"Dança dos Famosos": Mariana Ferrão quer superar trauma após morte da mãe

Veja, "Dança dos Famosos": Mariana Ferrão quer superar trauma após morte da mãe confira também tudo o que acontece no BBB13.

A jornalista Mariana Ferrão quer fazer da “Dança dos Famosos” uma fase de superação. A apresentadora do “Bem Estar”, que já sofreu de depressão, volta aos palcos depois de se distanciar por um motivo que até hoje é difícil para ela: a morte de sua mãe, vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), há 19 anos. Aceitar participar da competição, que começa neste domingo (19), no “Faustão”, também será um desafio para a jornalista em vencer os preconceitos do próprio corpo.

Prestes a completar 40 anos, Mariana acredita que a “Dança dos Famosos” será uma maneira de ela lidar com a exposição diferentemente do que está acostumada na TV, além de ajudar com a sua autoestima.

“Depois que a gente sai da maternidade tem todo aquele resgate do feminino que fica perdido em algum lugar. Tenho dois filhos pequenos e a dança será uma maneira de lidar com os preconceitos que temos com o nosso próprio corpo, com a vergonha e o medo se de expor. Terei dificuldades com isso, certeza”, afirma ela ao UOL.

A relação de Mariana Ferrão com a dança começou na adolescência por influência do pai, que adorava dança de salão. Mas a perda repentina da mãe a fez desistir de continuar. Com os olhos marejados, a jornalista conta que sua mãe odiava dançar até que ela, o pai e o irmão a convenceram de ir um dia na academia. E a mãe se apaixonou pela dança de salão.

“Ela sempre me pedia para dançar com ela. Só que um ano depois disso, ela morreu de maneira inesperada. E desde então foi muito difícil para mim continuar dançando porque tudo me lembrava dela. Nunca mais me senti preparada”, emociona-se Ferrão. “A ‘Dança dos Famosos’ será um resgate da minha história, uma homenagem para a minha mãe. Será bem especial para mim”.

No último domingo, dia em que foram anunciados os novos participantes, Ferrão conta que ficou muito nervosa, com a “mão gelada e boca seca” e só pensava na competição. Ela lembra que teve a sensação de que não conhecia a TV Globo mesmo trabalhando na emissora há dez anos. A apresentadora acredita que terá mais dificuldades com o funk.

“Vai ser tenso. Não estou acostumada a ouvir e muito menos a dançar”, avisa ela, que terá que encarar a ponte área São Paulo-Rio durante os ensaios, que acontecem de terça à sábado.

Depressão pós-parto

Casada com o jornalista André Luiz Costa e mãe de Miguel, de 5 anos, e João, de 2, Mariana sofreu de depressão durante sua licença maternidade da primeira gravidez, cujo pós-parto teve complicações por causa da cesárea. “Me sentia muito isolada em casa e fiquei muito depressiva. Foi um período muito difícil”, lembra ela, que expôs o problema nas redes sociais e conseguiu apoio de muitas mães que passaram por situação semelhante.

Reprodução/Instagram
Mariana Ferrão com os filhos, Miguel e João, e o marido, André Imagem: Reprodução/Instagram

“Comecei a escrever e desabafar nas redes sociais, que começavam a crescer naquela época. E muitas mães falavam: ‘Se ela passa por isso, eu também posso passar’. As pessoas acham que só porque você trabalha na Globo não tem problema, mas a vida não é assim. A exposição vale a pena quando você ajuda o próximo. Eu recebo muito carinho e conforto nas redes sociais”.

Durante a segunda gestação, a apresentadora teve medo que a depressão voltasse e recorreu à meditação. Ela diz que é uma luta constante e que o “Bem Estar” a ajuda muito.

“É um privilégio estar em um programa que fala de como melhorar a saúde, de coisas boas, que ensina o básico para as pessoas. A gente aprende muito também”. 

Tabus e memes

Acostumado a tratar de assuntos pouco explorados na TV, o programa, às vezes, também vira piada nas redes sociais, como no dia em que Fernando Rocha entrou em um gigantesco ânus inflável para falar de hemorróidas. Mariana garante que leva as brincadeiras na maior naturalidade e defende que os assuntos são importantes de serem tratados.

“Lembro da primeira vez que a gente falou sobre cocô e eu disse no ar: ‘Agora vamos tratar de um assunto que nunca pensei em falar desde que formei em jornalismo, que é o cocô’. E falamos com naturalidade de uma coisa que todo mundo faz. O importante é passar informação e buscamos nos comunicar com os telespectadores da maneira mais natural possível”, afirma.

A apresentadora também garante se divertir muito com o parceiro Fernando Rocha, que também costuma viralizar na internet seja com sua dança desengonçada ou textos que não fazem muito sentido

“A gente adora! Conheço o Fernando há dez anos e ele sempre foi assim, pura alegria, de fazer piada sem graça mesmo. Eu tenho no meu celular piadas que ele grava para os meus filhos. O Fernando não fica chateado com as notícias sobre ele, se diverte”, conta.

Ramon Vasconcelos/Divulgação/Rede Globo
Dupla de sucesso: Fernando Rocha e Mariana Ferrão apresentam o “Bem Estar” Imagem: Ramon Vasconcelos/Divulgação/Rede Globo

O artigo "Dança dos Famosos": Mariana Ferrão quer superar trauma após morte da mãe foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/08/17/no-faustao-ferrao-quer-superar-trauma-com-danca-apos-morte-da-mae.htm

Deixe uma resposta