Galvão elogia futebol dos EUA e Casagrande comete gafe: "Tem o Beckham"

Veja, Galvão elogia futebol dos EUA e Casagrande comete gafe: "Tem o Beckham" confira também tudo o que acontece no BBB13.

Se a seleção brasileira não empolgou na vitória por 2 a 0 sobre o modesto Panamá, Galvão Bueno foi o centro das atenções na transmissão da Rede Globo na noite deste domingo. Teve de tudo: de apreensão e corneta com o futebol do time de Dunga, crítica à CBF, passando por grito de gol indevido a trapalhadas com nomes de jogadores.

Ao falar sobre estrelas internacionais que jogam na Major League Soccer, o narrador soltou um David Villas (o correto seria Villa). Já um dos comentaristas da partida, Walter Casagrande, citou David Beckham, já aposentado do futebol.

“O futebol americano que tem Pirlo, que tem os ingleses, me ajudem aí. Gerrard…”

“Beckham”, sugeriu Casão, sendo corrigido na hora por Galvão. “Beckham não, não joga mais.”

“Tem Pirlo, tem Ashley Cole, Lampard, Giovinco, David Villas e o grande nome do campeonato que é o Kaká”, concluiu a sua lista, Galvão.

Mais de Galvão, Casão e companhia na transmissão global: 

Incomodado com o mau rendimento da seleção, Galvão reclamou de falta de atitude da seleção. “É muito legal, tira um volante de marcação, bota gente que sabe jogar, 4-1, 4-3-2-1, mas não empolga. Cadê aquela atitude que vimos ontem naquela decisão [da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Atlético de Madri]? A maioria não joga na Europa? Cadê atitude?”, ganhando a concordância de Casão: “É isso aí.”

Os problemas com visto do jovem palmeirense, Gabriel Jesus, para que possa viajar aos Estados Unidos para a Copa América, possivelmente substituindo Rafinha Alcântara, do Barcelona, ameaçado de ser cortado, também irritaram o narrador.

“Isso faz parte da bagunça do futebol brasileiro. Ele [Dunga] convocou 40 e como é que não providenciam visto pros 40 para ir aos Estados Unidos?”, indignou-se

Em mais uma exibição pouco inspirada da equipe de Dunga, ao menos dois jogadores ganharam a simpatia de Galvão, o meia Philippe Coutinho, do Liverpool, e o atacante do Santos, Gabriel, o “Gabigol”.

“Philippe Coutinho pode ser uma das estrelas dessa Copa América. Na Itália me perguntam muito, na Inglaterra me perguntam muito, eles não conseguem entender como Philippe Coutinho não é titular do Brasil.”

Logo após marcar o segundo gol brasileiro, foi a vez do atacante santista empolgar Galvão.

“Gabigol é o nome dele. Bota o moleque que não tira mais. Vai estar nos Jogos Olímpicos, é uma encrenca boa pro Dunga. Tenho a impressão que sai titular dessa Copa América. O tapa na perna esquerda é de quem sabe o que tá fazendo. Vamos torcer, é muito novo, vamos torcer pra dar certo.”

“Ele é muito marrento? Tá faltando gente marrenta na seleção”, acrescentou.

Recentemente, Cleber Machado gritou gol antes em jogada que terminou em bola na trave, pela Liga dos Campeões, e acabou alvo da internet. “Gritar gol antes dá zica”, diz a máxima do futebol. Pois Galvão cometeu o mesmo pecado: “Olhugol, perdeu”, narrou, após cabeçada de Hulk em cima do goleiro panamenho no segundo tempo.

O artigo Galvão elogia futebol dos EUA e Casagrande comete gafe: "Tem o Beckham" foi originalmente publicado em http://uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/2016/05/30/galvao-elogia-futebol-dos-eua-e-casagrande-comete-gafe-tem-o-beckham/

Deixe uma resposta