Ator relaciona violência de "Westworld" a uma possível presidência de Trump

Veja, Ator relaciona violência de "Westworld" a uma possível presidência de Trump confira também tudo o que acontece no BBB13.

  • Divulgação/HBO

    William (Jimmi Simpson, à direita) é um dos poucos visitantes "bonzinhos" no mundo de "Westworld"

    William (Jimmi Simpson, à direita) é um dos poucos visitantes “bonzinhos” no mundo de “Westworld”

O parque temático que dá nome à série “Westworld”, a nova aposta da HBO, é quase uma terra sem lei: visitantes pagam quantias astronômicas para poder entrar em mundo de velho oeste e, em boa parte dos casos, atirar e praticar outras formas de violência contra os androides que habitam o local, os anfitriões. A exceção é William, personagem do ator Jimmi Simpson (“House of Cards”).

Sensível e com gosto por aventura, o personagem é um dos poucos “mocinhos” da trama (pelo menos até o momento). Ele trata os anfitriões como se fossem humanos e tem um olhar crítico em relação ao parque e aos visitantes que vão lá apenas com o propósito de criar o caos, como se estivessem dentro do GTA.

A série não especifica o ano nem o local em que a história se passa, mas Simpson vê paralelos entre a trama e a vida real. “É um espelho o que está acontecendo e do que poderia acontecer conosco”, disse o ator em teleconferência com jornalistas da América Latina, na qual o UOL esteve presente.

E, para ele, possível existência de um parque do tipo em um futuro próximo estaria relacionada à ascensão de políticos de retórica conservadora como Donald Trump, candidato à presidência dos Estados Unidos. “Eu diria que [o parque] pode ser o resultado de uma presidência do Trump”, afirmou, aos risos. “Mas acho que a maior parte de nós tem um melhor uso para grandes somas de dinheiro do que apenas ir a um lugar em que possamos sair atirando nas pessoas”.

Essa relação mais amigável de William com o parque, aliás, é o que faz com que os espectadores se identifiquem com ele, na opinião de Simpson. Levado pelo cunhado Logan, o rapaz não está lá com uma missão a ser cumprida, diferentemente de outros visitantes. “Nossas vidas não são sobre fazer escolhas e fazer o que queremos. Para a maior parte de nós, é ‘Certo, isso é o que sou. Como eu me viro?’. E isso é um bem para a história, porque nos permite ver como seríamos nesse meio. Ele está aberto a tudo, e acho que por causa disso, ele está absorvendo, vendo tudo, enquanto a maioria dos humanos estão acabando com o parque”.

Teorias e mistérios

O artigo Ator relaciona violência de "Westworld" a uma possível presidência de Trump foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/10/30/ator-relaciona-violencia-de-westworld-a-uma-possivel-presidencia-de-trump.htm

Deixe uma resposta