juíza fixa início de julgamento de Bill Cosby para 5 de junho de 2017 confira também tudo o que acontece no BBB13.

  • Mark Makela/Reuters

    Ator Bill Cosby será julgado ano que vem

    Ator Bill Cosby será julgado ano que vem

Uma juíza dos Estados Unidos fixou nesta terça-feira para 5 de junho de 2017 a primeira audiência do julgamento por agressão sexual contra Bill Cosby, pelo caso de Andrea Constand, uma das mais de 50 mulheres que denunciaram o comediante.

A magistrada Elizabeth McHugh, da Corte de Norristown, na Pensilvânia (Estados Unidos), anunciou hoje a data do julgamento de Cosby ao final de uma audiência preliminar que contou com presença do ator.

Cosby, de 79 anos, terá que responder a três acusações de agressão sexual agravada, um crime que tipifica os estupros e assédios sexuais e que pode ser punido com até 10 anos de prisão, segundo vários advogados do estado da Pensilvânia.

Ao lado de seus advogados, Cosby chegou à Corte de Norristown vestido com um terno cinza claro e no meio de uma grande atenção midiática, com dezenas de câmeras de televisão ao redor do prédio.

No último mês de maio, a juíza McHugh abriu um processo contra Cosby porque assegura ter elementos suficientes para julgá-lo como o autor dos abusos sexuais supostamente sofridos em 2004 por Andrea Constand, que era amiga do ator, quando treinava a equipe de basquete da Universidade de Temple (Pensilvânia).

Cosby, protagonista de programas bem-sucedidos como “The Cosby Show”, rejeitou em várias ocasiões as acusações e garante que sua relação com Constand foi consensual.

Constand, que agora tem 43 anos e vive no Canadá, não compareceu nas audiências preliminares à abertura do julgamento, e um detetive leu o depoimento que a mulher deu à polícia há 11 anos.

Nesse testemunho, Constand sustenta que em uma noite no início de 2004 o ator a drogou e a violentou em sua mansão da cidade de Chelteham, em uma dinâmica que foi descrita por outras dezenas de mulheres que acusam Cosby do mesmo crime.

Os defensores de Cosby voltaram hoje a criticar a promotoria por não ter convocado Constand para testemunhar e insistiram na necessidade que a juíza chame a mulher para permitir que os advogados das duas partes possam fazer perguntas, um pedido que lhes foi negado previamente.

No entanto, embora Constand não apareça entre as testemunhas do julgamento, a promotoria pediu hoje a presença de 13 mulheres que acusam Cosby de tê-las drogado para depois abusar delas sexualmente, um comportamento que os promotores consideram “um padrão” repetido durante décadas.

As denúncias de abusos que pesam sobre Cosby remontam à década de 1960 e já prescreveram, motivo pelo qual os promotores consideram que o caso de Constand pode ser crucial para provar as agressões sexuais que dezenas de mulheres supostamente sofreram durante anos.

Quando Constand processou Cosby em 2005, o ator alcançou um acordo com a promotoria da Pensilvânia para indenizar à mulher pela via civil e evitar que se abrisse qualquer processo criminal contra ele.

No entanto, a divulgação do testemunho da vítima nesse processo judicial antigo provocou a reabertura do caso e a decisão de dezembro do ano passado da promotoria de apresentar acusações contra Cosby.

O ator foi o primeiro negro a ter seu próprio programa de televisão nos anos 60, se transformou em uma referência da comédia televisiva nos EUA durante décadas e agora pode protagonizar um dos julgamentos mais midiáticos de todos os tempos contra uma celebridade de Hollywood.
 

O artigo Juíza fixa início de julgamento de Bill Cosby para 5 de junho de 2017 foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/efe/2016/09/07/juiza-fixa-inicio-de-julgamento-de-bill-cosby-para-5-de-junho-de-2017.htm

Deixe uma resposta