Acusado de racismo, humorista Rodrigo Fernandes reaparece na Eliana

Veja, Acusado de racismo, humorista Rodrigo Fernandes reaparece na Eliana confira também tudo o que acontece no BBB13.

Depois de ser acusado na internet por ter feito uma piada com Jaden Smith, filho do ator Will Smith, Rodrigo Fernandes, conhecido como Jacaré Banguela, reapareceu no programa “Eliana”, do SBT, onde integra o quadro Famosos da Internet.

Em sua participação no segmento, onde os participantes comentam vídeos que viralizaram na internet. O humorista interagiu com Eliana e os convidados sem citar o episódio em nenhum momento.

Por sua vez, Jaden Smith tem usado o Twitter para mandar mensagens enigmáticas em português para seus seguidores.

Entenda o caso

Após ter zoado o vício em drogas de Casagrande, há um mês, ele tirou sarro do filho de Will Smith, Jaden, e o comparou a um “flanelinha”. O comediante foi acusado de racismo nas redes sociais.

“Tenho quase certeza que o filho do Will Smith me pediu dinheiro ontem na esquina da rua Haddock Lobo dizendo que ‘tava’ olhando meu carro”, escreveu Rodrigo Fernandes ao publicar a foto de Jaden Smith com o pai no estádio da final da Copa do Mundo da Rússia, no último domingo (15).

Imediatamente, seguidores o alertaram para o teor preconceituoso da “brincadeira” e lembraram o episódio envolvendo o youtuber Julio Cocielo, que comparou a velocidade do jogador francês Mbappé a de um ladrão fazendo arrastão na praia.

“Jacaré Banguela” chegou a figurar entre os assuntos mais comentados do Twitter. O humorista apagou a publicação e deixou o debate para os seguidores, sem concordar com o racismo embutido na piada. “Bem, o que eu fiz tá feito e apagado. Agora o julgamento é com vocês. Discordo de algumas opiniões, mas o espaço está aberto e o debate sempre será livre”, escreveu.

Um tuiteiro, indignado com a comparação, quase desenhou para explicar a Rodrigo Fernandes que a piada era obviamente racista. “Falar que o cara está vestido igual um flanelinha é racismo? Jura mesmo?”, questionou o humorista. “Entendo o teu privilégio ao ser alheio a essas questões, mas realmente me entristece saber que, em 2018, principalmente do caso Cocielo, seja necessário te explicar esse tipo de coisa”, respondeu o seguidor.

O comediante insistiu: “Estava claramente zoando o fato de que o cara parecia um flanelinha com aquela roupa. Mas enfim, tweet apagado e seguirão os prints e as acusações por aí. Com você sempre vale o debate”. O seguidor, então, detalhou os motivos para a brincadeira ser considerada racista.

“Então, vamos lá: esse tipo de piada esta associando cor e vestimenta a um tipo de profissional marginalizado pela sociedade e que não raro é confundido com criminoso. Mensagens como essa reforçam a associação da imagem do preto como pária e influencia um conjunto de violência”, explicou o tuiteiro.

Fernandes disse ter concordado com o seguidor, mas insistiu em fazer a piada: “Tudo bem. Concordo com tudo isso aí. Mas não posso nem fazer o comparativo? A piada foi só comparar um com o outro. ‘Olha como isso se parece com isso’. Aí virou racismo e o caramba. Você realmente acha que faz sentido?”.

O seguidor concluiu com esta frase: “Se o oprimido diz que determinados pensamentos, palavras ou atos reforçam a opressão, você, como opressor, apenas se cala, ouve e entende e se esforça para se tornar um aliado”.

O artigo Acusado de racismo, humorista Rodrigo Fernandes reaparece na Eliana foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/07/22/acusado-de-racismo-humorista-rodrigo-fernandes-reaparece-na-eliana.htm

Deixe uma resposta